Asma brônquica em bebé & criança

Asma brônquica em bebé & criança

Noções básicas

Uma das doenças infantis mais comuns é a asma brônquica. Uma em cada quatro crianças sofre de doença asmática, que pode ser mantida até à idade adulta. Ao contrário dos adultos, porém, há uma chance de cura completa da asma em bebês e crianças. Se você sofre de asma quando adulto, uma cura não é mais possível.

Entre os quatro e cinco anos de idade, o desenvolvimento de doenças asmáticas é mais comum. No entanto, segundo um estudo recente, a asma em crianças é diagnosticada demasiado tarde. Isto, por sua vez, pode levar à asma contínua na idade adulta. Além disso, pode causar danos a longo prazo nos pulmões e até interferir com o desenvolvimento. Se você notar sinais de doença asmática no seu filho, deve consultar um especialista o mais rápido possível. A asma ou outra condição respiratória que pode levar à asma pode ser identificada por ataques de tosse, secreções mucosas ao tossir e um assobio ao respirar. Se o seu filho sofrer de algum destes sinais durante um longo período de tempo, deve consultar imediatamente um médico para descobrir a causa.

Em geral, as crianças são propensas a doenças respiratórias porque são extremamente sensíveis nesta área do corpo. A traqueia, os pulmões e os brônquios ainda são particularmente delicados e frágeis no corpo de uma criança. Deve-se sempre prestar mais atenção aos sinais de doença respiratória se houver um histórico familiar de alergias ou doenças asmáticas. Pesquisas demonstraram que tanto crianças com predisposição genética para a doença asmática quanto crianças com predisposição genética para a alergia são muito mais propensas a ter asma brônquica do que aquelas crianças sem histórico familiar de qualquer uma das doenças.

O que acontece no corpo da criança durante uma doença asmática?

Respirar naturalmente funciona da mesma forma em crianças e adultos. A respiração é um processo que fazemos natural e completamente inconscientemente. A boca e o nariz são os principais órgãos respiratórios envolvidos na respiração. O ar passa através da laringe para a traqueia e daqui para os brônquios principais. Estes levam para os pulmões esquerdo e direito. As menores ramificações finalmente levam o ar inalado para os alvéolos. Aqui o ar é filtrado e passado para o sangue, de onde é transportado para o coração e abastece o nosso corpo com oxigénio.

Fibras musculares dispostas em anéis rodeiam os tubos brônquicos, cujo interior é, por sua vez, coberto por uma membrana mucosa que desempenha tarefas importantes na limpeza das vias respiratórias.

Ao contrário de um adulto, todo este aparelho é geralmente extremamente delicado e frágil em uma criança. Mesmo na ausência de uma doença respiratória aguda, as crianças podem sofrer perturbações se forem expostas à fumaça do cigarro, por exemplo, ou se brincarem no ar frio.

Se as crianças sofrem de uma doença respiratória como a asma, os pequenos tubos bronquiais foram afectados. Isto provoca o aperto dos músculos brônquicos, o inchaço da membrana mucosa e a formação de muco espesso. Estes três mecanismos juntos provocam o estreitamento das vias respiratórias. É assim que ocorre a falta de ar, a tosse encaixa e o som do assobio na exalação.

Se não contactar imediatamente um médico, os ataques podem piorar rapidamente.

Os ataques asmáticos podem ser desencadeados por numerosos parâmetros. No entanto, é normalmente uma infecção viral das vias respiratórias que desencadeia a asma ou uma reacção alérgica.

Causas

Como a asma é uma doença muito complexa, há muitas causas e cursos diferentes. Doenças alérgicas na família, febre do feno, neurodermatite e inúmeras outras doenças são um fator de risco para as crianças. O risco aumenta quanto mais membros da família são afetados.

Um estudo recente também descobriu que fumar durante a gravidez pode levar a doenças asmáticas na criança.

Além de fatores genéticos, as influências ambientais também têm um grande impacto sobre o desenvolvimento da asma em crianças. Tais influências ambientais podem ser o ar poluído em uma grande cidade rica em exaustão, mas também a nicotina passiva dos pais fumantes.

Deve ser dada especial atenção às alergias, porque as crianças com febre dos fenos, por exemplo, correm um risco particular de desenvolver asma. O risco de asma é especialmente aumentado quando os alergénios (desencadeadores da alergia) estão directamente relacionados com a própria alergia. Os seguintes alergénios podem causar uma reacção asmática:

  • Uma alergia ao pólen
  • Uma alergia a pêlos de animais
  • Uma alergia alimentar
  • Alergia ao ácaro do pó da casa
  • Alergia a mofo

Sintomas

Os sintomas listados podem indicar asma em crianças e bebês:

  • Episódico, tosse de ataque e falta de ar
  • Assobios e barulhos ao respirar
  • Problemas de pele em bebés
  • Doenças alérgicas
  • Bronquite espástica
  • Falta aguda de ar durante o esforço físico

Quanto mais avançada for a doença, mais graves serão os sintomas. Além das queixas acima mencionadas, os seguintes sintomas podem também ocorrer à medida que a doença se agrava:

  • Excesso de cansaço e sonolência
  • Tosse persistente e um sentimento de asfixia
  • Palpitações
  • Calafrios

Diagnóstico

Uma discussão esclarecedora com os pais pode fornecer informações sobre a doença de que a criança está sofrendo. Como pai, este histórico pode ser facilitado mantendo um diário de doença para a criança, no qual você anota quando, onde e em que ambiente as queixas ocorrem. Aqui pode ser reduzido se é uma reacção alérgica, um ataque asmático ou se se trata de outro tipo de doença respiratória.

Esta discussão deve ser seguida de um exame físico. Uma espirometria subsequente (teste de função pulmonar) pode dar informações sobre se é realmente asma. Além da espirometria, também se pode optar pelo chamado perfil de função pulmonar (medidor de pico de fluxo).

Terapia

Os danos a longo prazo em crianças podem ser prevenidos através do tratamento dos sintomas muito cedo.

Primeiro e acima de tudo, o foco deve estar em aliviar os sintomas para que a criança possa viver livre de sintomas. No treinamento asmático, crianças e pais podem aprender como lidar com a doença.

Em geral, a terapia da asma é dividida em dois grupos de medicamentos. A medicação preventiva, que é tomada regularmente e durante um período de tempo mais longo, e a medicação broncodilatadora, que é administrada conforme necessário durante um ataque.

Em si mesma, a terapia consiste numa combinação entre sprays ou comprimidos e terapia aguda adicional.

A medicação deve ser discutida com o médico responsável. Para além das substâncias médicas em geral, cada vez mais pais optam por tratamentos homeopáticos complementares. Isto pode ser especialmente útil quando usado em adição às preparações convencionais. No entanto, deve-se abster-se de tomar remédios homeopáticos sozinho.

Prevenção

A fim de criar um ambiente para o seu filho onde ele possa viver livre de sintomas, você deve considerar algumas coisas básicas.

Se for uma doença relacionada com alergias, deve certificar-se de que a criança não entra em contacto com o alergénio. Isto nem sempre é tão fácil, porque especialmente com uma alergia ao pólen nem sempre se pode intervir activamente. No entanto, você pode ajustar a hora e o local das suas férias à contagem de pólen.

Tenta evitar o stress. Situações estressantes e tensão mental podem levar a um ataque asmático. Por esta razão, certifique-se de que seu filho cresce em uma zona livre de estresse.

Más influências ambientais devem ser evitadas. Os gases de escape respiratórios podem ter um efeito negativo sobre o curso da doença da asma. É absolutamente prejudicial se a criança for exposta à nicotina e ao fumo passivo no seu ambiente. Para evitar isso, não fume em casa e não vá a lugares onde é permitido fumar.

Uma dieta saudável e muito exercício pode ter uma influência positiva no curso da doença. Ao contrário da opinião geral, é bastante bom e importante que a criança se envolva em actividades desportivas. Isto só lhe pode fazer bem. Certifique-se de que ele conhece os seus limites e não os ultrapassa. Uma dieta saudável é outro fator importante que definitivamente não deve ser ignorado. A saúde do pequeno paciente será reforçada e o seu sistema imunitário tornar-se-á mais resistente.

Anúncio

Anúncio

O seu assistente pessoal de medicamentos

Medicamentos

Pesquise aqui a nossa extensa base de dados de medicamentos de A-Z, com efeitos e ingredientes.

Substâncias

Todas as substâncias activas com a sua aplicação, composição química e medicamentos em que estão contidas.

Doenças

Causas, sintomas e opções de tratamento para doenças e lesões comuns.

O conteúdo apresentado não substitui a bula original do medicamento, especialmente no que diz respeito à dosagem e efeito dos produtos individuais. Não podemos assumir qualquer responsabilidade pela exactidão dos dados, uma vez que os dados foram parcialmente convertidos automaticamente. Um médico deve ser sempre consultado para diagnósticos e outras questões de saúde. Mais informações sobre este tópico podem ser encontradas aqui.

This website is certified by Health On the Net Foundation. Click to verify.