Surdez (surdez)

Surdez (surdez)

Noções básicas

Surdez (latim: surditas) é definida como perda auditiva grave ou surdez completa. É feita uma distinção entre surdez absoluta e prática. A surdez absoluta significa que a pessoa afetada não pode perceber nenhum som. Com surdez prática, a audição de vários tons e sons é possível, mas em medida demasiado pequena para compreender a linguagem falada.

A perda de audição não tem necessariamente que ser devida a danos no órgão auditivo periférico (que inclui o ouvido externo, médio e interno). A causa também pode ser uma falha dos nervos cocleares (nervos auditivos) ou das áreas do cérebro responsáveis pela audição, assim como certos distúrbios psicológicos.

Causas

Em princípio, todas as doenças que causam perda auditiva também podem, no pior dos casos, levar à surdez absoluta. Há também a possibilidade de surdez congénita.

Possíveis causas de surdez congénita são:

  • Surdez genética, como a que ocorre na síndrome de Down.
  • Doenças infecciosas, como a rubéola, durante a gravidez.
  • Abuso de álcool, uso de drogas ou o uso de certos medicamentos prejudiciais durante a gravidez.
  • Deficiência de oxigénio ou hemorragia cerebral do recém-nascido à nascença

As seguintes doenças/causas podem causar surdez no decorrer da vida(surdez adquirida):

  • Infecções do ouvido como otite da gripe (infecção dos ouvidos durante a gripe), zoster oticus (herpes zoster infecção dos ouvidos), doença de Lyme, meningite (meningite) ou papeira
  • surdez causada por trauma acústico agudo
  • Perda auditiva crónica induzida por ruído
  • Alguns medicamentos como aminoglicosídeos, quinina, ácido etacrínico, furosemida, ácido salicílico, cisplatina podem causar perda auditiva.
  • Poluentes industriais tais como nitrobenzeno, monóxido de carbono ou anilina
  • Lesões no órgão auditivo periférico, tais como uma fratura da base do crânio
  • Tumores pressionando o nervo coclear ou os núcleos auditivos no cérebro

Sintomas

A má audição, que não é suficiente para compreender a fala ou que geralmente não se percebem sons e ruídos, é o principal sintoma.

Diagnóstico

O diagnóstico da surdez é feito através de testes auditivos especiais. Existem inúmeras doenças das quais a surdez deve ser diagnosticada de forma diferenciada:

  • surdez activa - a pessoa afectada comporta-se como se não ouvisse nada
  • perda auditiva grave
  • Autismo
  • Atrasos no desenvolvimento da fala
  • retardamento mental
  • presença de esquizofrenia associada a alogia (falta de fala) e isolamento de impressões externas
  • fobia social e síndromes de ansiedade grave

Se a causa da surdez reside numa destas perturbações pode ser verificada através de testes especiais e análises do comportamento social e linguístico.

Terapia

Como a audição natural normalmente não pode ser restaurada, o tratamento é orientado para ajudar as pessoas afetadas com aparelhos auditivos ou aprender formas alternativas de comunicação com outras pessoas, para que elas possam lidar melhor com a vida cotidiana.

A única maneira de garantir que as crianças surdas não sejam retardadas no seu desenvolvimento mental e linguístico é detectar a surdez o mais cedo possível e tratá-la em conformidade.

As seguintes opções estão disponíveis para tratamento:

  • Com a ajuda de aparelhos auditivos, a compreensão auditiva pode ser restaurada se a pessoa afetada ainda tiver audição residual.
  • Um implante coclear pode substituir a função auditiva do ouvido em casos de perda auditiva grave ou surdez - as ondas sonoras são transmitidas ao ouvido médio como impulsos electrónicos. No entanto, é preciso um longo período de treinamento até que os estímulos eletrônicos possam ser atribuídos aos sons ambientais.
  • Aprender a linguagem gestual e a linguagem falada.
  • A aprender a ler os lábios.
  • O apoio precoce de crianças surdas em escolas especiais, com a ajuda de treinamento específico de audição e fala, bem como educação da fala.

Previsão

O prognóstico é fortemente dependente do momento da terapia. Quanto mais cedo a surdez for detectada e tratada, melhores serão as chances de lidar com a vida cotidiana.

Prevenção

Exceto para a perda auditiva crônica induzida por ruído, que é desencadeada pela exposição a ruídos pesados durante um período de tempo muito longo, é difícil evitar a surdez. Os numerosos e graves factores desencadeantes (tais como doenças graves ou acidentes) ou surdez congénita não podem ser evitados.

Anúncio

Anúncio

O seu assistente pessoal de medicamentos

Medicamentos

Pesquise aqui a nossa extensa base de dados de medicamentos de A-Z, com efeitos e ingredientes.

Substâncias

Todas as substâncias activas com a sua aplicação, composição química e medicamentos em que estão contidas.

Doenças

Causas, sintomas e opções de tratamento para doenças e lesões comuns.

O conteúdo apresentado não substitui a bula original do medicamento, especialmente no que diz respeito à dosagem e efeito dos produtos individuais. Não podemos assumir qualquer responsabilidade pela exactidão dos dados, uma vez que os dados foram parcialmente convertidos automaticamente. Um médico deve ser sempre consultado para diagnósticos e outras questões de saúde. Mais informações sobre este tópico podem ser encontradas aqui.

This website is certified by Health On the Net Foundation. Click to verify.