Amoxicilina + Ácido Clavulânico Teva

Código ATC
J01CR02
Amoxicilina + Ácido Clavulânico Teva

Teva Pharma - Produtos Farmacêuticos, Lda.

Narcótica
Não
Grupo farmacológico Antibacterianos beta-lactâmicos, penicilinas

Anúncio

Tudo para saber

Titular da autorização

Teva Pharma - Produtos Farmacêuticos, Lda.

O que é e como se utiliza?

UTILIZADO

Amoxicilina + Ácido Clavulânico TEVA é um antibiótico pertencente ao grupo das penicilinas (1.1.5), disponível em embalagens de 6, 8, 10, 12, 16, 24, 32 comprimidos. Amoxicilina + Ácido Clavulânico TEVA está indicado no tratamento de curta duração das seguintes infecções bacterianas, quando causadas por microrganismos sensíveis à amoxicilina e ao ácido clavulânico:

  • Infecções do tracto respiratório superior, (incluindo ORL) como por exemplo, amigdalite recorrente, sinusite, otite média.
  • Infecções do tracto respiratório inferior, por exemplo, agudização da bronquite crónica,pneumonia lobar e broncopneumonia.
  • Infecções genito-urinárias, nomeadamente, cistite, uretrite, pielonefrite, infecções ginecológicas e gonorreia.
  • Infecções da pele e dos tecidos moles.
  • Infecções ósseas e articulares, por exemplo osteomielite em que uma terapêutica mais prolongada possa ser apropriada.
  • Outras infecções, incluindo aborto séptico, sepsis puerperal, sepsis intra-abdominal.

Anúncio

O que se deve tomar em consideração antes de utilizá-lo?

Não tome Amoxicilina + Ácido Clavulânico TEVA:
-Se é alérgico a antibióticos beta-lactâmicos (penicilinas e cefalosporinas) ou a qualquer outro componente de Amoxicilina + Ácido Clavulânico TEVA.

  • Se já teve uma reacção alérgica (por ex. erupção cutânea) quando tomou um antibiótico, deve falar com o seu médico antes de tomar Amoxicilina + Ácido Clavulânico TEVA.
  • Amoxicilina + Ácido Clavulânico TEVA não deve ser tomado em caso de mononucleose infecciosa suspeita ou declarada.
  • Não deve tomar Amoxicilina + Ácido Clavulânico TEVA sem a indicação expressa do médico nesse sentido.
  • Se tem problemas renais ou hepáticos, avise o médico antes de tomar o medicamento. A dose poderá ter de ser alterada ou poderá necessitar de um medicamento alternativo.

Tome especial cuidado com Amoxicilina + Ácido Clavulânico TEVA:
Se lhe aparecer erupção cutânea durante o tratamento com Amoxicilina + Ácido Clavulânico TEVA, não prossiga o tratamento e procure de imediato assistência médica. Foi observada muito raramente cristalúria, em doentes com baixo débito urinário, predominantemente com a terapêutica injectável. Durante a administração de doses elevadas de amoxicilina deve manter um aporte hídrico e um débito urinário adequados, por forma a reduzir o risco de cristalúria devido à amoxicilina (ver Se tomar mais Amoxicilina + Ácido Clavulânico TEVA do que deveria).
Amoxicilina + Ácido Clavulânico TEVA destina-se a tratamento de curta duração; a sua administração prolongada poderá provocar crescimento acentuado de microrganismos. Siga o regime posológico prescrito pelo seu médico.
Foi reportada colite pseudomembranosa com o uso de antibióticos de largo espectro incluindo amoxicilina/clavulanato.
Se ocorrer diarreia após administração deste medicamento deverá consultar o médico.

Tomar Amoxicilina + Ácido Clavulânico TEVA com outros medicamentos: Informe o seu médico ou farmacêutico se estiver a tomar ou tiver tomado recentemente outros medicamentos, incluindo medicamentos obtidos sem receita médica. Alguns medicamentos podem causar efeitos indesejáveis se tomados com Amoxicilina + Ácido Clavulânico TEVA. Certifique se que o seu médico tem conhecimento se estiver a tomar ou tiver tomado recentemente os seguintes medicamentos: alopurinol, probenecide, anticoagulantes, ou outros, incluindo medicamentos adquiridos sem receita médica. Informe o seu médico ou farmacêutico de que está a tomar contraceptivos orais (pílula). Tal como com outros antibióticos, poderão ser necessárias precauções contraceptivas adicionais.

Tomar Amoxicilina + Ácido Clavulânico TEVA com alimentos ou bebidas Os comprimidos devem ser deglutidos inteiros com água. Não os deve mastigar. Para melhor absorção é preferível tomar os comprimidos juntamente com alimentos e, sempre que possível, no início de uma refeição. Contudo, se não o fizer não tem qualquer problema.

Gravidez e Aleitamento
Consulte o seu médico ou farmacêutico antes de tomar qualquer medicamento. Não deve tomar este medicamento se estiver grávida, a não ser por indicação do médico. Num único estudo realizado em mulheres com ruptura prematura da membrana fetal antes do final da gravidez, foram referidos casos em que o tratamento profiláctico com amoxicilina + ácido clavulânico, pode estar associado a aumento do risco de enterocolite necrozante nos recém-nascidos.
Aleitamento
A amoxicilina + ácido clavulânico pode ser administrada durante o período de aleitamento. Com excepção do risco de sensibilização, associado à excreção de quantidades vestigiais no leite materno, não se conhecem efeitos nocivos para o lactente.

Condução de veículos e utilização de máquinas:
Não se observaram efeitos adversos sobre a capacidade de condução e utilização de máquinas.

Como é utilizado?

Tomar Amoxicilina + Ácido Clavulânico TEVA sempre de acordo com as indicações do médico. Fale com o seu médico ou farmacêutico se tiver dúvidas.
O médico decidirá as doses que vai tomar e a duração do tratamento. Deve tomar os comprimidos de amoxicilina + ácido clavulânico até ao fim do tratamento prescrito. Não pare o tratamento logo que se sentir melhor.
Se tiver qualquer dúvida, pergunte ao seu médico ou farmacêutico. A posologia depende da idade, peso corporal e função renal do doente, bem como da gravidade da infecção. Nos doentes com infecções graves ou com outras situações clínicas particulares (insuficiência renal, por exemplo) a posologia deverá ser sempre a indicada pelo médico.

Adultos e Idosos
Infecções ligeiras a moderadas - 1 comprimido de 12 em 12 horas
Infecções graves (incluindo infecções crónicas e recorrentes do tracto urinário e infecções do tracto respiratório inferior) - 1 comprimido de 8 em 8 horas.

Insuficiência renal
Amoxicilina + Ácido clavulânico Solufarma 875 mg + 125 mg Comprimidos só deve ser utilizado em doentes com insuficiência renal ligeira a moderada (clearance da creatinina > 30 ml/min). Neste caso não é necessário proceder ao ajuste da dose.

Crianças
Nas crianças com mais de 12 anos e peso igual ou superior a 40 Kg a dose deve administrar-se de acordo com a posologia recomendada para o adulto.
Nas crianças com menor peso devem preferir-se outras apresentações de amoxicilina e ácido clavulânico, que não os comprimidos, consoante a dose recomendada (em mg/Kg/dia).

Se tomar mais Amoxicilina + Ácido Clavulânico TEVA do que deveria: É pouco provável surgirem problemas de sobredosagem com este medicamento. No caso de ter tomado de uma só vez um grande número de comprimidos, beba bastante água, contacte imediatamente o médico e mostre-lhe a sua embalagem de Amoxicilina + Ácido Clavulânico TEVA. Foi observada cristalúria após doses elevadas de amoxicilina, levando em alguns casos a falência renal. Amoxicilina + ácido clavulânico pode ser removido da circulação por hemodiálise.

Caso se tenha esquecido de tomar Amoxicilina + Ácido Clavulânico TEVA: Não tome uma dose a dobrar para compensar uma dose que se esqueceu de tomar. Tome Amoxicilina + Ácido Clavulânico TEVA logo que se aperceba do esquecimento. Depois, continue a tomar a dose seguinte à hora que estava prevista, desde que não tome as duas doses com um intervalo inferior a 4 horas.
Caso ainda tenha dúvidas sobre a utilização deste medicamento, fale com o seu médico ou farmacêutico.

Quais são os possíveis efeitos secundários?

Como todos os medicamentos, Amoxicilina + Ácido Clavulânico TEVA pode causar efeitos secundários, no entanto estes não se manifestam em todas as pessoas. Os efeitos secundários de amoxicilina + ácido clavulânico são pouco frequentes e, geralmente, ligeiros e transitórios. Ocasionalmente, podem ocorrer reacções alérgicas. Procure imediatamente assistência médica no caso de sentir prurido ou se lhe aparecer erupção cutânea (manchas na pele).
Raramente, podem ocorrer reacções alérgicas mais graves como eritema multiforme, síndrome de Stevens-Johnson, dermatites e pustulose exantematosa aguda generalizada, incluindo sintomas tais como erupção cutânea (manchas na pele), prurido (comichão), edema da face (cara inchada) ou dificuldade em respirar. Se estes sintomas ocorrerem procure assistência médica imediatamente.
A amoxicilina + ácido clavulânico poderá causar náuseas, diarreia, vómitos e menos frequentemente, dificuldade de digestão. Se estes sintomas aparecerem, são normalmente ligeiros e poderão ser evitados tomando os comprimidos no início das refeições. Se os sintomas forem mais intensos, procure o médico.
Frequentemente poderá ocorrer candidíase.
Muito raramente, a amoxicilina + ácido clavulânico também pode estar associada a efeitos secundários mais graves relacionados com o fígado (por exemplo hepatite ou icterícia) ou com o aparelho digestivo (por ex.: diarreia grave - colite pseudomembranosa ou hemorrágica). No caso de estar a tomar amoxicilina + ácido clavulânico e surgirem sintomas de hepatite ou icterícia, sensação de mal-estar, pele e olhos amarelados, urina mais escura e/ou fezes mais claras de que o normal, procure o médico imediatamente. Tal como observado para outros antibióticos, foram referidos raramente casos de leucopenia reversível (diminuição do número dos leucócitos no sangue) e trombocitopenia reversível (diminuição do número de plaquetas no sangue).

Muito raramente tem sido descrito um aumento do tempo de hemorragia e de protrombina (proteína que actua na coagulação do sangue) e anemia hemolítica. Avise o seu médico se estiver a tomar anticoagulantes.
Foram observados efeitos sobre o sistema nervoso central, incluindo tonturas e dores de cabeça. As convulsões podem ocorrer em insuficientes renais ou em doentes sujeitos a administração de doses muito elevadas. Muito raramente ocorreu cristalúria devido à amoxicilina (ver Se tomar mais Amoxicilina + Ácido Clavulânico TEVA do que deveria).

Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar quaisquer efeitos secundários não mencionados neste folheto, informe o seu médico ou farmacêutico.

Como deve ser guardado?

Manter fora do alcance e da vista das crianças.
Este medicamento não necessita de precauções especiais de conservação. Não utilize Amoxicilina + Ácido Clavulânico TEVA após o prazo de validade impresso na embalagem exterior, a seguir a EXP. O prazo de validade corresponde ao último dia do mês indicado.
Os medicamentos não devem ser eliminados na canalização ou no lixo doméstico. Pergunte ao seu farmacêutico como eliminar os medicamentos de que já não necessita. Estas medidas irão ajudar a proteger o ambiente.

Mais informações

Qual a composição de Amoxicilina + Ácido Clavulânico TEVA
As substâncias activas são: uma penicilina designada por amoxicilina (875 mg) e um inibidor das beta-lactamases, o ácido clavulânico (125 mg).
Os outros componentes são: Celulose microcristalina, crospovidona, povidona K25, sílica coloidal anidra, ácido esteárico, macrogol 6000, hipromelose, estearato de magnésio, sacarina sódica, aroma de baunilha, amarelo de quinoleína (E104), dióxido de titânio (E171).
Qual o aspecto de Amoxicilina + Ácido Clavulânico TEVA e conteúdo da embalagem Os comprimidos de Amoxicilina + Ácido Clavulânico TEVA 875 mg + 125 mg são comprimidos amarelados a amarelo claro, oblongos, biconvexos e com a gravação 1000 de um dos lados.

Titular da Autorização de Introdução no Mercado e Fabricante
Teva Pharma - Produtos Farmacêuticos, Lda.
Empreendimento Lagoas Park - Edifício 1 - 3º
2740-264 Porto Salvo

Fabricante

Losan Pharma GmbH
Otto Hahnstrasse, 13
Neuenburg am Rhein
Alemanha

Para quaisquer informações sobre este medicamento, queira contactar o Titular da Autorização de Introdução no Mercado acima mencionado.

Este folheto foi aprovado pela última vez em

O seu assistente pessoal de medicamentos

Medicamentos

Pesquise aqui a nossa extensa base de dados de medicamentos de A-Z, com efeitos e ingredientes.

Substâncias

Todas as substâncias activas com a sua aplicação, composição química e medicamentos em que estão contidas.

Doenças

Causas, sintomas e opções de tratamento para doenças e lesões comuns.

O conteúdo apresentado não substitui a bula original do medicamento, especialmente no que diz respeito à dosagem e efeito dos produtos individuais. Não podemos assumir qualquer responsabilidade pela exactidão dos dados, uma vez que os dados foram parcialmente convertidos automaticamente. Um médico deve ser sempre consultado para diagnósticos e outras questões de saúde. Mais informações sobre este tópico podem ser encontradas aqui.

This website is certified by Health On the Net Foundation. Click to verify.