Clonix

Código ATC
N02B;OTHER;ANALGESICS;AND;ANTIPYRETICS
Clonix

Laboratório Medinfar - Produtos Farmacêuticos

Medicamentos padrão Humano
Narcótica
Não
Data de aprovação 03.10.1978
Grupo farmacológico Outros analgésicos e antipiréticos

Anúncio

Tudo para saber

Titular da autorização

Laboratório Medinfar - Produtos Farmacêuticos

O que é e como se utiliza?

Cada cápsula de Clonix contém 300 mg de clonixina em embalagens de 10, 20 ou 40 cápsulas.

Clonix está indicado no tratamento da dor ligeira a moderada de diversas etiologias, tais como:

-reumatismos crónicos degenerativos; -algias neurológicas e neuromusculares;

-periartrites, tendinites, tenossinovites e bursites; -dismenorreia;

-cefaleias;

-dor pós-operatória; -situações álgicas em geral.

2. ANTES DE TOMAR CLONIX

Não tome Clonix

-se tem hipersensibilidade à substância ativa ou a qualquer outro componente de Clonix; -se tem úlcera péptica ativa.

Clonix está igualmente contraindicado em doentes pediátricos.

APROVADO EM 16-11-2012 INFARMED

Tome especial cuidado com Clonix

Por precaução, o medicamento não deve ser administrado em doentes com lesões renais ou hepáticas evidentes.

Clonix contém lactose, se foi informado pelo seu médico que tem intolerância a alguns açúcares, contacte-o antes de tomar este medicamento

Ao tomar Clonix com outros medicamentos

Não é recomendado o uso de Clonix com:

-Outros AINEs (Anti-Inflamatórios Não Esteroides) – aumento do risco de hemorragia gastrointestinal e ulceração da mucosa.

-Anticoagulantes e antiagregantes orais (heparina e heparina de baixo peso molecular HBPM, ticlopidina e clopidogrel) – aumento do risco de hemorragia. Se a coadministração não puder ser evitada, deve ser efetuada uma monitorização rigorosa da hemostase.

-Sulfamidas hipoglicemiantes.

Utilizar com precaução Clonix em associação com:

-Diuréticos e IECAs (Inibidores da Enzima de Conversão da Angiotensina) – podem provocar Insuficiência Renal Aguda (IRA) em doentes desidratados, através da redução da taxa de filtração glomerular. O efeito anti-hipertensor destes fármacos pode também ser diminuído.

-Pentoxifilina – aumenta o risco de hemorragia.

-Ciclosporina e tacrolimus – risco de efeitos nefrotóxicos, particularmente em idosos. -Levofloxacina e outras quinolonas – possível aumento do risco de convulsões.

Informe o seu médico ou farmacêutico se estiver a tomar ou tiver tomado recentemente outros medicamentos, incluindo medicamentos obtidos sem receita médica.

Ao tomar Clonix com alimentos e bebidas Não aplicável

Gravidez e aleitamento

Por medida de precaução, o medicamento não deve ser administrado durante a gravidez e lactação.

Consulte o seu médico ou farmacêutico antes de tomar qualquer medicamento-

Condução de veículos e utilização de máquinas

Não aplicável.

Informações importantes sobre alguns componentes de CLONIX

Este medicamento contém lactose monohidratada. Se foi informado pelo seu médico que tem intolerância a alguns açúcares, contacte-o antes de tomar este medicamento

APROVADO EM 16-11-2012 INFARMED

Anúncio

Como é utilizado?

Tomar Clonix sempre de acordo com as indicações do médico. Fale com o seu médico ou farmacêutico se tiver dúvidas.

A dose habitual em adultos, no tratamento de dores de intensidade moderada, é de 2 cápsulas de cada vez; para dores menos intensas 1 cápsula é, geralmente, suficiente.

As doses referidas poderão ser repetidas 4 a 6 horas depois, se necessário, contudo não é recomendado ultrapassar a dose de 6 cápsulas por dia, nem manter a terapêutica por períodos muito prolongados.

Se tomar mais Clonix do que deveria

Em caso de dosagem excessiva acidental deve efetuar-se lavagem gástrica e estabelecer tratamento sintomático.

Caso se tenha esquecido de tomar Clonix

Não tome uma dose a dobrar para compensar uma dose que se esqueceu de tomar.

Se parar de tomar Clonix

Caso ainda tenha dúvidas sobre a utilização deste medicamento, fale com o seu médico ou farmacêutico.

4. EFEITOS SECUNDÁRIOS POSSÍVEIS

Como todos os medicamentos, Clonix pode causar efeitos secundários, no entanto estes não se manifestam em todas as pessoas.

Por vezes podem ocorrer náuseas, vómitos, bem como alterações do SNC tais como cefaleias, vertigens e tonturas.

Pode ocasionalmente ocorrer sensação de enfartamento ou de pirose que habitualmente desaparecem sem necessidade de suspender o tratamento.

Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detetar quaisquer efeitos secundários não mencionados neste folheto, informe o seu médico ou farmacêutico.

Como deve ser guardado?

Não conservar acima de 25ºC.

Manter fora do alcance e da vista das crianças.

Não utilize Clonix após o prazo de validade impresso na embalagem exterior, após VAL:. O prazo de validade corresponde ao último dia do mês indicado.

Os medicamentos não devem ser eliminados na canalização ou no lixo doméstico. Pergunte ao seu farmacêutico como eliminar os medicamentos de que já não necessita. Estas medidas irão ajudar a proteger o ambiente.

6. OUTRAS INFORMAÇÕES

Qual a composição de Clonix

-A substância ativa é a clonixina.

-Os outros componentes são: lactose monohidratada, celulose microcristalina, estearato de magnésio, talco e cápsula de gelatina (eritrosina (E127), azul patenteado V (E131), dióxido de titânio (E171), gelatina e tinta de impressão preta)

Qual o aspeto de Clonix e conteúdo da embalagem

Blisters em PVC cobertos com folha de alumínio, acondicionados em caixa exterior de cartolina. Cada embalagem contém 10, 20 ou 40 cápsulas.

As cápsulas são de cor azul claro, opacas e com a inscrição "CLONIX" a preto na cabeça e corpo.

Titular da Autorização de Introdução no Mercado e Fabricante

Lusomedicamenta - Sociedade Técnica Farmacêutica, S.A. Estrada Consiglieri Pedroso, 69 B - Queluz de Baixo 2730-055 Barcarena

Portugal

Tel: 214 340 000

Fax: 214 340 099

E-mail: geral@lusomedicamenta.com

Este folheto foi aprovado pela última vez em

Última actualização: 27.06.2022

Fonte: Clonix - Inserção da embalagem

O seu assistente pessoal de medicamentos

Medicamentos

Pesquise aqui a nossa extensa base de dados de medicamentos de A-Z, com efeitos e ingredientes.

Substâncias

Todas as substâncias activas com a sua aplicação, composição química e medicamentos em que estão contidas.

Doenças

Causas, sintomas e opções de tratamento para doenças e lesões comuns.

O conteúdo apresentado não substitui a bula original do medicamento, especialmente no que diz respeito à dosagem e efeito dos produtos individuais. Não podemos assumir qualquer responsabilidade pela exactidão dos dados, uma vez que os dados foram parcialmente convertidos automaticamente. Um médico deve ser sempre consultado para diagnósticos e outras questões de saúde. Mais informações sobre este tópico podem ser encontradas aqui.

This website is certified by Health On the Net Foundation. Click to verify.