Autor: Abbott Laboratórios, Lda.


Informação longa

O que é e como se utiliza?

®

DUSPATAL Retard apresenta-se na forma de cápsulas de libertação prolongada doseadas a

200 mg de cloridrato de mebeverina embaladas em blisters.
DUSPATAL® Retard está disponível em embalagens de 30 cápsulas de libertação prolongada.

DUSPATAL Retard pertence a um grupo de medicamentos conhecido como anti-espasmódicos Grupo farmacoterapêutico 6.4 e apresenta acção antiespasmódica selectiva sobre o músculo liso do tracto gastrintestinal, particularmente no cólon, aliviando o espasmo sem afectar a motilidade intestinal normal.

DUSPATAL Retard está indicado nos espasmos funcionais do cólon

  • Tratamento sintomático da dor abdominal e espasmos, perturbações do estômago e

desconforto abdominal relacionado com a síndrome do intestino irritável;

  • Tratamento dos espasmos gastrointestinais secundários a doenças orgânicas do aparelho digestivo.

®

Índice
O que se deve tomar em consideração antes de utilizá-lo?
Como é utilizado?
Quais são os possíveis efeitos secundários?
Como deve ser guardado?
Mais informações

O que se deve tomar em consideração antes de utilizá-lo?

®

Tome especial cuidado com Duspatal Retard se apresentar uma das seguintes doenças:

  • Insuficiência hepática grave;
  • Insuficiência renal grave;
  • Bloqueio cardíaco;
  • Ileus paralítico.

Não tome DUSPATAL Retard - Se tem hipersensibilidade à substância activa ou a qualquer outro componente de DuspatalRetard.

GRAVIDEZ E ALEITAMENTO

Gravidez

®

DUSPATAL Retard não está indicado na gravidez, muito embora experiências feitas no rato e

no coelho não tenham evidenciado efeitos teratogénicos.

Aleitamento

Após a administração de doses terapêuticas, a mebeverina não é excretada no leite das mulheres a amamentar.

Condução de veículos e utilização de máquinas:

Retard sobre a Não foram efectuados estudos relativamente aos efeitos de DUSPATALcapacidade de conduzir veículos e utilizar máquinas.

Tomar DUSPATAL

®

Retard com outros medicamentos:
Não são conhecidas interacções medicamentosas.

®

Como é utilizado?

®

Tomar DUSPATAL Retard sempre de acordo com as instruções do médico. Fale com o seu

médico ou farmacêutico se tiver dúvidas.

Adultos e crianças com mais de 10 anos de idade:

A dose habitual é 1 cápsula de 200 mg duas vezes por dia, uma de manhã e outra à noite.

Aconselha-se a administração do medicamento preferencialmente 20 minutos antes das refeições.

Esta cápsula é para administração oral. Deverá tomar a sua cápsula com água. Não mastigar.

Posologia máxima e duração do tratamento:

Para a mebeverina, de um modo geral, a dose máxima recomendada é 800 mg/dia (2x2x200 mg/dia). Esta dose pode ser utilizada no início do tratamento e reduzir posteriormente para 2 x 200 mg/dia. Ao fim de algumas semanas, se o efeito desejado for alcançado a dose pode ser reduzida gradualmente.

Se tomou uma dose em excesso de DUSPATAL Retard Se tomou mais DUSPATALRetard do que o que deveria, é pouco provável que o medicamento lhe seja nocivo. Teoricamente, poderá ocorrer excitabilidade do Sistema Nervoso Central. Contudo, contacte o seu médico ou o hospital mais próximo. Se possível leve a embalagem utilizada.

Caso se tenha esquecido de tomar DUSPATAL

®

Retard:
Não tome uma dose a dobrar para compensar a dose que se esqueceu de tomar. Deverá continuar o tratamento de acordo com a prescrição médica. Em caso de dúvidas deverá consultar o médico assistente.

®

Efeitos de interrupção do tratamento com DUSPATAL Retard:

Não se aplica.

®

Quais são os possíveis efeitos secundários?

®

Como os demais medicamentos, DUSPATAL Retard pode ter efeitos indesejáveis.

Em casos muito raros verificaram-se insónias, tonturas, dores de cabeça, diminuição do ritmo cardíaco e perturbações gastrointestinais.

Em casos muito raros foram observadas reacções alérgicas mas não exclusivamente limitadas à pele.

Em casos muito raros foram relatados exantema (erupções vermelhas da pele), urticária (manchas vermelhas ou esbranquiçadas da pele com sensação de comichão ou queimadura), angioedema e inchaço da face.

Doenças do Sistema imunitário: em casos muito raros ? hipersensibilidade.

Caso detecte efeitos indesejáveis não mencionados neste folheto, informe o seu médico ou farmacêutico.

®

Como deve ser guardado?

Não conservar acima de 30ºC e abaixo de 5ºC.
Conservar na embalagem original, protegido da luz solar directa.

Manter fora do alcance e da vista das crianças.

Retard após expirar o prazo de validade indicado na embalagem Não utilize DUSPATALexterior.

Mais informações

Para quaisquer informações sobre este medicamento, queira contactar o Titular da Autorização de Introdução no Mercado:

SOLVAYFARMA, LDA.
Av. Marechal Gomes da Costa, 33
1800-255 Lisboa
Portugal

Este folheto foi revisto pela última vez em Setembro de 2005.

Cookies help us deliver our services. By using our services, you agree to our use of cookies. OK