Autor: Leo Pharmaceutical Products Ldt., A/S


Informação longa

O que é e como se utiliza?

Grupo farmacoterapêutico: 1.1.1.5 Medicamentos Anti-infecciosos. Antibacterianos. Penicilinas. Amidinopenicilinas.

Selexid está indicado no tratamento de infecções causadas por organismos sensíveis ao mecillinam, tais como as infecções agudas não complicadas do tracto urinário (cistite aguda).

Índice
O que se deve tomar em consideração antes de utilizá-lo?
Como é utilizado?
Quais são os possíveis efeitos secundários?
Como deve ser guardado?
Mais informações

O que se deve tomar em consideração antes de utilizá-lo?

Não tome Selexid
-Se tem alergia (hipersensibilidade) ao Pivmecillinam ou a qualquer outro componente de Selexid;

  • Hipersensibilidade às penicilinas e cefalosporinas;
  • Doentes com deficiência em carnitina .

Tome especial cuidado com Selexid
Selexid provoca um aumento da excreção urinária de carnitina e uma consequente redução da carnitina sérica. Estas alterações são consideradas sem importância metabólica ou química em tratamentos de curto prazo. (10 dias de tratamento com a dose máxima recomendada reduzem a percentagem de carnitina do organismo em cerca de 10 %). A terapêutica a longo prazo (durante mais de 2 meses), tratamentos frequentemente

repetidos com uma duração total superior a 2 meses e o tratamento concomitante com ácido valpróico deverão ser evitados, a menos que seja administrado um substituto da carnitina para compensação.

Efeitos em doentes renais
Nos doentes com insuficiência renal a eliminação é demorada. Com uma clearance de creatinina de 30 ml/minuto, a semi-vida sérica é de 3-4 horas. A semi-vida nos doentes em hemodiálise é aproximadamente de 2 horas. Tal como as outras penicilinas, Selexid tem uma toxicidade muito baixa; assim, quando em presença de uma insuficiência renal não é, geralmente, necessário diminuir a dose.

Tomar Selexid com outros medicamentos
Informe o seu médico ou farmacêutico se estiver a tomar ou tiver tomado recentemente outros medicamentos, incluindo medicamentos obtidos sem receita médica. A administração simultânea de Probenecid atrasa a excreção renal do mecillinam, produzindo níveis séricos mais elevados.

Tomar Selexid com alimentos e bebidas
A absorção do Selexid não é praticamente afectada pela toma dos comprimidos com alimentos.

Gravidez e aleitamento
Consulte o seu médico ou farmacêutico antes de tomar qualquer medicamento.

Gravidez
Consulte o seu médico ou farmacêutico antes de tomar qualquer medicamento. Estudos epidemiológicos bem conduzidos indicam não haver efeitos adversos do pivmecillinam na grávida ou na saúde do feto /recém-nascido. O pivmecillinam pode ser utilizado durante a gravidez.

Foram encontradas, no cordão umbilical, concentrações de mecillinam próximas de 1/3 das concentrações séricas; no líquido amniótico foram, também, encontradas quantidades baixas mas detectáveis

Aleitamento
Tal como noutras penicilinas podem ser detectados vestígios no leite materno.

Condução de veículos e utilização de máquinas
Selexid não provoca qualquer efeito sobre a capacidade de conduzir e utilizar máquinas.

Como é utilizado?

Administrar por via oral.
Tomar Selexid sempre de acordo com as indicações do médico. Fale com o seu médico ou farmacêutico se tiver dúvidas

Os comprimidos devem ser tomados com, pelo menos, 50-100 ml de líquido, durante ou no fim das refeições.

Posologia
Adultos
1 Comprimido de 200 mg duas vezes ao dia durante 7 dias.

Crianças
Não há dados suficientes da utilização na criança.

Insuficiência renal
Geralmente não é necessário diminuir a dose nos doentes renais.

Insuficiência hepática
Não há dados que sugeriram a necessidade de precauções adicionais ou ajustamentos posológicos.

Se tomar mais Selexid do que deveria
Não há experiência de casos de sobredosagem com Selexid. Doses orais excessivas poderão causar náuseas, vómitos e gastrite.
O tratamento deverá restringir-se às medidas sintomáticas e de apoio.

Caso se tenha esquecido de tomar Selexid
Não tome uma dose a dobrar para compensar um comprimido que se esqueceu de tomar.

Se parar de tomar Selexid
Caso ainda tenha dúvidas sobre a utilização deste medicamento, fale com o seu médico ou farmacêutico

Quais são os possíveis efeitos secundários?

Como os demais medicamentos, Selexid pode causar efeitos secundários, no entanto estes não se manifestam em todas as pessoas.

Os efeitos secundários mais frequentemente são distúrbios gastrointestinais e várias reacções cutâneas. Ulcerações esofágicas e da boca podem ocorrer se o Selexid for administrado com insuficiente quantidade de líquidos. Foram reportadas reacções alérgicas, alterações no sangue e disfunções da função hepática em casos isolados.

Afecções gastrointestinais:
Úlceras esofágicas, esofagite, colites associadas a antibióticos, diarreia, vómitos, ulcerações da boca, disfagia, náuseas e dor abdominal.
Alterações da pele e do tecido subcutâneo:
Rash, urticária, prurido e edema angeoneurótico.
Afecções hepatobiliares:

Alterações da função hepática e alterações ligeiras reversíveis das transaminases, fosfatase alcalina e bilirrubina.
Alterações do sistema imunitário:
Reacções anafiláticas.
Alterações a nível do sistema linfático e do sangue:
Trombocitopénia, granulocitopénia, leucopénia e eosinofilia.

Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar quaisquer efeitos secundários não mencionados neste folheto, informe o seu médico ou farmacêutico.

Como deve ser guardado?

Manter fora do alcance e da vista das crianças.
Não conservar acima de 25º C.

Não utilize Selexid após o prazo de validade impresso no blister e na embalagem exterior a seguir à abreviatura utilizada para prazo de validade. O prazo de validade corresponde ao último dia do mês indicado.

Não utilize Selexid se verificar sinais visíveis de deterioração.

Os medicamentos não devem ser eliminados na canalização ou no lixo doméstico. Pergunte ao seu farmacêutico como eliminar os medicamentos de que já não necessita. Estas medidas irão ajudar a proteger o ambiente.

Mais informações

Qual a composição de Selexid
A substância activa é o Pivmecillinam. Cada comprimido revestido contém 200 mg de Pivmecillinam, na forma de Cloridrato de Pivmecillinam.

Os outros componentes são:
Núcleo: Celulose microcristalina, hidroxipropilcelulose, estearato de magnésio Revestimento: Hipromelose 6 cps e emulsão de simeticone a 30%

Qual o aspecto de Selexid e conteúdo da embalagem
Selexid apresenta-se na forma farmacêutica de comprimidos revestidos, acondicionados em blister de Alu/Alu. Em balagens com 14 comprimidos revestidos.

Titular da Autorização de Introdução no Mercado

Leo Pharmaceutical Products
Industriparken 55
DK-2750 Ballerup

Dinamarca

Fabricante

Recip Strängnäs AB
Mariefredsvägen, 35
645 41 Strängnäs
Suécia

Este folheto foi aprovado pela última vez em

Cookies help us deliver our services. By using our services, you agree to our use of cookies. OK