O que é e como se utiliza?

É uma associação de dois antibióticos que juntos têm uma elevada acção contra microorganismos que se estavam a tornar resistentes aos derivados da penicilina. Cada comprimido contém como

substâncias activas a amoxicilina (875 mg) e o ácido clavulânico (125 mg) em embalagens com 16 comprimidos revestidos.

A Amoxicilina e Ácido Clavulânico-ratiopharm 875 mg e 125 mg comprimidos revestidos é uma associação de fármacos antibacterianos com acção bactericida, pertencente ao grupo das penicilinas. É um antibiótico que inibe o crescimento das bactérias, interferindo com a construção normal da parede celular bacteriana.

Amoxicilina e Ácido Clavulânico-ratiopharm 875 mg e 125 mg comprimidos revestidos é utilizado para o tratamento de infecções que são sensíveis a esta associação como sejam:

Infecções do tracto respiratório superior e inferior (sinusite aguda, agravamento agudo da bronquite crónica, pneumonia, otite média aguda)

Índice
O que se deve tomar em consideração antes de utilizá-lo?
Como é utilizado?
Quais são os possíveis efeitos secundários?
Como deve ser guardado?
Mais informações

O que se deve tomar em consideração antes de utilizá-lo?

Não tome Amoxicilina e Ácido Clavulânico-ratiopharm 875 mg e 125 mg comprimidos revestidos

  • se tem alergia (hipersensibilidade) à amoxicilina ou ao ácido clavulânico ou a qualquer outro componente deste medicamento
  • se tem alergia (hipersensibilidade) a qualquer outro antibiótico ?-lactâmico (por exemplo, penicilinas, cefalosporinas)
  • se sofre de insuficiência hepática grave ou se sofreu de insuficiência hepática ou teve icteríciadurante um tratamento anterior com amoxicilina/ácido clavulânico.
  • se sofre de mononucleose infecciosa ou leucemia linfática

Tome especial cuidado com Amoxicilina e Ácido Clavulânico-ratiopharm 875 mg e 125 mg comprimidos revestidos

  • se sofre de insuficiência hepática ou disfunção hepática
  • se sofre de disfunção renal
  • se tem idade superior a 60 anos
  • se apresenta perturbações gastrointestinais graves, como vómitos ou diarreia
  • se sofre de alregias graves ou asma
  • se está a tomar medicamentos anti-coagulantes
  • se tem mononucleose infecciosa ou leucemia linfática pois aumenta o risco de exantema

Tomar Amoxicilina e Ácido Clavulânico-ratiopharm 875 mg e 125 mg comprimidos revestidos com outros medicamentos
Informe o seu médico ou farmacêutico se estiver a tomar ou tiver tomado recentemente outros medicamentos, incluindo medicamentos obtidos sem receita médica.
Informe o seu médico se estiver a tomar algum dos seguintes medicamentos:

  • antibióticos bacteriostáticos como tetraciclinas, macrólidos, sulfonamidas ou cloranfenicol;
  • probenecide e alopurinol (medicamento utilizado no tratamento da gota);
  • digoxina (medicamento usado para tratar problemas de coração);
  • dissulfiram (medicamento usado no tratamento do alcoolismo);
  • anti-coagulantes (tipo cumarinas)
  • contraceptivos orais (a pílula). Neste caso, o seu médico recomendará, se necessário, métodos contraceptivos adicionais.
  • sulfassalazina
  • metotrexato

Tomar Amoxicilina e Ácido Clavulânico-ratiopharm 875 mg e 125 mg comprimidos revestidos com alimentos e bebidas
Os comprimidos revestidos devem ser tomados inteiros, sem mastigar, com um copo de água ou outro líquido.
Os comprimidos devem ser tomados no início das refeições para reduzir qualquer possível desconforto gastrointestinal.

Gravidez e aleitamento
Consulte o seu médico ou farmacêutico antes de tomar qualquer medicamento. Amoxicilina e Ácido Clavulânico-ratiopharm 875 mg e 125 mg comprimidos revestidos deve apenas ser utilizado durante a gravidez após a avaliação do risco/benefício pelo seu médico assistente.
Ambas as substâncias activas passam para o leite materno, pelo que o aleitamento deve ser interrompido antes de iniciar o tratamento com este medicamento.

Condução de veículos e utilização de máquinas
Foram observados casos isolados de efeitos indesejáveis que deixam o doente incapaz de participar activamente no trânsito rodoviário, de utilizar máquinas e de trabalhar sem tomar as precauções adequadas (ex: choque anafiláctico, convulsões).

Como é utilizado?

Tomar Amoxicilina e Ácido Clavulânico-ratiopharm 875 mg e 125 mg comprimidos revestidos sempre de acordo com as indicações do médico. Fale com o seu médico ou farmacêutico se tiver dúvidas. A dose de Amoxicilina e Ácido Clavulânico-ratiopharm 875 mg e 125 mg comprimidos revestidos depende da idade, peso e função renal de cada doente em particular, da gravidade e do local da infecção e dos agentes causais suspeitados ou demonstrados.

Adultos e adolescentes (pesando mais de 40 kg) recebem um comprimido revestido de Amoxicilina e Ácido Clavulânico-ratiopharm 875 mg e 125 mg comprimidos revestidos, duas vezes por dia. As doses individuais devem ser tomadas em intervalos regulares ao longo do dia: idealmente em intervalos de 12 horas.

Por regra, Amoxicilina e Ácido Clavulânico-ratiopharm 875 mg e 125 mg comprimidos revestidos é administrado por mais 3 a 4 dias após a melhoria/regressão dos sintomas e deve ser continuado, no entanto, durante pelo menos o período de tratamento mínimo geralmente recomendado. O tratamento não deve ser prolongado por mais de 14 dias sem revisão.

Se tomar mais Amoxicilina e Ácido Clavulânico-ratiopharm 875 mg e 125 mg comprimidos revestidos do que deveria
Contacte de imediato o seu médico ou diriga-se ao hospital mais próximo.

Os sintomas de sobredosagem correspondem essencialmente ao perfil de efeitos secundários. É possível a ocorrência de sintomas gastrointestinais e perturbações dos fluidos e do balanço electrolítico.

Caso se tenha esquecido de tomar Amoxicilina e Ácido Clavulânico-ratiopharm 875 mg e 125 mg comprimidos revestidos
Se se esquecer de uma dose, tome-a logo que possível. Se estiver próximo da dose seguinte, não tome a dose de que se esqueceu; limite-se a voltar ao seu esquema de dosagem habitual.

Quais são os possíveis efeitos secundários?

Como os demais medicamentos, Amoxicilina e Ácido Clavulânico-ratiopharm 875 mg e 125 mg comprimidos revestidos pode causar efeitos secundários em algumas pessoas.
A Amoxicilina e Ácido Clavulânico ratiopharm 875 mg e 125 mg comprimidos revestidos pode provocar os seguintes efeitos indesejáveis:
Muito frequentes: perturbações gastrointestinais na forma de dor no estômago, náuseas (mais frequentemente a doses mais elevadas), vómitos, meteorismo, fezes moles ou diarreia. Frequentes: superinfecções e colonização com organismos e fungos resistentes, reacções cutâneas que são manifestadas como exantemas e prurido, aumento moderado nas concentrações das enzimas hepáticas, secura de boca, exantemas e pruridos.
Pouco frequentes: dispepsia
Raros: meningite asséptica, trombocitose, anemia hemolítica, reacções cutâneas bolhosas ou exfoliativas (por exemplo, eritema multiforme exsudativo, síndrome de Stevens-Johnson, necrólise tóxica epidérmica) e choque anafiláctico, candidíase intestinal, colite hemorrágica, hepatite transitória e icterícia colestática, ardor, irritação e corrimento vaginal.
Muito raros: alteração das contagens sanguíneas na forma de leucopenia, granulocitopenia, trombocitopenia, pancitopenia, anemia ou mielossupressão e prolongamento do tempo de hemorragia e de protrombina, hiperactividade, ansiedade, insónia, confusão mental, agressão, convulsões (ver abaixo), cefaleias, disgeusia, descoloração dos dentes, língua negra, nefrite intersticial, cristalúria, colite pseudomembranosa, reacções de hipersensibilidade agudas graves (ex: anafilaxia), ocorrência de convulsões (do tipo epilepsia).

Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar quaisquer efeitos secundários não mencionados neste folheto, informe o seu médico ou farmacêutico.

Como deve ser guardado?

Manter fora do alcance e da vista das crianças.
Não conservar acima de 25ºC.
Não utilize Amoxicilina e Ácido Clavulânico-ratiopharm 875 mg e 125 mg comprimidos revestidos após o prazo de validade impresso na embalagem exterior. O prazo de validade corresponde ao último dia do mês indicado.

Os medicamentos não devem ser eliminados na canalização ou no lixo doméstico. Pergunte ao seu farmacêutico como eliminar os medicamentos de que já não necessita. Estas medidas irão ajudar a proteger o ambiente.

Mais informações

Este folheto foi revisto pela última vez em

Cookies help us deliver our services. By using our services, you agree to our use of cookies. OK