Autor: Menarini International Operations Luxembourg, S.A.


Informação longa

O que é e como se utiliza?

Lergonix comprimidos contêm bilastina, um anti-histamínico. Lergonix é usado no alívio dos sintomas de febre dos fenos (espirros, prurido, corrimento nasal, congestionamento nasal e olhos vermelhos e lacrimejantes) e outras reacções alérgicas semelhantes. Também pode ser usado para o tratamento de erupção cutânea (dermatite ou urticária).

Índice
O que se deve tomar em consideração antes de utilizá-lo?
Como é utilizado?
Quais são os possíveis efeitos secundários?
Como deve ser guardado?
Mais informações

O que se deve tomar em consideração antes de utilizá-lo?

Não tome Lergonix
Se tem alergia (hipersensibilidade) à bilastina ou a qualquer outro componente de Lergonix 20 mg comprimidos (ver secção 6, Outras Informações)

Tome especial cuidado com Lergonix
Se tem compromisso renal moderado ou grave e se está a tomar outros medicamentos (veja abaixo)
Não é adequado para crianças com menos de 12 anos de idade
Não exceda a dose recomendada. Se os sintomas persistirem, consulte o seu médico.

Ao tomar Lergonix com outros medicamentos
Informe o seu médico ou farmacêutico se estiver a tomar, ou se tiver tomado recentemente, outros medicamentos, incluindo medicamentos obtidos sem receita médica.

Se estiver a tomar um dos seguintes medicamentos, informe o seu médico: Cetoconazol (anti-fúngico)
Eritromicina (antibiótico)
Diltiazem (para o tratamento de angina)
Ciclosporina (para reduzir a actividade do seu sistema imunitário com o objectivo de evitar a rejeição de transplantes ou de reduzir a actividade das doenças autoimunes e alérgicas, tais como psoríase, dermatite atópica ou artrite reumatóide)
Ritonavir (tratamento da SIDA)
Rifampicina (antibiótico)

Ao tomar Lergonix com alimentos e bebidas
Estes comprimidos não devem ser tomados com alimentos, nem com sumo de toranja ou outros sumos de frutas, pois isto diminui o efeito da bilastina. Para evitar esta situação poderá: tomar o comprimido e esperar uma hora antes de ingerir alimentos ou sumos de fruta, ou esperar 2 horas antes de tomar o comprimido caso tenha ingerido alimentos ou sumos de fruta

Gravidez e aleitamento
Se está grávida, deseja engravidar ou está a amamentar, contacte o seu médico. Consulte o seu médico ou farmacêutico antes de tomar qualquer medicamento.

Condução de veículos e utilização de máquinas
Um estudo realizado para estabelecer o efeito da bilastina na capacidade de conduzir demonstrou que o tratamento com 20 mg de bilastina não afecta a capacidade de condução. Contudo, muito raramente algumas pessoas podem sentir sonolência, o que poderá afectar a sua capacidade para conduzir e utilizar máquinas.

Ingestão de bebidas alcoólicas
Na dose recomendada (20 mg), a bilastina não aumenta o entorpecimento provocado pelo álcool.

Como é utilizado?

Tomar Lergonix sempre de acordo com as indicações do médico. Fale com o seu médico ou farmacêutico se tiver dúvidas.

Adultos, incluindo idosos e adolescentes com 12 ou mais anos de idade
Tomar um comprimido por dia.
O comprimido deve ser tomado com o estômago vazio, por exemplo de manhã, antes do pequeno-almoço. Não deve ingerir alimentos durante uma hora após a toma de bilastina. Tome o comprimido com um copo de água.
A ranhura do comprimido destina-se unicamente a facilitar a sua divisão, de modo a ajudar a deglutição, e não a divisão em doses iguais.

Se tomar mais Lergonix do que deveria

Se você ou outra pessoa, tomar mais Lergonix 20 mg comprimidos do que deveria, informe imediatamente o seu médico ou farmacêutico.

Caso se tenha esquecido de tomar Lergonix
Não tome uma dose a dobrar para compensar uma dose que se esqueceu de tomar. Caso se tenha esquecido de tomar uma dose, tome-a o mais depressa possível e depois continue o tratamento de acordo com a posologia recomendada habitual. Caso ainda tenha dúvidas sobre a utilização deste medicamento, fale com o seu médico ou farmacêutico.

Quais são os possíveis efeitos secundários?

Como todos os medicamentos, Lergonix pode causar efeitos secundários; no entanto, estes não se manifestam em todas as pessoas.

Os efeitos secundários que poderão ocorrer são:
Frequentes: afectam 1 a 10 utilizadores em cada 100
dor de cabeça
sonolência
Pouco frequentes: afectam 1 a 10 utilizadores em cada 1.000
resultados de análises sanguíneas apresentando alterações ao nível da função hepática registo cardíaco por ECG anormal
batimento cardíaco irregular
tonturas
tinnitus (zumbidos nos ouvidos)
vertigens (sensação de tonturas ou de ?andar tudo à roda?)
dispneia (dificuldade em respirar)
secura ou desconforto nasal
dor de estômago
náuseas (sensação de má disposição)
diarreia
boca seca
indigestão
gastrite (inflamação da parede do estômago)
prurido
aumento do apetite
ulceração (herpes oral)
cansaço
sede
febre
sensação de fraqueza
ansiedade
dificuldades em dormir

Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar quaisquer efeitos secundários não mencionados neste folheto, informe o seu médico ou farmacêutico.

Como deve ser guardado?

Manter fora do alcance e da vista das crianças.

Não utilize Lergonix após o prazo de validade impresso na embalagem exterior e nos ?blisters?, a seguir a VAL. O prazo de validade corresponde ao último dia do mês indicado.

Este medicamento não necessita de precauções especiais de conservação.

Os medicamentos não devem ser eliminados na canalização ou no lixo doméstico. Pergunte ao seu farmacêutico como eliminar os medicamentos de que já não necessita. Estas medidas irão ajudar a proteger o ambiente.

Mais informações

Qual a composição de Lergonix
A substância activa é a bilastina. Cada comprimido contém 20 mg de bilastina. Os outros componentes são: celulose microcristalina, carboximetilamido sódico tipo A (um derivado da batata), sílica coloidal anidra, estearato de magnésio.

Qual o aspecto de Lergonix e conteúdo da embalagem
Os comprimidos de Lergonix 20 mg são brancos, ovais, biconvexos e ranhurados. Os comprimidos apresentam-se em blisters de 10, 20, 30, 40 ou 50 comprimidos. É possível que não sejam comercializadas todas as apresentações.

Titular da Autorização de Introdução no Mercado e Fabricante

Titular da Autorização de Introdução no Mercado

Menarini International Operations Luxembourg S.A.
1, Avenue de la Gare
L-1611 Luxembourg

Fabricante

FAES FARMA, S.A.
Máximo Aguirre, 14. 48.940 ? Leioa (Vizcaya)
Spain

Este medicamento encontra-se autorizado nos Estados Membros de Espaço Económico Europeu (EEE) sob as seguintes denominações:

Austria Bélgica Bulgária Chipre Nasitop 20 mg Tabletten Bellozal 20 mg Tablet Fortecal 20 mg Bilaz 20 mg República Checa Xados 20 mg Tablety Dinamarca Estónia Finlândia França Alemanha Grécia Hungria Islândia Irlanda Itália Letónia Lituânia Revitelle 20 mg Tablet Opexa Revitelle 20 mg Tabletti Bilaska 20 mg Comprimé Bilaxten 20 mg Tabletten Bilaz 20 mg Glorial 20 mg tabletta Bilaxten 20 mg Tafla Drynol 20 mg tablets Olisir 20 mg Compressa Opexa 20 mg Tabletes Opexa 20 mg Tabletìs Luxemburgo Bellozal 20 mg Tablet Malta Noruega Polónia Portugal Roménia Gosall 20 mg tablets Zilas 20 mg Tablett Clatra Lergonix 20 mg Comprimido Aligrin 20 mg Comprimate República Eslovaca Bilahist 20 mg Tableta Eslovénia Vitador 20 mg tablete Espanha Ibis 20 mg Comprimido Suécia Bilaxten 20 mg Tablett Reino Unido Ilaxten 20 mg tablets

Este folheto informativo foi aprovado pela última vez em

Cookies help us deliver our services. By using our services, you agree to our use of cookies. OK