Alfuzosina Sandoz 5 mg Comprimidos de libertação prolongada

Código ATC
G04CA01
Alfuzosina Sandoz 5 mg Comprimidos de libertação prolongada

Sandoz Farmacêutica, Lda.

Substância(s)
Alfuzosina
Narcótica
Não
Grupo farmacológico Medicamentos utilizados na hipertrofia prostática benigna

Anúncio

Tudo para saber

Titular da autorização

Sandoz Farmacêutica, Lda.

O que é e como se utiliza?

Alfuzosina Solufarma 5 mg Comprimidos de libertação prolongada é um medicamento que se apresenta na forma de Comprimidos de libertação prolongada para administração oral.

Alfuzosina Solufarma 5 mg Comprimidos de libertação prolongada é um medicamento que pertence ao grupo farmacoterapêutico: 7.4.2.1 ? Medicamentos usados na retenção urinária

Alfuzosina Solufarma 5 mg Comprimidos de libertação prolongada está indicado no tratamento dos sintomas moderados a graves da hiperplasia benigna da próstata.

Anúncio

O que se deve tomar em consideração antes de utilizá-lo?

Não tome Alfuzosina Solufarma 5 mg Comprimidos de libertação prolongada:

  • Se tem hipersensibilidade (alergia) à alfuzosina ou a qualquer outro dos ingredientes do medicamento.
  • Se tem hipotensão ortostática.
  • Se está a tomar outros alfa-1-bloqueantes.
  • Se tem insuficiência hepática grave.

Tome especial cuidado com Alfuzosina Solufarma 5 mg Comprimidos de libertação prolongada

  • Se tiver apresentado uma resposta hipotensiva pronunciada a outro medicamento do mesmo grupo (alfa-1-bloqueantes).
  • Se sofrer de doença coronária e notar um reaparecimento ou agravamento da angina de peito, deve consultar o seu médico.

Durante o tratamento com Alfuzosina Solufarma pode ocorrer hipotensão postural, com ou sem sintomas (vertigens, fadiga, sudação), especialmente se estiver a tomar simultâneamente medicamentos anti-hipertensores. Neste caso, deverá deitar-se até ao completo desaparecimento dos sintomas. Estes efeitos são normalmente transitórios, aparecem no início do tratamento e, geralmente, não impedem a sua continuação.

Gravidez
Não aplicável devido às indicações terapêuticas do medicamento.

Aleitamento
Não aplicável devido às indicações terapêuticas do medicamento.

Condução de veículos e utilização de máquinas:
Podem ocorrer reacções adversas tais como tonturas, vertigens e astenia, principalmente no início do tratamento. Esta possibilidade deve ser tida em consideração quando da condução de veículos ou da utilização de máquinas.

Informações importantes sobre alguns ingredientes de Alfuzosina Solufarma 5 mg Comprimidos de libertação prolongada:

Este medicamento contém lactose.
Se tiver intolerância a alguns açúcares, informe o seu médico antes de tomar este medicamento.

Tomar Alfuzosina Solufarma 5 mg Comprimidos de libertação prolongada com outros medicamentos:
Informe o seu médico ou farmacêutico se estiver a tomar ou tiver tomado recentemente outros medicamentos, incluindo medicamentos sem receita médica.

Está contra-indicada a associação da Alfuzosina com outros alfa-1-bloqueantes.

Informe o seu médico se estiver a tomar medicamentos anti-hipertensores e/ou nitratos.

Se necessitar receber um anestésico geral, deve informar o anestesista de que está a fazer tratamento com Alfuzosina Solufarma.

Como é utilizado?

Tomar Alfuzosina Solufarma 5 mg Comprimidos de libertação prolongada sempre de acordo com as instruções do médico. Fale com o seu médico ou farmacêutico se tiver dúvidas.

Adultos: Um comprimido de libertação prolongada de 5 mg duas vezes por dia (de manhã e à noite). A primeira dose deve ser tomada ao deitar.

Idosos: Um comprimido de libertação prolongada de 5 mg diariamente. A primeira dose deve ser tomada ao deitar. A dose deve ser aumentada para 10 mg diariamente, dada como 1 comprimido de libertação prolongada 5 mg duas vezes ao dia.

Insuficiência renal: Um comprimido de libertação prolongada de 5 mg diariamente. A primeira dose deve ser tomada ao deitar. A posologia deve ser ajustada de acordo com a resposta clínica.
Insuficiência hepática: Nos doentes com insuficiência hepática recomenda-se começar a terapêutica com um comprimido de 2,5 mg por dia e, em seguida, aumentar para um comprimido de 2,5 mg duas vezes por dia de acordo com a resposta clínica.

Os comprimidos de libertação prolongada devem ser engolidos inteiros.

Fale com o seu médico ou farmacêutico se tiver a impressão de que Alfuzosina Solufarma 5 mg Comprimidos de libertação prolongada é demasiado forte ou demasiado fraco.

Se tomar mais Alfuzosina Solufarma 5 mg Comprimidos de libertação prolongada do que deveria:
Em caso de sobredosagem deve contactar o seu médico ou o hospital mais próximo.

Caso se tenha esquecido de tomar Alfuzosina Solufarma 5 mg Comprimidos de libertação prolongada
Não tome uma dose a dobrar para compensar a dose que se esqueceu de tomar. Tome a dose esquecida logo que possível e retome o intervalo habitual entre as doses.

Quais são os possíveis efeitos secundários?

Como os demais medicamentos, Alfuzosina Solufarma 5 mg Comprimidos de libertação prolongada pode ter efeitos secundários.

  • Alterações psiquiátricas e do SNCComuns: desmaio/tonturas, vertigens, mal-estar, cefaleias Pouco comuns: sonolência
  • Alterações de visão

Pouco comuns: visão alterada

  • Alterações cardiovasulares Comuns: hipotensão (postural) Pouco comuns: taquicardia, palpitações, síncope
  • Alterações do sistema respiratório Pouco comuns: rinite
  • Alterações gastrintestinais Comuns: náuseas, dor abdominal, diarreia, boca seca
  • Pele e apêndices Pouco comuns: erupção cutânea, prurido
  • Gerais Comuns: astenia Pouco comuns: rubores, edema, dor torácica

Como deve ser guardado?

Manter fora do alcance e da vista das crianças.

Não são necessárias precauções especiais de conservação.
Não utilize Alfuzosina Solufarma 5 mg Comprimidos de libertação prolongada após expirar o prazo de validade indicado na embalagem.

Mais informações

Para quaisquer informações sobre este medicamento, queira contactar o titular da autorização de introdução no mercado.

Data da última revisão do folheto

O seu assistente pessoal de medicamentos

Medicamentos

Pesquise aqui a nossa extensa base de dados de medicamentos de A-Z, com efeitos e ingredientes.

Substâncias

Todas as substâncias activas com a sua aplicação, composição química e medicamentos em que estão contidas.

Doenças

Causas, sintomas e opções de tratamento para doenças e lesões comuns.

O conteúdo apresentado não substitui a bula original do medicamento, especialmente no que diz respeito à dosagem e efeito dos produtos individuais. Não podemos assumir qualquer responsabilidade pela exactidão dos dados, uma vez que os dados foram parcialmente convertidos automaticamente. Um médico deve ser sempre consultado para diagnósticos e outras questões de saúde. Mais informações sobre este tópico podem ser encontradas aqui.

This website is certified by Health On the Net Foundation. Click to verify.