Topiramato Bluantina

Código ATC
N03AX11
Topiramato Bluantina

Arrowblue Produtos Farmacêuticos S.A.

Substância(s)
Topiramato
Narcótica
Não
Grupo farmacológico Antiepilépticos

Anúncio

Tudo para saber

Titular da autorização

Arrowblue Produtos Farmacêuticos S.A.

O que é e como se utiliza?

O topiramato pertence a um grupo de medicamentos usados para tratar a epilepsia e prevenir as enxaquecas. O topiramato afecta compostos químicos do cérebro que estão envolvidos no envio de sinais para os nervos.

Epilepsia:
O topiramato pode ser usado no tratamento da epilepsia, incluindo epilepsia generalizada primária e epilepsia parcial com ou sem generalização secundária.

O topiramato pode ser utilizado isolado ou em associação com outros medicamentos anti-epilépticos para tratar adultos e adolescentes com mais de 12 anos de idade.

Enxaqueca:
O topiramato pode ser usado para tratar enxaquecas de recorrência frequente em adultos. Topiramato Bluantina não se destina ao tratamento de ataques isolados de enxaqueca.

Anúncio

O que se deve tomar em consideração antes de utilizá-lo?

Não tome Topiramato Bluantina:

  • Se tem alergia (hipersensibilidade) ao topiramato.
  • Se tem alergia a qualquer dos outrosingredientes de Topiramato Bluantina (ver secção

Como é utilizado?

Tome Topiramato Bluantina sempre de acordo com as instruções do médico. Fale com o seu médico ou farmacêutico se tiver dúvidas.

As cápsulas de Topiramato Bluantina podem ser engolidas inteiras com um copo de água ou podem ser administradas abrindo cuidadosamente a cápsula e espalhando todo o seu conteúdo numa pequena porção (uma colher de chá) de um alimento mole, como por ex. banana esmagada, gelado ou iogurte. Esta mistura deve ser imediatamente ingerida e não deve ser mastigada, Não deve ser armazenada para utilização posterior. As cápsulas são normalmente administradas duas vezes ao dia (por exemplo de manhã e à noite) e podem ser tomadas antes, durante ou após as refeições.

Epilepsia:
Adultos e adolescentes (crianças com idade igual ou superior a 12 anos): Se está a tomar apenas topiramato para controlar a epilepsia, a dose usual é de 100 mg por dia. Esta dose pode ser administrada como uma dose única de 100 mg ou em duas tomas repartidas de 50 mg. O seu médico pode reduzir ou aumentar a dose diária dependendo da forma como a sua epilepsia está controlada.

Se está a tomar topiramato em associação com outros anti-epilépticos, a dose usual de topiramato é de 100-200 mg administrados duas vezes ao dia. No entanto, o seu médico pode aconselhar-lhe uma dose mais alta ou mais baixa.

Aquando do início do tratamento com Topiramato Bluantina o seu médico irá prescrever uma dose muito mais baixa, que irá depois aumentar lentamente, normalmente a intervalos de uma ou duas semanas. Deve sempre seguir cuidadosamente as instruções do seu médico e aconselhar-se com ele se tiver quaisquer dúvidas.

A utilização de Topiramato não é recomendada em crianças com menos de 12 anos de idade.

Enxaqueca:

A dose usual para o tratamento da enxaqueca é de 50 mg de topiramato, administrados duas vezes ao dia. No entanto, o seu médico pode aconselhar uma dose mais baixa e deve seguir as suas instruções.

Aquando do início do tratamento com topiramato o seu médico irá prescrever uma dose muito mais baixa que irá depois aumentar lentamente, normalmente a intervalos de uma semana.

O seu tratamento será depois revisto, normalmente a cada seis meses.

Este medicamento não é recomendado na prevenção de enxaquecas em crianças e adolescentes com menos de 18 anos de idade.

Geral:

  • se tem uma doença do fígado ou rins, o seu médico pode prescrever uma dose mais baixa;
  • se faz hemodiálise o seu médico pode aumentar a dose de topiramato nos dias da hemodiálise.

Fale com o seu médico se tiver quaisquer dúvidas e siga sempre cuidadosamente as instruções do seu médico.

Se tomar mais Topiramato Bluantina do que deveria pode sentir-se com tonturas, agitado, deprimido ou sonolento e ter dores de cabeça ou visão enevoada ou dupla, discurso arrastado, problemas de coordenação ou dor no estômago. Deve contactar o seu médico imediatamente ou dirigir-se ao serviço de urgências mais próximo. Não se esqueça de levar consigo a embalagem e quaisquer cápsulas que ainda tenha.

Caso se tenha esquecido de tomar Topiramato Bluantina:
Tome a dose esquecida assim que se lembrar. Se estiver quase na hora da próxima toma não tome a dose esquecida, tome apenas a próxima dose à hora prevista. Não tome uma dose a dobrar para compensar a dose que se esqueceu de tomar.

Se parar de tomar Topiramato Bluantina:
Pode ter mais crises ou um agravamento súbito das enxaquecas. É importante que continue a tomar as cápsulas até que o seu médico lhe diga para parar. Se o seu médico decidir interromper o tratamento com topiramato, ele irá, habitualmente, fazê-lo de forma gradual ao longo de algumas semanas. É importante que siga as instruções do seu médico.

Caso ainda tenha dúvidas sobre a utilização deste medicamento, fale com o seu médico ou farmacêutico.

Quais são os possíveis efeitos secundários?

Como os demais medicamentos, Topiramato Bluantina pode causar efeitos secundários. No entanto, estes não se manifestam em todas as pessoas.

Se detectar o aparecimento de erupção cutânea, prurido, aparecimento de bolhas ou outros efeitos na pele, olhos, boca ou genitais, ou se tiver temperatura elevada, deve parar de tomar Topiramato Bluantina e contactar imediatamente o seu médico.

Raramente, os doentes a tomar topiramato podem ter pensamentos de auto-agressividade ou suicidas. Se, em qualquer altura, surgirem este tipo de pensamentos, contacte imediatamente o seu médico ou dirija-se ao serviço de urgências mais próximo.

Foram descritos os seguintes efeitos secundários:

Muito frequentes (com a probabilidade de afectarem mais de 1 em cada 10 pessoas):

  • tonturas - depressão
  • cansaço - anorexia
  • nervosismo - ansiedade
  • dores de cabeça - problemas de concentração
  • náuseas (sensação de doença) - picadas e formigueiro
  • perda de peso - alterações do discurso
  • problemas de memória - ataxia (problemas em controlar os
  • confusãomúsculos)
  • visão anormal ou duplicada

Frequentes (com a probabilidade de afectarem menos de 1 em cada 10 pessoas):

  • dor óssea- perda de desejo sexual
  • reacções alérgicas- dor de estômago
  • insónia (dificuldades em dormir)- obstipação
  • acidose metabólica (aumento da acidez no- queda de cabelo organismo) - incontinência urinária
  • hemorragia nasal- cálculos renais (que se podem apresentar
  • redução do número de algumas células como sangue na urina ou dor lombar ou da sanguíneas (leucopenia, anemia e área genital) trombocitopénia) - tremores;
  • apatia- marcha anormal
  • falta de energia- movimento involuntário dos olhos
  • perda de sensações emocionais e - alterações do paladar alterações do humor - alterações no ciclo menstrual
  • sensação de agitação ou agressividade
  • problemas de coordenação

Pouco frequentes (com a probabilidade de afectarem menos de 1 em cada 100 pessoas):

  • distúrbios de personalidade (alteração dos - torpor pensamentos, sentimentos e - prurido, incluindo no couro cabeludo comportamento) - redução da mobilidade
  • dificuldades respiratórias - alucinações
  • diarreia - vómitos
  • boca seca

Raros (com a probabilidade de afectarem menos de 1 em cada 1.000 pessoas):

  • neutropenia (redução dos neutrófilos, um - redução da acuidade visual tipo de células sanguíneas brancas) - aumentos das enzimas hepáticas.
  • glaucoma (aumento da pressão ocular)
  • dor ocular

Ocorreu raramente o aparecimento súbito de visão enevoada e/ou dor e vermelhidão ocular, quer em adultos quer em crianças, tipicamente durante o primeiro mês do início do tratamento com topiramato. Isto pode indicar o aumento da pressão dentro do olho (glaucoma). Caso desenvolva quaisquer sintomas oculares, principalmente nas primeiras semanas de tratamento, deve informar imediatamente o seu médico. Se o seu médico concluir que se trata de um aumento da pressão ocular, ele aconselhá-lo-á como deve interromper a administração de topiramato e pode ainda aconselhar tratamento específico dos olhos. Pode também necessitar revisitar o seu médico especialista para assegurar o controlo da epilepsia.

Pode sofrer perda de peso contínua e significativa durante o tratamento com topiramato. É por isso normal que o seu médico queira monitorizar o peso com alguma regularidade e, se necessário, aconselhe uma alteração da dieta.

Os testes sanguíneos mostraram, por vezes, um ligeiro aumento da acidez. Se necessário

  • seu médico irá monitorizar este parâmetro e pode ajustar a dose de topiramato.

Foram descritas muito raramente hepatite e insuficiência hepática, assim com convulsões, após a interrupção do tratamento com topiramato.

Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar quaisquer efeitos secundários não mencionados neste folheto, informe o seu médico ou farmacêutico.

Como deve ser guardado?

Manter fora do alcance e da vista das crianças.

Conservar na embalagem de origem. Manter o recipiente bem fechado para proteger da humidade.

Não utilize Topiramato Bluantina após o prazo de validade impresso no frasco e na embalagem exterior. O prazo de validade refere-se ao último dia do mês indicado.

Os medicamentos não devem ser eliminados na canalização ou no lixo doméstico. Pergunte ao seu farmacêutico como eliminar os medicamentos de que já não necessita. Estas medidas irão ajudar a proteger o ambiente.

Mais informações

Qual a composição de Topiramato Bluantina

  • A substância activa é o topiramato (cada cápsula contém 50 mg de topiramato).
  • Os outros ingredientes são esferas de açúcar (que contêm sacarose e amido de milho), povidona, aroma anisado, sacarina sódica (E 954), estearato de magnésio, gelatina, dióxido de titânio (E 171) e Opdary-II-85F18378 branco (que contém álcool polivinílico parcialmente hidrolisado, macrogol, talco e dióxido de titânio).

A tinta preta de impressão contém shellac, etanol, isopropanol, butanol, propilenoglicol, água purificada, solução forte de amónia, hidróxido de potássio e óxido de ferro negro (E 172).

Qual o aspecto de Topiramato Bluantina e conteúdo da embalagem
Este medicamento apresenta-se na forma de cápsulas de gelatina dura.

As cápsulas são brancas com a impressão ?50? a preto no corpo e ?? ?Ti? na cabeça.

Topiramato Bluantina está disponível em frascos de HDPE contendo 14, 20, 28, 56 e 60 cápsulas.
É possível que não sejam comercializadas todas as apresentações.

Titular da autorização de introdução no mercado:

Arrowblue Produtos Farmacêuticos S.A.
Av. D. João II, Torre Fernão de Magalhães, 10ºEsq.
1998-025 Lisboa
Tel: 21 896 51 05
Fax: 21 896 51 06
Mail: geral@arrowblue.pt

Fabricante :

* Arrow Pharm (Malta) Limited
62 Hal Far Industrial Estate,
Birzebbugia, BBG06

Malta

Ou

* Selamine Limited T/A Arrow Generics Limited
Unit 4, Willsborough Cluster, Clonshaugh Industrial Estate
Clonshaugh, Dublin 17,
Irlanda

Este folheto foi revisto em.

* No FI a incluir nos lotes para comercialização será apenas listado o fabricante responsável pela libertação desses lotes.

O seu assistente pessoal de medicamentos

Medicamentos

Pesquise aqui a nossa extensa base de dados de medicamentos de A-Z, com efeitos e ingredientes.

Substâncias

Todas as substâncias activas com a sua aplicação, composição química e medicamentos em que estão contidas.

Doenças

Causas, sintomas e opções de tratamento para doenças e lesões comuns.

O conteúdo apresentado não substitui a bula original do medicamento, especialmente no que diz respeito à dosagem e efeito dos produtos individuais. Não podemos assumir qualquer responsabilidade pela exactidão dos dados, uma vez que os dados foram parcialmente convertidos automaticamente. Um médico deve ser sempre consultado para diagnósticos e outras questões de saúde. Mais informações sobre este tópico podem ser encontradas aqui.

This website is certified by Health On the Net Foundation. Click to verify.