Topiramato Aurovitas

Código ATC
N03AX11
Topiramato Aurovitas

Generis Farmacêutica

Medicamentos padrão Humano
Substância(s)
Topiramato
Narcótica
Não
Data de aprovação 08.07.2015
Grupo farmacológico Antiepilépticos

Anúncio

Tudo para saber

Titular da autorização

Generis Farmacêutica

O que é e como se utiliza?

Topiramato Aurovitas pertence a um grupo de medicamentos denominado "medicamentos antiepiléticos". É utilizado em:

  • monoterapia no tratamento de convulsões em adultos e crianças com idade superior a 6 anos.
  • no tratamento de convulsões em adultos e crianças, de idade igual ou superior a 2 anos, juntamente com outros medicamentos.
  • para prevenir enxaquecas em adultos.

Anúncio

O que se deve tomar em consideração antes de utilizá-lo?

  • se tem alergia ao topiramato ou a qualquer outro componente deste medicamento (indicados na secção 6).
  • na prevenção da enxaqueca, se está grávida ou é uma mulher com potencial para engravidar, a menos que esteja a utilizar contraceção eficaz (para mais informações, ver secção “Gravidez e amamentação”). Deve falar com o seu médico acerca de qual o melhor tipo de contraceção a utilizar enquanto estiver a tomar Topiramato Aurovitas.

Se não tem a certeza se as situações acima se aplicam a si, consulte o seu médico ou farmacêutico antes de tomar Topiramato Aurovitas.

Advertências e precauções

Fale com o seu médico ou farmacêutico antes de tomar Topiramato Aurovitas se:

  • tem problemas nos rins, especialmente pedras nos rins ou se faz diálise;
  • tem historial de alterações sanguíneas e de fluido corporal (acidose metabólica);
  • tem problemas de fígado;
  • tem problemas nos olhos, especialmente glaucoma;
  • tem problemas de crescimento;
  • está a efetuar uma dieta rica em gorduras (dieta cetogénica).
  • está a tomar Topiramato Aurovitas para tratar epilepsia e está grávida ou é uma mulher em idade fértil (ver a secção “Gravidez e amamentação” para mais informações).

Se não tem a certeza se algum dos pontos acima mencionados se aplica a si, consulte o seu médico ou farmacêutico antes de tomar Topiramato Aurovitas.

É importante que não pare de tomar o seu medicamento sem consultar primeiro o seu médico.

Deve de igual modo falar primeiro com o seu médico antes de tomar qualquer medicamento contendo topiramato, que lhe seja dado em alternativa ao Topiramato Aurovitas.

Pode vir a perder peso ao tomar Topiramato Aurovitas, por isso, o seu peso deve ser verificado regularmente enquanto estiver a tomar este medicamento. Se ao tomar este medicamento estiver a perder demasiado peso ou se a criança a tomar este medicamento não estiver a ganhar peso suficiente, consulte o seu médico.

Um pequeno número de pessoas que iniciaram tratamento com medicamentos antiepiléticos como Topiramato Aurovitas, apresentaram pensamentos de autoagressão e suicídio. Se a qualquer momento tiver estes pensamentos deve consultar imediatamente o seu médico.

Em casos raros, Topiramato Aurovitas pode causar níveis elevados de amónia no sangue (observados nas análises sanguíneas) o que pode provocar alteração do funcionamento do cérebro, especialmente se também estiver a tomar um medicamento chamado ácido valpróico ou valproato de sódio. Já que esta pode ser uma condição grave, informe imediatamente o seu médico se ocorrerem os seguintes sintomas (ver também secção 4 "Efeitos indesejáveis possíveis"):

  • dificuldade em pensar, lembrar informação ou resolver problemas;
  • estar menos alerta ou atento;
  • sentir-se muito sonolento e com pouca energia.

O risco de desenvolver estes sintomas pode aumentar com doses mais altas de Topiramato Aurovitas.

Outros medicamentos e Topiramato Aurovitas

Informe o seu médico ou farmacêutico se estiver a tomar, tiver tomado recentemente ou se vier a tomar outros medicamentos. Topiramato Aurovitas e alguns medicamentos podem interagir entre si. Por vezes, a dose de Topiramato Aurovitas ou de outro medicamento que está a tomar, poderá ter de ser ajustada.

Diga ao seu médico ou farmacêutico se está especialmente a tomar:

  • outros medicamentos que podem comprometer ou reduzir o seu pensamento, concentração ou coordenação muscular (isto é, medicamentos depressores do sistema nervoso central, tais como relaxantes musculares e sedativos);
  • pílulas contracetivas. Topiramato Aurovitas pode diminuir a eficácia da sua pílula. Deve falar com o seu médico acerca de qual o melhor tipo de contraceção a utilizar enquanto estiver a tomar Topiramato Aurovitas.

Consulte o seu médico caso tenha alterações na sua hemorragia menstrual enquanto estiver a tomar a pílula contracetiva e Topiramato Aurovitas.

Guarde consigo uma lista de todos os medicamentos que toma. Mostre essa lista ao seu médico ou farmacêutico antes de tomar um novo medicamento.

Outros medicamentos que deverá informar o seu médico ou farmacêutico incluem medicamentos antiepiléticos, risperidona, lítio, hidroclorotiazida, metformina, pioglitazona, glibenclamida, amitriptilina, propranolol, diltiazem, venlafaxina, flunarizina, Hipericão (Hypericum perforatum) (uma preparação à base de plantas usada para tratar a depressão), varfarina usada para diluir o sangue.

Se não tem a certeza se algum dos pontos acima mencionados se aplica a si, consulte o seu médico ou farmacêutico antes de tomar Topiramato Aurovitas.

Topiramato Aurovitas com alimentos, bebidas e álcool

Pode tomar Topiramato Aurovitas com ou sem alimentos. Beba uma grande quantidade de líquidos durante o dia para prevenir pedras nos rins enquanto estiver a tomar Topiramato Aurovitas. Deve evitar beber álcool enquanto estiver a tomar Topiramato Aurovitas.

Gravidez e amamentação

Prevenção da enxaqueca:

Topiramato Aurovitas pode prejudicar um bebé por nascer. Não deve tomar Topiramato Aurovitas se está grávida. Não deve usar Topiramato Aurovitas para a prevenção da enxaqueca se é uma mulher com potencial para engravidar a menos que esteja a usar contraceção eficaz. Fale com o seu médico acerca de qual o melhor tipo de contraceção e se Topiramato Aurovitas é adequado para si. Deve ser realizado um teste de gravidez antes de iniciar o tratamento com Topiramato Aurovitas.

Tratamento da epilepsia:

Se é uma mulher com potencial para engravidar deve falar com o seu médico acerca de outros possíveis tratamentos em vez de Topiramato Aurovitas. Se a decisão for a de tomar Topiramato Aurovitas, deve utilizar contraceção eficaz. Fale com o seu médico acerca de qual o melhor tipo de contraceção a utilizar enquanto estiver a tomar Topiramato Aurovitas. Deve ser realizado um teste de gravidez antes de iniciar o tratamento com Topiramato Aurovitas. Fale com o seu médico se deseja engravidar.

Tal como com outros medicamentos antiepiléticos, existe um risco de causar lesões no feto se Topiramato Aurovitas for tomado durante a gravidez. Certifique-se que

está bem informada acerca dos riscos e benefícios de tomar Topiramato Aurovitas para a epilepsia durante a gravidez.

- Se tomar Topiramato Aurovitas durante a gravidez, o seu bebé tem um maior risco de ter defeitos à nascença, particularmente lábio leporino (fenda no lábio superior) e fenda palatina (fenda no céu da boca). Os recém-nascidos rapazes poderão também ter uma malformação no pénis (hipospadia). Estes defeitos podem desenvolver-se numa fase inicial da gravidez, até mesmo antes de saber que está grávida.

- Se tomar Topiramato Aurovitas durante a gravidez, o seu bebé pode ser mais pequeno à nascença do que o esperado. Fale com o seu médico se tem dúvidas acerca deste risco durante a gravidez.

- Podem existir outros medicamentos para tratar a sua condição que tenham um risco inferior de defeitos à nascença.

- Informe imediatamente o seu médico se ficar grávida enquanto está a tomar Topiramato Aurovitas. Você e o seu médico devem decidir se continuará a tomar Topiramato Aurovitas enquanto estiver grávida.

Amamentação

A substância ativa de Topiramato Aurovitas (topiramato) passa para o leite humano. Foram observados efeitos em bebés amamentados por mães tratadas, incluindo diarreia, sonolência, irritabilidade e um inadequado aumento de peso. Assim, o seu médico vai discutir consigo sobre se deverá abster-se de amamentar ou abster-se do tratamento com Topiramato Aurovitas. O seu médico vai ter em atenção a importância do medicamento para a mãe e o risco para o bebé.

As mães que amamentem enquanto estão a tomar Topiramato Aurovitas devem dizer ao médico, o mais rapidamente possível, se o bebé experienciar algo fora do normal.

Condução de veículos e utilização de máquinas

Durante o tratamento com Topiramato Aurovitas podem ocorrer tonturas, cansaço e problemas na visão. Não conduza ou utilize ferramentas ou máquinas sem consultar o seu médico primeiro.

Topiramato Aurovitas contém lactose mono-hidratada.

Se foi informado pelo seu médico que tem intolerância a alguns açúcares, contacte-o antes de tomar este medicamento.

Topiramato Aurovitas contém sódio.

Este medicamento contém menos do que 1 mmol (23 mg) de sódio por comprimido revestido por película, ou seja, é praticamente "isento de sódio".

Como é utilizado?

Tome este medicamento exatamente como indicado pelo seu médico ou farmacêutico. Fale com o seu médico ou farmacêutico se tiver dúvidas.

  • O seu médico irá normalmente iniciar o seu tratamento com uma dose mais baixa de Topiramato Aurovitas que depois é aumentada lentamente, até atingir a dose mais adequada para si.
  • Topiramato Aurovitas comprimidos devem ser engolidos inteiros. Evite mastigar os comprimidos uma vez que podem ter um sabor amargo.

- Topiramato Aurovitas pode ser tomado antes, durante, ou após a refeição. Enquanto estiver a tomar Topiramato Aurovitas, beba muitos líquidos durante o dia para prevenir pedras nos rins.

Se tomar mais Topiramato Aurovitas do que deveria

- Consulte o seu médico imediatamente. Leve consigo a embalagem do medicamento.

- Pode sentir sonolência, cansaço ou ficar menos alerta; sentir falta de coordenação; ter dificuldade em falar ou em concentrar-se; ter visão dupla ou turva; sentir-se tonto devido a uma tensão arterial baixa; sentir-se depressivo ou agitado; ou ter dor abdominal ou convulsões (ataques).

Pode ocorrer sobredosagem se estiver a tomar outros medicamentos em associação com Topiramato Aurovitas.

Caso se tenha esquecido de tomar Topiramato Aurovitas

- Se verificou que se esqueceu de tomar uma dose, tome essa dose assim que se lembrar.

- Contudo, se está quase na hora da próxima dose, essa dose deve ser omitida e o tratamento deverá continuar como habitualmente. Se foram omitidas duas ou mais doses, contacte o seu médico.

- Não tome uma dose a dobrar (duas doses ao mesmo tempo) para compensar uma dose que se esqueceu de tomar.

Se parar de tomar Topiramato Aurovitas

Não pare de tomar este medicamento a não ser que o seu médico o tenha indicado. Os seus sintomas podem voltar. Se o seu médico decidir parar esta medicação, a dose deve diminuir gradualmente durante alguns dias.

Caso ainda tenha dúvidas sobre a utilização deste medicamento, fale com o seu médico ou farmacêutico.

Quais são os possíveis efeitos secundários?

Como todos os medicamentos, este medicamento pode causar efeitos indesejáveis, embora estes não se manifestem em todas as pessoas.

Fale com o seu médico, ou procure assistência médica imediatamente se sentir os seguintes efeitos indesejáveis:

Muito frequentes (podem afetar mais de 1 em cada 10 pessoas) - Depressão (aparecimento ou agravamento).

Frequentes (podem afetar até 1 em cada 10 pessoas)

  • Convulsões (ataques).
  • Ansiedade, irritabilidade, alterações de humor, confusão, desorientação.
  • Problemas em concentrar-se, raciocínio lento, perda de memória, problemas de memória (aparecimento, alteração súbita ou aumento da gravidade).
  • Pedras nos rins, urinar frequentemente ou dor ao urinar.

Pouco frequentes (podem afetar até 1 em cada 100 pessoas)

  • Aumento do nível de acidez no sangue (pode originar dificuldade em respirar incluindo falta de ar, perda do apetite, náuseas, vómitos, cansaço excessivo, e batimento cardíaco rápido ou irregular).
  • Diminuição ou perda da transpiração (particularmente em crianças jovens que estão expostas a altas temperaturas).
  • Ter pensamentos de autoagressão grave, tentativa de autoagressão.
  • Perda de parte do campo de visão.

Raros (podem afetar até 1 em cada 1000 pessoas)

  • Glaucoma – bloqueio de líquido no olho originando um aumento da pressão no olho, dor, ou diminuição da visão.
  • Dificuldade em pensar, lembrar informação ou resolver problemas, estar menos alerta ou atento, sentir-se muito sonolento e com pouca energia - estes sintomas podem ser um sinal de níveis elevados de amónia no sangue (hiperamonemia) que pode provocar uma alteração no funcionamento do cérebro (encefalopatia hiperamonémica).
    Desconhecidos (não pode ser calculada a partir dos dados disponíveis):
    Inflamação ocular (uveíte) que pode ter como sintomas vermelhidão ocular, dor, sensibilidade à luz, corrimento ocular, pequenas manchas na visão ou visão turva.

Podem ocorrer outros efeitos indesejáveis; caso se tornem graves, fale com o seu médico ou farmacêutico:

Muito frequentes (podem afetar mais do que 1 em cada 10 pessoas)

  • Corrimento nasal, nariz entupido, ou dor de garganta.
  • Formigueiro, dor e/ou entorpecimento de várias partes do corpo.
  • Sonolência, cansaço.
  • Tonturas.
  • Náuseas, diarreia.
  • Perda de peso.

Frequentes (podem afetar até 1 em cada 10 pessoas)

  • Anemia (baixa contagem de células sanguíneas).
  • Reação alérgica (tal como erupção na pele, vermelhidão, comichão, inchaço da face, urticária).
  • Perda de apetite, diminuição do apetite.
  • Agressão, agitação, fúria, comportamento anormal.
  • Dificuldade em adormecer ou permanecer a dormir.
  • Problemas na fala ou alterações da fala, fala arrastada.
  • Descoordenação ou falta de coordenação, sensação de instabilidade ao andar.
  • Diminuição da capacidade de realizar tarefas rotineiras.
  • Diminuição, perda ou falta de paladar.
  • Tremor ou agitação involuntária; movimento rápido e involuntário dos olhos.
  • Perturbações visuais, tais como visão dupla, visão turva, diminuição da visão, dificuldade em focar.
  • Sensação de rotação (vertigens), som agudo e constante no ouvido, dor de ouvidos.
  • Falta de ar.
  • Tosse.
  • Sangrar do nariz.
  • Febre, indisposição, fraqueza.
  • Vómitos, obstipação, dor ou desconforto abdominal, indigestão, infeção no estômago ou intestinos.
  • Boca seca.
  • Queda de cabelo.
  • Comichão.
  • Dor ou inchaço nas articulações, espasmos ou contrações musculares, dor ou fraqueza muscular, dor no peito.
  • Aumento de peso.

Pouco frequentes (podem afetar até 1 em cada 100 pessoas)

  • Diminuição das plaquetas (células sanguíneas que ajudam a parar uma hemorragia), diminuição dos glóbulos brancos no sangue que ajudam a proteger contra uma infeção, diminuição do nível de potássio no sangue.
  • Aumento das enzimas do fígado, aumento dos eosinófilos (um tipo de glóbulos brancos) no sangue.
  • Glândulas do pescoço, axilas e virilhas inchadas.
  • Aumento do apetite.
  • Humor exaltado.
  • Ouvir, ver ou sentir coisas que não existem, perturbação mental grave (psicose).
  • Não sentir ou não demonstrar emoção, desconfiança fora do normal, ataque de pânico.
  • Problemas de leitura, alterações da fala, problemas em escrever à mão.
  • Inquietação, hiperatividade
  • Raciocínio lento, diminuição do estado de vigília e de alerta.
  • Movimentos corporais reduzidos ou lentos, movimentos musculares involuntários anormais e repetitivos.
  • Desmaio.
  • Sensação anormal ao toque; sentido do tato comprometido.
  • Olfato comprometido, ausência ou distorção do olfato.
  • Sentimento invulgar ou sensação que pode preceder uma enxaqueca ou um certo tipo de convulsão.
  • Olho seco, sensibilidade dos olhos à luz, espasmos da pálpebra, olhos lacrimejantes.
  • Diminuição ou perda de audição, perda de audição num ouvido.
  • Batimento cardíaco lento ou irregular, sentir o batimento do coração no peito.
  • Pressão arterial baixa, pressão arterial baixa ao levantar-se (consequentemente, algumas pessoas a tomar Topiramato Aurovitas podem sentir-se fracas, com tonturas, ou desmaiar quando se levantam ou sentam repentinamente).
  • Rubor, sentir-se quente.
  • Pancreatite (inflamação no pâncreas).
  • Libertação excessiva de gases, azia, enfartamento ou inchaço abdominal.
  • Sangramento das gengivas, aumento da saliva, babar-se, mau hálito.
  • Excessiva ingestão de líquidos, sede.
  • Alteração da cor da pele.
  • Rigidez muscular, dor lateral.
  • Sangue na urina, incontinência (falta de controlo) de urina, desejo urgente de urinar, dor no flanco ou nos rins.
  • Dificuldade em ter ou manter uma ereção, disfunção sexual.
  • Sintomas gripais.
  • Dedos das mãos e dos pés frios.
  • Sentir-se bêbedo.
  • Incapacidade de aprender.

Raros (podem afetar 1 em cada 1000 pessoas) - Exaltação fora do normal.

- Perda de consciência.

- Cegueira num dos olhos, cegueira temporária, cegueira noturna. - Olho preguiçoso.

- Inchaço nos olhos e à volta dos olhos.

- Entorpecimento, formigueiro e alteração da cor (branco, azul e depois vermelho) nos dedos das mãos e dos pés quando expostos ao frio.

- Inflamação do fígado, insuficiência hepática.

- Síndrome de Stevens-Johnson, uma condição potencialmente fatal que pode apresentar feridas em vários locais das mucosas (tal como boca, nariz e olhos), erupção na pele, e bolhas.

- Odor anormal da pele.

- Desconforto nos braços ou pernas. - Doença nos rins.

Desconhecido (a frequência não pode ser calculada a partir dos dados disponíveis)

  • Maculopatia, uma doença da mácula, pequeno ponto na retina onde a visão é mais nítida. Deve consultar o seu médico se notar alteração ou diminuição da sua visão.
  • Necrólise Epidérmica Tóxica, uma condição fatal relacionada com, mas mais grave do que a Síndrome de Stevens-Johnson, caracterizada por bolhas generalizadas e descamação das camadas externas da pele (ver efeitos indesejáveis raros).

Crianças

Os efeitos indesejáveis em crianças são geralmente semelhantes aos observados nos adultos, embora os seguintes efeitos indesejáveis possam ser mais frequentes em crianças do que em adultos:

  • Problemas de concentração
  • Aumento do nível ácido no sangue
  • Ter pensamentos de autoagressão graves
  • Cansaço
  • Diminuição ou aumento do apetite
  • Agressão, comportamento anormal
  • Dificuldade em adormecer ou permanecer a dormir
  • Sensação de instabilidade ao andar
  • Sensação de mal-estar
  • Diminuição do nível de potássio no sangue
  • Não sentir ou não demonstrar emoção
  • Olhos lacrimejantes
  • Batimento cardíaco rápido ou irregular

Outros efeitos indesejáveis que podem ocorrer em crianças são: Frequentes (podem afetar até 1 em cada 10 pessoas)

  • Sensação de rotação (vertigens)
  • Vómitos
  • Febre

Pouco frequentes (podem afetar até 1 em cada 100 pessoas)

- Aumento dos eosinófilos (um tipo de glóbulos brancos) no sangue - Hiperatividade

  • Sentir-se quente
  • Incapacidade de aprender

Comunicação de efeitos indesejáveis

Se tiver quaisquer efeitos indesejáveis, incluindo possíveis efeitos indesejáveis não indicados neste folheto, fale com o seu médico, farmacêutico ou enfermeiro. Também poderá comunicar efeitos indesejáveis diretamente ao INFARMED. I.F. através dos contactos abaixo. Ao comunicar efeitos indesejáveis, estará a ajudar a fornecer mais informações sobre a segurança deste medicamento:

Sítio da internet: http://www.infarmed.pt/web/infarmed/submissaoram

(preferencialmente) ou através dos seguintes contactos: Direção de Gestão do Risco de Medicamentos

Parque da Saúde de Lisboa, Av. Brasil 53 1749-004 Lisboa

Tel: +351 21 798 73 73

Linha do Medicamento: 800222444 (gratuita)

E-mail: farmacovigilancia@infarmed.pt

Como deve ser guardado?

Manter este medicamento fora da vista e do alcance das crianças.

Não utilize este medicamento após o prazo de validade impresso no blister e embalagem exterior, após "EXP". O prazo de validade corresponde ao último dia do mês indicado.

Não deite fora quaisquer medicamentos na canalização ou no lixo doméstico. Pergunte ao seu farmacêutico como deitar fora os medicamentos que já não utiliza. Estas medidas ajudarão a proteger o ambiente.

Mais informações

A substância ativa é o topiramato.

Topiramato Aurovitas 25 mg comprimidos revestidos por película Cada comprimido revestido por película contém 25 mg de topiramato. Topiramato Aurovitas 50 mg comprimidos revestidos por película Cada comprimido revestido por película contém 50 mg de topiramato. Topiramato Aurovitas 100 mg comprimidos revestidos por película

Cada comprimido revestido por película contém 100 mg de topiramato. Topiramato Aurovitas 200 mg comprimidos revestidos por película Cada comprimido revestido por película contém 200 mg de topiramato.

Os outros componentes são:

Núcleo do comprimido: Celulose microcristalina 101, lactose mono-hidratada, amido pré-gelificado, carboximetilamido sódico (tipo A), estearato de magnésio.

Revestimento do comprimido:

Topiramato Aurovitas 25 mg comprimidos revestidos por película

Opadry branco 15B58810: hipromelose 2910 (3 cps), hipromelose 2910 (6 cps), dióxido de titânio (E 171), macrogol 400, polissorbato 80.

Topiramato Aurovitas 50 mg comprimidos revestidos por película

Opadry amarelo 15B52000: hipromelose 2910 (3 cps), hipromelose 2910 (6 cps), dióxido de titânio (E 171), macrogol 400, polissorbato 80, óxido de ferro amarelo (E 172).

Topiramato Aurovitas 100 mg comprimidos revestidos por película

Opadry amarelo 15B52070: hipromelose 2910 (3 cps), hipromelose 2910 (6 cps), dióxido de titânio (E 171), macrogol 400, polissorbato 80, óxido de ferro amarelo (E 172).

Topiramato Aurovitas 200 mg comprimidos revestidos por película

Opadry rosa YS-1-1456G: hipromelose 2910 (3 cps), hipromelose 2910 (6 cps), dióxido de titânio (E 171), macrogol 400, polissorbato 80, óxido de ferro vermelho (E 172).

Qual o aspeto de Topiramato Aurovitas e conteúdo da embalagem Comprimido revestido por película.

Topiramato Aurovitas 25 mg comprimidos revestidos por película

Comprimido revestido por película branco, redondo, biconvexo gravado com “E” numa das faces e com '22' na outra face.

Topiramato Aurovitas 50 mg comprimidos revestidos por película

Comprimido revestido por película amarelo claro, redondo, biconvexo gravado com “E” numa das faces e com '33' na outra face.

Topiramato Aurovitas 100 mg comprimidos revestidos por película

Comprimido revestido por película amarelo escuro, redondo, biconvexo de bordo biselado gravado com “E” numa das faces e com '23' na outra face.

Topiramato Aurovitas 200 mg comprimidos revestidos por película

Comprimido revestido por película cor-de-rosa, redondo, biconvexo de bordo biselado gravado com “E” numa das faces e com '24' na outra face.

Topiramato Aurovitas comprimidos revestidos por película está disponível em blister Poliamida/Alu/PVC-Alu.

Embalagem com blister:

25 mg: 20 e 60 comprimidos revestidos por película

50 mg, 100 mg e 200 mg: 60 comprimidos revestidos por película 200 mg: 20 comprimidos revestidos por película

É possível que não sejam comercializadas todas as apresentações. Titular da Autorização de Introdução no Mercado

Generis Farmacêutica, S.A. Rua João de Deus, 19

2700-487 Amadora

Portugal

Fabricantes

APL Swift Services (Malta) Ltd.

HF26, Hal Far Industrial Estate, Hal Far,

BBG 3000 - Birzebbugia,

Malta

Generis Farmacêutica, S.A. Rua João de Deus,19 2700-487 Amadora Portugal

Este folheto foi revisto pela última vez em abril de 2020

Última actualização: 06.07.2022

Fonte: Topiramato Aurovitas - Inserção da embalagem

O seu assistente pessoal de medicamentos

Medicamentos

Pesquise aqui a nossa extensa base de dados de medicamentos de A-Z, com efeitos e ingredientes.

Substâncias

Todas as substâncias activas com a sua aplicação, composição química e medicamentos em que estão contidas.

Doenças

Causas, sintomas e opções de tratamento para doenças e lesões comuns.

O conteúdo apresentado não substitui a bula original do medicamento, especialmente no que diz respeito à dosagem e efeito dos produtos individuais. Não podemos assumir qualquer responsabilidade pela exactidão dos dados, uma vez que os dados foram parcialmente convertidos automaticamente. Um médico deve ser sempre consultado para diagnósticos e outras questões de saúde. Mais informações sobre este tópico podem ser encontradas aqui.

This website is certified by Health On the Net Foundation. Click to verify.