Micofenolato de Mofetil Blixie

Código ATC
L04AA06
Micofenolato de Mofetil Blixie

TECNIMEDE - Sociedade Técnico-Medicinal, S.A.

Substância(s)
Ácido micofenólico
Narcótica
Não
Grupo farmacológico Imunossupressores

Anúncio

Tudo para saber

Titular da autorização

TECNIMEDE - Sociedade Técnico-Medicinal, S.A.

O que é e como se utiliza?

Micofenolato de Mofetil Blixie pertence a um grupo de medicamentos denominados: Medicamentos imunossupressores.

Micofenolato de Mofetil Blixie comprimidos revestidos por película é usado para evitar que o seu organismo rejeite o rim, o coração ou o fígado transplantado.

Micofenolato de Mofetil Blixie é usado em conjunto com outros medicamentos conhecidos como ciclosporina e corticosteróides.

Anúncio

O que se deve tomar em consideração antes de utilizá-lo?

Não tome Micofenolato de Mofetil Blixie

  • Setem alergia (hipersensibilidade) ao micofenolato de mofetil, ao ácido micofenólico ou a qualquer outro componente de Micofenolato de Mofetil Blixie.
  • Se estiver a amamentar.

Tome especial cuidado com Micofenolato de Mofetil Blixie
Deve informar o seu médico imediatamente:

  • Se detectar qualquer evidência deinfecção (ex. febre, dor de garganta), aparecimento inesperado de nódoas negras e/ou hemorragia.
  • Se tem ou já alguma vez teve algum problema com o seu aparelho digestivo, ex. úlcerano estômago.

Micofenolato de Mofetil Blixie reduz os mecanismos de defesa do seu organismo. Por este motivo, existe um risco maior de cancro da pele. Assim, deverá limitar a sua exposição ao sol e às radiações UV, vestindo roupa adequada que o proteja, e aplicando um protector solar com elevado índice de protecção.

Ao tomar Micofenolato de Mofetil Blixie com outros medicamentos
Informe o seu médico ou farmacêutico se estiver a tomar, ou se tiver tomado recentemente outros medicamentos, incluindo medicamentos obtidos sem receita médica.

Se responder sim a qualquer uma das seguintes questões, fale com o seu médico antes de começar a tomar Micofenolato de Mofetil Blixie:

  • Sem que o seu médico saiba, está a tomar algum medicamento contendo:
  • azatioprina ou outro agente imunossupressor (que às vezes é dado aos doentes após a operação de transplante),
  • colestiramina (utilizada para tratar doentes com níveis sanguíneos de colesterol elevados),
  • rifampicina (antibiótico),
  • antiácidos,
  • fixadores de fósforo (utilizados em doentes com insuficiência renal crónica para diminuir a absorção de fosfato)
  • ou qualquer outro medicamento (incluindo medicamentos que pode comprar sem receita médica)?
  • Precisa de ser vacinado (vacinas vivas)? O seu médico indicar-lhe-á qual é a vacina mais indicada para si.

Ao tomar Micofenolato de Mofetil Blixie com alimentos e bebidas
Os alimentos e as bebidas não têm influência no seu tratamento com Micofenolato de Mofetil Blixie.

Gravidez e aleitamento
Consulte o seu médico ou farmacêutico antes de tomar qualquer medicamento.

Não tome Micofenolato de Mofetil Blixie se estiver a amamentar.

Não deve utilizar Micofenolato de Mofetil Blixie durante a gravidez, excepto se expressamente indicado pelo seu médico. O seu médico aconselha-la-á a efectuar contracepção antes de tomar Micofenolato de Mofetil Blixie, enquanto toma Micofenolato de Mofetil Blixie, e durante 6 semanas após ter terminado o tratamento com Micofenolato de Mofetil Blixie. Isto porque Micofenolato de Mofetil Blixie pode causar abortos espontâneos ou prejudicar o feto, incluindo problemas com o desenvolvimento dos ouvidos.

Se está grávida, se está a amamentar ou se planeia engravidar num futuro próximo avise imediatamente o seu médico.

Condução de veículos e utilização de máquinas
Micofenolato de Mofetil Blixie não demonstrou diminuir a capacidade para conduzir veículos ou utilizar máquinas.

Como é utilizado?

Tomar Micofenolato de Mofetil Blixie sempre de acordo com as indicações do médico. Fale com o seu médico ou farmacêutico se tiver dúvidas. A dose habitual de tomar Micofenolato de Mofetil Blixie é o seguinte:

Transplante renal
Adultos:
A primeira dose será administrada nas primeiras 72 horas após a operação de transplante. A dose diária recomendada é de 8 comprimidos (2 g de substância activa), ingeridos em 2 tomas separadas. Isto significa tomar 4 comprimidos de manhã, e depois, 4 comprimidos à noite.

Crianças (idade entre 2 e 18 anos):
A dose a administrar irá variar com o tamanho do seu filho. O médico decidirá qual a dose mais apropriada com base na área de superfície corporal (peso e altura). A dose recomendada é de 600 mg por metro quadrado de superfície corporal, ingerida duas vezes por dia.

Transplante cardíaco
Adultos:
A primeira dose será administrada nos primeiros 5 dias após a operação de transplante. A dose diária recomendada é de 12 comprimidos (3 g de substância activa) ingeridos em 2 tomas separadas. Isto significa tomar 6 comprimidos de manhã, e depois, 6 comprimidos à noite.

Crianças:
Não existem dados disponíveis para recomendar a utilização de Micofenolato de Mofetil Blixie em crianças que foram submetidas a um transplante cardíaco.

Transplante hepático
Adultos:
A primeira dose oral de Micofenolato de Mofetil Blixie ser-lhe-á administrada pelo menos quatro dias após a operação de transplante, assim que for capaz de engolir o medicamento. A dose diária recomendada é de 12 comprimidos (3 g de substância activa) ingeridos em 2 tomas separadas. Isto significa tomar 6 comprimidos de manhã, e depois, 6 comprimidos à noite.

Crianças:
Não existem dados disponíveis para recomendar a utilização de Micofenolato de Mofetil Blixie em crianças que foram submetidas a um transplante hepático.

Modo e via de administração
Engula os comprimidos inteiros com um copo de água. Não parta nem esmague os comprimidos.

O tratamento irá prosseguir enquanto precisar da imunossupressão para impedir que rejeite o órgão transplantado.

Se tomar mais Micofenolato de Mofetil Blixie do que deveria
Se tomou mais comprimidos do que os que lhe foram indicados, ou se alguém, acidentalmente, tomou o seu medicamento, procure imediatamente um médico ou dirija-se a um hospital.

Caso se tenha esquecido de tomar Micofenolato de Mofetil Blixie
Se em qualquer altura se tiver esquecido de tomar o seu medicamento, tome-o assim que se lembrar; depois, continue a tomá-lo como habitualmente.
Não tome uma dose a dobrar para compensar uma dose que se esqueceu de tomar.

Se parar de tomar Micofenolato de Mofetil Blixie
Parar o tratamento com Micofenolato de Mofetil Blixie pode aumentar a probabilidade de rejeição do órgão transplantado.

Não deixe de tomar o seu medicamento excepto se tiver indicações do seu médico em contrário.

Caso ainda tenha dúvidas sobre a utilização deste medicamento, fale com o seu médico ou farmacêutico.

Quais são os possíveis efeitos secundários?

Como todos os medicamentos, Micofenolato de Mofetil Blixie pode causar efeitos secundários, no entanto estes não se manifestam em todas as pessoas.

Alguns dos efeitos secundários mais comuns são diarreia, menos glóbulos brancos e/ou glóbulos vermelhos no sangue, infecções e vómitos.
O seu médico pedir-lhe-á com regularidade análises ao sangue para detectar quaisquer alterações no número de células sanguíneas ou alterações nos níveis das substâncias que existem no sangue, como por exemplo, açúcar, gordura, colesterol. As crianças podem ter maior probabilidade do que os adultos para apresentarem efeitos secundários, tais como diarreia, infecções, menos glóbulos brancos e menos glóbulos vermelhos no sangue.

Micofenolato de Mofetil Blixie reduz os mecanismos de defesa próprios do seu organismo para evitar que rejeite o rim, o coração ou o fígado transplantado. O seu organismo não estará, por isso, em tão boas condições como é normal para combater as infecções. Se estiver em tratamento com Micofenolato de Mofetil Blixie, ficará mais

sujeito do que habitualmente a contrair infecções, tais como infecções do cérebro, pele, boca, estômago, intestinos, pulmões, aparelho urinário. À semelhança do que pode acontecer com os doentes que tomam este tipo de medicamentos, um número muito pequeno de doentes que tomou Micofenolato de mofetil desenvolveu cancro do tecido linfóide e da pele.

Os efeitos indesejáveis gerais que afectam todo o organismo podem incluir hipersensibilidade (tal como anafilaxia, angioedema), febre, letargia, dificuldade em dormir, dores (tais como dores abdominais, dores no peito, dores articulares/musculares, dor ao urinar) dores de cabeça, sintomas de gripe e inchaço.

Outros efeitos indesejáveis podem incluir:
Alterações da pele tais como acne, herpes, zona, hipertrofia cutânea, queda de cabelo, exantema, comichão.
Alterações urinárias tais como problemas nos rins ou necessidade urgente de urinar. Alterações do aparelho digestivo e boca tais como prisão de ventre, náuseas, indigestão, inflamação do pâncreas, alterações intestinais incluindo hemorragias, inflamação do estômago, problemas de fígado, inflamação do cólon, perda de apetite, gases, e feridas na boca.
Alterações do sistema nervoso e órgãos dos sentidos tais como convulsões, tremores, tonturas, depressão, sonolência, dormência, espasmos musculares, ansiedade, alterações do humor ou pensamento.
Podem ser observadas alterações vasculares, sanguíneas e metabólicas tais como perda de peso, gota, nível elevado de açúcar no sangue, hemorragias, coágulos e nódoas negras, alterações da pressão sanguínea, batimentos cardíacos anómalos e vasodilatação. Alterações dos pulmões tais como pneumonia, bronquite, falta de ar, tosse, líquido nos pulmões/cavidade torácica, problemas de sinusite.

Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar quaisquer efeitos secundários não mencionados neste folheto, informe o seu médico ou farmacêutico. No entanto, não pare de tomar o seu medicamento sem ter falado primeiro com o seu médico.

Como deve ser guardado?

Manter fora do alcance e da vista das crianças.

Micofenolato de Mofetil Blixie não necessita de precauções especiais de conservação. Conservar na embalagem de origem.

Não utilize os comprimidos após expirar o prazo de validade incluído na embalagem exterior (VAL.). O prazo de validade corresponde ao último dia do mês indicado.

Os medicamentos não devem ser eliminados na canalização ou no lixo doméstico. Pergunte ao seu farmacêutico como eliminar os medicamentos de que já não necessita. Estas medidas irão ajudar a proteger o ambiente.

Mais informações

Qual a composição de Micofenolato de Mofetil Blixie

  • A substância activa é o micofenolato de mofetil.
  • Os outros componentes são: Celulose microcristalina Croscarmelose sódica Povidona (K-90) Estearato de magnésio

Revestimento dos comprimidos:
Hipromelose 3 cP
Hidroxipropilcelulose
Dióxido de titânio (E171)
Macrogol 400
Hipromelose 50 cP
Laca de alumínio carmim de índigo
Óxido de ferro vermelho (E172).

Qual o aspecto de Micofenolato de Mofetil Blixie e conteúdo da embalagem Os comprimidos de Micofenolato de Mofetil Blixie 250 mg são oblongos, de cor violeta e revestidos por película.

O Micofenolato de Mofetil Blixie 500 mg apresenta-se em embalagens ?blister? de 10, 50, 150 e 300 comprimidos.

É possível que não sejam comercializadas todas as apresentações.

Titular da Autorização de Introdução no Mercado

TECNIMEDE- Sociedade Técnico-Medicinal S.A.
Rua da Tapada Grande, n.º2
Abrunheira
2710-089 Sintra
Portugal

Fabricante

Tecnimede - Sociedade Técnico-Medicinal, S.A.
Quinta da Cerca, Caixaria
2562-187 Dois Portos
Portugal

Para quaisquer informações sobre este medicamento, queira contactar o titular da autorização de introdução no mercado:

Este folheto foi aprovado pela última vez em

O seu assistente pessoal de medicamentos

Medicamentos

Pesquise aqui a nossa extensa base de dados de medicamentos de A-Z, com efeitos e ingredientes.

Substâncias

Todas as substâncias activas com a sua aplicação, composição química e medicamentos em que estão contidas.

Doenças

Causas, sintomas e opções de tratamento para doenças e lesões comuns.

O conteúdo apresentado não substitui a bula original do medicamento, especialmente no que diz respeito à dosagem e efeito dos produtos individuais. Não podemos assumir qualquer responsabilidade pela exactidão dos dados, uma vez que os dados foram parcialmente convertidos automaticamente. Um médico deve ser sempre consultado para diagnósticos e outras questões de saúde. Mais informações sobre este tópico podem ser encontradas aqui.

This website is certified by Health On the Net Foundation. Click to verify.