Citalopram Arrow 40 mg comprimidos

Código ATC
N06AB04
Citalopram Arrow 40 mg comprimidos

Arrow Generics, Ltd.

Substância(s)
Citalopram
Narcótica
Não
Grupo farmacológico Antidepressivos

Anúncio

Tudo para saber

Titular da autorização

Arrow Generics, Ltd.

O que é e como se utiliza?

Citalopram Arrow é utilizado para tratar a depressão (episódios depressivos major).

O Citalopram pertence a um grupo de medicamentos chamados Inibidores Selectivos da Recaptação de Serotonina (ISRSs). Estes medicamentos actuam no sistema da serotonina, localizado no cérebro, aumentando os níveis de serotonina. Os distúrbios no sistema da serotonina são considerados um factor importante no desenvolvimento de depressão e doenças relacionadas.

Anúncio

O que se deve tomar em consideração antes de utilizá-lo?

Não tome Citalopram Arrow: se tem alergia (hipersensibilidade) ao citalopram ou a qualquer outro componente de Citalopram Arrow (ver secção 6.Outras informações) se está a ser tratado com medicamentos inibidores da MAO (monoamino oxidase, medicamentos usados no tratamento da depressão ou da doença de Parkinson). O inibidor MAO selegilina pode ser usado com citalopram, desde que numa dosagem inferior a 10 mg por dia.
Se tomou recentemente inibidores da MAO. Dependendo do tipo de inibidor MAO que utilizou, pode ter de esperar até 14 dias após ter interrompido o inibidor MAO antes de começar a tomar Citalopram (ver também ?Ao tomar Citalopram Arrow com outros

medicamentos?). Se parou de tomar Citalopram e pretender começar a tomar inibidores MAO, tem de esperar pelo menos 7 dias.
Se está a tomar um medicamento chamado pimozida.
Se está a tomar um medicamento chamado linezolida (usado para tratar infecções). Se o seu médico decidir que pode tomar Citalopram Arrow ao mesmo tempo que o medicamento Linezolida, ele vai ter necessidade de monitorizar a sua pressão arterial regularmente.

Tome especial cuidado com Citalopram Arrow:
Se alguma das condições seguintes se aplicar a si informe o seu médico antes de tomar este medicamento:
Se sofre de insuficiência da função hepática ou renal. O seu médico pode ter necessidade de ajustar a dose.
Se tem diabetes. O citalopram pode alterar o controlo do açúcar no sangue. Pode ser necessário ajustar a dose de insulina e/ou de hipoglicémicos orais.
Se tem um nível baixo de sódio no sangue. Informe o seu médico se começar a sentir-se mal e doente, com fraqueza muscular ou confuso durante o tratamento com citalopram.
Se tem uma doença do coração ou ritmo cardíaco anormal.
Se sofre de epilepsia ou tem um historial de crises convulsivas. O tratamento com citalopram deve ser interrompido caso ocorram convulsões ou se houver um aumento da frequência das crises convulsivas.
Se sofre ou já sofreu de distúrbios hemorrágicos que incluem a facilidade de ocorrerem hemorragias, incluindo a ocorrência de hematomas sem causa aparente (equimoses), hemorragias gastrointestinais, hemorragias sob a pele, períodos menstruais anormais nas mulheres ou se usa medicamentos que podem aumentar a tendência para hemorragias, tais como a varfarina (ver secção ?Ao tomar Citalopram Arrow com outros medicamentos?).
Se está a fazer terapêutica electroconvulsiva (ECT).
Se tem um historial de comportamentos ou ideias demasiado reactivas (mania). Caso ocorra um novo episódio maníaco o seu médico pode pedir-lhe que pare de tomar citalopram.
Se sofre de alucinações ou ilusões (psicoses). O tratamento com citalopram pode intensificar estes sintomas.
Se apresentar insónia e agitação no início do tratamento, o seu médico pode ajustar a dose.

Verifique com o seu médico:

  • Se é propenso a certos distúrbios cardíacos (prolongamento do chamado intervalo QTno ECG) ou se tem suspeita de síndrome congénita de intervalo QT longo ou tem baixos níveis sanguíneos de potássio ou magnésio (hipocaliémia/hipomagnesemia).
  • Se começar a desenvolver febre, rigidez ou tremor muscular e agitação extrema: podesofrer da chamada Síndrome da Serotonina. Embora esta síndrome ocorra raramente pode resultar em condições potencialmente fatais, pelo que deve contactar o seu médico

imediatamente, sendo que poderá vir a ser necessário interromper a utilização do Citalopram.

Sintomas de privação observados durante a interrupção do tratamento:
São frequentes os sintomas de privação quando o tratamento é interrompido, particularmente se a interrupção for feita de uma forma abrupta. O risco de ocorrência de sintomas de privação pode ser dependente de vários factores, incluindo a dose, duração da terapêutica e a taxa de redução da dose. As reacções mais frequentemente descritas são tonturas, distúrbios sensoriais (incluindo parestesia), perturbações do sono (incluindo insónia e sonhos intensos), agitação ou ansiedade, náuseas e/ou vómitos, tremores e dor de cabeça. Geralmente estes sintomas são de intensidade ligeira a moderada; no entanto em alguns doentes podem ser de intensidade grave. Normalmente ocorrem nos primeiros dias após descontinuação do tratamento, mas há casos muito raros da ocorrência destes sintomas em doentes que inadvertidamente deixaram de tomar uma dose. Geralmente estes sintomas são auto-limitados e normalmente resolvem-se em 2 semanas, embora nalguns indivíduos possam ser mais prolongados (2-3 meses ou mais). Recomenda-se por isso que a descontinuação do citalopram seja feita com redução gradual da dose, ao longo de um período de várias semanas ou meses, de acordo com as necessidades particulares de cada doente.
Se, durante a descontinuação do tratamento, ocorrerem sintomas intoleráveis após uma redução da dose, pode ser considerado o retomar da dose prévia. De seguida o seu médico irá prosseguir com a redução da dose mas de uma forma mais gradual.

Informações importantes de que deve ter conhecimento antes de tomar este medicamento
Pensamentos suicidas e agravamento da depressão
Se está deprimido pode, por vezes, ter pensamentos de auto-agressão ou suicídio. Este tipo de pensamentos pode intensificar-se quando inicia o tratamento com antidepressivos, uma vez que estes medicamentos demoram algum tempo a funcionar, normalmente cerca de duas semanas mas por vezes mais tempo. Poderá estar mais predisposto a ter este tipo de pensamentos nas seguintes situações:

  • se já teve anteriormente pensamentos de auto-agressão ou suicídio.
  • se é um jovem adulto. Informação recolhida em ensaios clínicos demonstrou umaumento do risco de comportamentos suicidas em jovens adultos com menos de 25 anos e com condições psiquiátricas, tratados com um antidepressivo.

Se lhe surgirem pensamentos de auto-agressão ou suicídio em qualquer altura, contacte imediatamente o seu médico ou dirija-se a um hospital.

Poderá ser útil para si comunicar a um amigo próximo ou a um familiar que se encontra deprimido e pedir-lhe que leia este folheto. Poderá também solicitar-lhes que o informem caso verifiquem um agravamento do seu estado de depressão ou se ficarem preocupados com alterações no seu comportamento.

Utilização em crianças e adolescentes com idade inferior a 18 anos

O Citalopram não deve normalmente ser utilizado no tratamento de crianças e adolescentes com idade inferior a 18 anos. Os doentes com menos de 18 anos correm maior risco de sofrer efeitos secundários como tentativa de suicídio, pensamentos suicidas e hostilidade (predominantemente agressão, comportamento de oposição e cólera) quando tomam medicamentos desta classe. Apesar disso, o médico poderá prescrever Citalopram Arrow a doentes com idade inferior a 18 anos quando decida que tal é necessário. Se o seu médico prescreveu Citalopram Arrow para um doente com menos de 18 anos e gostaria de discutir esta questão, queira voltar a contactá-lo. Deverá informar o seu médico se algum dos sintomas acima descritos se desenvolver ou piorar quando doentes com menos de 18 anos estejam a tomar Citalopram Arrow. Assinala-se igualmente que não foram ainda demonstrados os efeitos de segurança a longo prazo no que respeita ao crescimento, à maturação, ao desenvolvimento cognitivo e comportamental do Citalopram neste grupo etário.

Agitação/Dificuldade em manter-se sentado ou parado (acatísia)
Durante as primeiras semanas de tratamento podem também ocorrer sintomas como agitação ou dificuldade em manter-se sentado ou parado. Se lhe surgirem estes sintomas informe imediatamente o seu médico.

Ao tomar Citalopram Arrow com outros medicamentos
Informe o seu médico ou farmacêutico se estiver a tomar ou tiver tomado recentemente outros medicamentos, incluindo medicamentos obtidos sem receita médica.

Informe o seu médico se estiver a tomar algum dos seguintes medicamentos: - ?Inibidores da monoaminoxidase? (IMAOs) não selectivos irreversíveis (por ex. fenelzina, iproniazida, isocarboxazida ou tranilcipromina). Quando terminar o tratamento com um destes medicamentos deve aguardar, pelo menos, 14 dias, antes de iniciar o tratamento com citalopram.
- ?Inibidores da MAO-A? selectivos, reversíveis (por ex. meclobemida usada no tratamento da depressão). Pode ter de esperar um ou mais dias antes de poder começar a tomar citalopram.
- ?Inibidores da MAO-B? irreversíveis, contendo selegilina (usada no tratamento da doença de Parkinson).

  • Pimozida (usado no tratamento da esquizofrenia e de psicoses).Sumatriptano e medicamentos similares (usados para tratar a enxaqueca). Tramadol (usado para dores graves). Triptofano ou oxitriptano (substâncias que podem aumentar os níveis de serotonina). Hipericão (Hypericum Perforatum) ? um produto à base de plantas usado para a depressão. Lítio (usado no tratamento da perturbação maníaco-depressiva)

A utilização concomitante de citalopram com os medicamentos descritos em cima pode aumentar o risco de graves efeitos secundários como a chamada síndrome da serotonina (ver secção 4. Efeitos secundários possíveis).

- Ácido acetilsalicílico e medicamentos anti-inflamatórios não esteroides (medicamentos usados para o alívio da dor ou para tornarem o sangue mais fluido, os chamados anti-coagulantes).

  • Varfarina, dipiridamol e ticlopidina (medicamentos usados para tornar o sangue mais fluido, chamados anti-coagulantes).
  • Antipsicóticos atípicos como a risperidona, clozapina, olanzapina, quetiapina e paliperidona.
  • Fenotiazinas como a cloropromazina, tioridazina, promazina, levomepromazina, flufenazina e procloroperazina (medicamentos usados para tratar psicoses).
  • Antidepressivos tricíclicos como a clomipramina, nortriptilina e amitriptilina.

A utilização concomitante de citalopram com os medicamentos descritos acima pode aumentar o risco de hemorragia.

  • Metoprolol (usado em doenças cardiovasculares).
  • Haloperidol (antipsicótico).
  • Imipramina e desipramina (para tratar a depressão)
  • Cimetidina (usada para tratar úlceras gástricas)

O seu médico pode ter necessidade de ajustar a dose quando o citalopram é usado simultaneamente com os medicamentos descritos em cima.

  • Neurolépticos (medicamentos para tratar esquizofrenia, psicoses).

Ao tomar Citalopram Arrow com alimentos e bebidas
Estes comprimidos devem ser engolidos com água e podem ser tomados acompanhados ou não das refeições. Não mastigue nem esmague os comprimidos.
Não é conhecido o efeito do álcool mas o mesmo deve ser evitado durante o tratamento com este medicamento.

Gravidez e aleitamento
Consulte o seu médico ou farmacêutico antes de tomar qualquer medicamento. Informe o seu médico se está grávida ou planeia engravidar. Se estiver grávida não tome citalopram a não ser tenha avaliado com o seu médico os riscos e benefícios envolvidos.

Quando tomados durante a gravidez, em particular durante os últimos 3 meses de gravidez, os medicamentos como o citalopram podem aumentar o risco de ocorrência de uma situação grave para o bebé, chamada hipertensão pulmonar persistente do recém-nascido, que faz o bebé respirar mais rapidamente e parecer azulado. Estes sintomas normalmente surgem durante as primeiras 24 horas após o nascimento. Se isto acontecer ao seu bebé deve contactar imediatamente a sua parteira e/ou médico.

O citalopram passa para o leite materno em pequenas quantidades. Existe o risco de ter efeito sobre o bebé. Não tome citalopram se estiver a amamentar a não ser que tenha avaliado com o seu médico os riscos e benefícios envolvidos.

Condução de veículos e utilização de máquinas
O Citalopram pode causar efeitos secundários que podem afectar a sua capacidade de tomar decisões ou reagir a emergências. Se sofrer de efeitos secundários deste tipo NÃO conduza, NÃO opere máquinas nem efectue outras actividades que requeiram alerta da sua parte.

Como é utilizado?

Tome Citalopram Arrow sempre de acordo com as indicações do médico. Fale com o seu médico ou farmacêutico se tiver dúvidas.

Adultos
A dose inicial habitual é de 20 mg por dia. O seu médico pode aumentar a dose até um máximo de 60 mg por dia.

Pessoas idosas com mais de 65 anos de idade
A dose habitual é metade da dose recomendada para os doentes não idosos.

Crianças e adolescentes com menos de 18 anos
O Citalopram não deve normalmente ser utilizado por crianças e adolescentes com menos de 18 anos de idade.

Doentes hepáticos
A dose inicial habitual é de 10 mg por dia. O seu médico pode aumentar a dose até um máximo de 30 mg por dia.

O Citalopram deve ser tomado diariamente numa única toma. Os comprimidos podem ser tomados com ou sem alimentos e devem ser engolidos com água. Não esmague nem mastigue os seus comprimidos

O efeito do Citalopram não é sentido de imediato. Vão demorar pelo menos duas semanas até que comece a sentir melhoras. Após alcançar o alívio dos sintomas o tratamento com citalopram deve ser mantido por mais 4-6 meses.

Se tomar mais Citalopram Arrow do que deveria pode sentir sonolência, entrar em coma, apresentar ausência de movimento espontâneo, redução da resposta a estímulos e, normalmente, alteração do estado de consciência, suores, convulsões, o seu coração pode bater mais rápido que o normal, ter náuseas, vómitos, descoloração azulada ou púrpura da pele e uma taxa e profundidade de respiração excessivas. Deve contactar imediatamente o seu médico ou dirigir-se ao serviço de urgência mais próximo.

Lembre-se de levar consigo a embalagem do medicamento e quaisquer comprimidos que tenham sobrado.

Caso se tenha esquecido de tomar Citalopram Arrow
Caso se tenha esquecido de tomar uma dose tome a dose seguinte tal como inicialmente previsto. Não tome uma dose a dobrar para compensar a dose que se esqueceu.

Se parar de tomar Citalopram Arrow
Não pare de tomar Citalopram Arrow até que o seu médico lhe diga para o fazer. Quando tiver completado o tratamento o seu médico aconselhá-lo-á sobre como deverá reduzir gradualmente a dose de Citalopram Arrow ao longo de algumas semanas.

Quando pára de tomar Citalopram Arrow, especialmente se parar de forma súbita, podem surgir sintomas de privação. Estes são frequentes quando o tratamento com citalopram é interrompido. O risco de surgirem estes sintomas é maior quando o citalopram foi usado por um longo período de tempo e em doses elevadas ou quando a dose é reduzida de uma forma demasiado rápida. Na maioria das pessoas os sintomas são ligeiros e desaparecem espontaneamente em duas semanas. No entanto, em alguns doentes podem ser de intensidade grave ou prolongados (2-3 meses ou mais). Se tiver sintomas de privação graves quando parar de tomar Citalopram Arrow, contacte o seu médico. O médico pode pedir-lhe que volte a tomar os comprimidos para depois os interromper de uma forma mais gradual.

Os sintomas de privação incluem: tonturas, sensação de formigueiro e picadas, perturbações do sono (incluindo sono inadequado, sonhos vívidos), agitação ou ansiedade, indisposição (náuseas) e/ou vómitos, tremores e dores de cabeça.

Caso ainda tenha dúvidas sobre a utilização deste medicamento, fale com o seu médico ou farmacêutico.

Quais são os possíveis efeitos secundários?

Como todos os medicamentos, Citalopram Arrow pode provocar efeitos secundários, no entanto estes não se manifestam em todas as pessoas.

Os efeitos secundários normalmente desaparecem ao fim de algumas semanas de tratamento. Deve ter em atenção que alguns dos efeitos podem também ser sintomas da sua doença e que por isso irão melhorar quando o seu estado começar a melhorar.

Contacte imediatamente o seu médico ou dirija-se a um hospital se:
tiver uma reacção alérgica após ter tomado Citalopram Arrow. Os sinais de uma reacção alérgica incluem erupção cutânea vermelha e rugosa; inchaço das pálpebras, face, lábios, boca ou língua; comichão na pele; dificuldade em respirar ou em engolir. Isto é raro e afecta menos de 1 em cada 1.000 pessoas.

tiver convulsões. Isto é raro e afecta menos de 1 em cada 1.000 pessoas. apresentar hematomas ou hemorragias anormais. Isto é raro e afecta menos de 1 em cada 1.000 pessoas.
vomitar sangue ou se tiver sangue nas fezes. É desconhecida a frequência deste efeito secundário.

Contacte o seu médico caso:
tenha uma reacção chamada ?síndrome da serotonina?. Os sinais desta reacção incluem: sentir-se confuso, inquieto, com suores, agitação, tremor, alucinações (visões ou sonhos estranhos), com contracções musculares súbitas ou um batimento cardíaco rápido. É desconhecida a frequência deste efeito secundário.
se sinta cansado, fraco ou confuso, com os músculos doridos, rígidos e descoordenados, o que pode ser causado pela existência de baixos níveis de sódio no sangue. Isto é raro e afecta menos de 1 em cada 1.000 pessoas.

Foram também descritos os seguintes efeitos secundários:

Muito frequentes (afectam mais de 1 em cada 10 pessoas que tomam este medicamento):

  • sonolência
  • dificuldade em dormir ou sono inadequado (insónia)
  • dores de cabeça
  • palpitações (sentir o batimento do coração)
  • indisposição (náuseas)
  • boca seca, obstipação, diarreia
  • aumento da transpiração
  • sensação de fraqueza.

Frequentes (afectam menos de 1 em cada 10 pessoas que tomam este medicamento):

  • diminuição do apetite ou perda de peso
  • agitação, ansiedade, confusão ou nervosismo
  • apatia (uma sensação de indiferença)
  • perturbações do sono como sonhos vívidos ou anormais
  • distúrbios sexuais (diminuição do desejo sexual, incapacidade de ejacular, problemasde erecção, as mulheres podem experimentar dificuldade em atingir o orgasmo ou ter orgasmos anormais)
  • tremor
  • sensação de picadas e formigueiro
  • tonturas
  • alterações na capacidade de concentração
  • enxaquecas
  • perda de memória
  • alterações do paladar
  • barulhos estranhos ou zumbidos nos ouvidos
  • corrimento nasal, sinusite
  • vómitos, dores de estômago, diarreia ou obstipação, flatulência (gases), aumento do fluxo de saliva
  • comichão na pele (prurido)
  • dores nos músculos ou articulações
  • aumento ou diminuição da frequência urinária
  • períodos menstruais dolorosos
  • cansaço (fadiga).

Pouco frequentes (afectam menos de 1 em cada 100 pessoas que tomam o medicamento):

  • aumento do apetite ou aumento de peso
  • agressão
  • despersonalização
  • alucinações
  • sentir-se muito excitado com pensamentos e acções precipitados (mania)
  • sensação de optimismo ou animação excessivas (euforia)
  • aumento do desejo sexual
  • desmaio ou sensação de que vai desmaiar
  • pupila do olho anormalmente grande ou dilatada
  • frequência cardíaca anormalmente rápida ou lenta
  • tosse
  • pequenas áreas de pele vermelha, inchada e com comichão (urticária)
  • queda de cabelo
  • erupção cutânea
  • manchas púrpura na pele
  • pele sensível à luz
  • dificuldade em urinar
  • períodos menstruais demasiado fortes ou longos
  • inchaço dos pés ou tornozelos
  • sensação geral de mal estar ou doença

Raros (afectam em menos de 1 em cada 1.000 pessoas que tomam o medicamento)

  • Níveis baixos de sódio no sangue. Os sinais incluem sensação de fraqueza,indisposição (vómitos) ou cãibras.
  • convulsões (crises)
  • movimentos involuntários ou contracções musculares
  • hematomas ou hemorragias anormais, incluindo vomitar sangue ou apresentar sanguenas fezes
  • distúrbios do fígado
  • febre

Alguns doentes notificaram (frequência desconhecida):

  • problemas no sangue tais como redução do número de células brancas ou plaquetas.Isto pode provocar fraqueza, hematomas ou tornar mais provável a ocorrência de infecções.
  • reacções alérgicas ou reacções do tipo alérgico
  • aumento ou diminuição dos níveis da Hormona antidiurética (ADH) no sangue. Isto é detectado em análises ao sangue e pode ser-lhe explicado pelo seu médico
  • baixos níveis de potássio no sangue. Os sinais incluem sensação de fraqueza, músculos dolorosos, cãibras ou obstipação
  • ataques de pânico
  • ranger dos dentes durante o sono
  • inquietude
  • pensamentos ou comportamento suicida (por exemplo pensamentos de suicídio ou de se auto agredir). Ver também secção 2.
  • convulsões
  • uma condição denominada ?síndrome da serotonina?. Os sinais incluem sensação de confusão, inquietude, suores, agitação, tremor, alucinações (ver ou ouvir coisas estranhas), contracções musculares súbitas ou batimento cardíaco rápido
  • perturbações do movimento resultando na incapacidade de se sentar ou permanecer sossegado (acatísia) ou tiques
  • distúrbios da visão
  • pressão arterial elevada ou baixa
  • hemorragia do nariz
  • hemorragia do estômago ou intestino
  • resultados anormais dos testes do fígado. Estes serão explicados pelo seu médico.
  • coloração vermelha ou preta-azulada mesmo por debaixo da pele
  • grandes áreas de pele vermelha, inchada e com prurido (angioedema)
  • hemorragia do útero que não é devida ao período menstrual
  • erecção persistente e dolorosa (homem)
  • saída de líquido dos mamilos (homem)

Foi observado um aumento do risco de fracturas ósseas em doentes a tomar este tipo de medicamentos.

Não fique preocupado com esta lista de efeitos secundários possíveis. Pode não ter nenhum deles. Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar quaisquer efeitos secundários não mencionados neste folheto, informe o seu médico ou farmacêutico.

Como deve ser guardado?

Manter fora do alcance e da vista das crianças.

Este medicamento não requer precauções especiais de conservação.

Não utilize Citalopram Arrow após o prazo de validade impresso na embalagem e blister a seguir a "Val.". O prazo de validade corresponde ao último dia do mês indicado.

Os medicamentos não devem ser eliminados na canalização ou no lixo doméstico. Pergunte ao seu farmacêutico como eliminar os medicamentos de que já não necessita. Estas medidas irão ajudar a proteger o ambiente.

Mais informações

Qual a composição de Citalopram Arrow

  • A substância activa é o citalopram (na forma de bromidrato).
  • Os outros componentes do núcleo do comprimido são: manitol, celulose microcristalina, sílica coloidal anidra e estearato de magnésio; do revestimento do comprimido hipromelose, dióxido de titânio (E171) e macrogol.

Qual o aspecto de Citalopram Arrow e conteúdo da embalagem
Citalopram Arrow, 10 mg comprimidos:
Comprimidos revestidos brancos, redondos, com a marcação ?CT10? numa das faces. Citalopram Arrow, 20 mg comprimidos:
Comprimidos revestidos brancos, redondos, com a marcação ?CT20? numa das faces e uma ranhura na outra face.
Citalopram Arrow, 40 mg comprimidos:
Comprimidos revestidos brancos, redondos, com a marcação ?CT40? numa das faces e uma ranhura na outra face.

Citalopram Arrow está disponível em embalagens blister de 10, 14, 20, 28, 30, 50, 56, 98 e 100 comprimidos e em frascos de 250 e 500 comprimidos.
É possível que não sejam comercializadas todas as apresentações.

Titular da autorização de introdução no mercado

ARROW Generics Limited
Unit 2 Eastman Way, Stevenage, Herts, SG1 4SZ
Reino Unido

Este medicamento encontra-se autorizado nos Estados Membros do Espaço Económico Europeu (EEE) sob as seguintes denominações:

Holanda Citalopram 10A, 20A e 40 filmomhulde tabletten 10 mg, 20 mg, 40 mg Citalopram 10 mg, 20 mg, 40 mg Tablets Doc Citalopram 10 mg, 20 mg, 40 mg filmomhulde tabletten Citalo-Q 10 mg, 20 mg, 40 mg Film tabletten Reino Unido Bélgica Alemanha Dinamarca Finlândia Noruega Citalopram Arrow 10 mg, 20 mg, 40 mg film-coated tablets

Portugal Itália Suécia Citalopram Arrow 10 mg, 20 mg, 40 mg comprimidos revestidos por película Citalopram Arrow 20 mg, 40 mg tablets Citalopram Arrow 10 mg, 20 mg e 40 mg filmdragerade tabletter

Este folheto foi aprovado pela última vez em

O seu assistente pessoal de medicamentos

Medicamentos

Pesquise aqui a nossa extensa base de dados de medicamentos de A-Z, com efeitos e ingredientes.

Substâncias

Todas as substâncias activas com a sua aplicação, composição química e medicamentos em que estão contidas.

Doenças

Causas, sintomas e opções de tratamento para doenças e lesões comuns.

O conteúdo apresentado não substitui a bula original do medicamento, especialmente no que diz respeito à dosagem e efeito dos produtos individuais. Não podemos assumir qualquer responsabilidade pela exactidão dos dados, uma vez que os dados foram parcialmente convertidos automaticamente. Um médico deve ser sempre consultado para diagnósticos e outras questões de saúde. Mais informações sobre este tópico podem ser encontradas aqui.

This website is certified by Health On the Net Foundation. Click to verify.