Código ATC: B01AC11

Ventavis 20 microgramas/ml solução para inalação por nebulização

Ventavis 20 microgramas/ml solução para inalação por nebulização
Substância(s) Iloprost
Admissão Portugal
Produtor Bayer AG
Narcótica Não
Data de aprovação 15.09.2003
Status de Dispensação Dispensa por uma farmácia (pública)
Status de prescrição Medicamentos para doseamento único com prescrição médica
Grupo farmacológico Agentes antitrombóticos

Titular da autorização

Bayer AG

Folheto

O que é e como se utiliza?

O que é Ventavis

A substância ativa de Ventavis é o iloprost. Imita uma substância natural existente no organismo chamada prostaciclina. O Ventavis inibe o bloqueio ou o estreitamento indesejado de vasos sanguíneos e permite um maior fluxo de sangue através dos vasos.

Para que é utilizado Ventavis

Ventavis é utilizado para tratar casos moderados de hipertensão pulmonar primária (HPP) em doentes adultos. A HPP é uma categoria de hipertensão pulmonar da qual se desconhece a causa da pressão elevada de sangue.

É uma situação em que a pressão arterial nos vasos sanguíneos entre o coração e os pulmões é muito alta.

Ventavis é utilizado para melhorar a capacidade de exercício (a capacidade de desenvolver atividades físicas) e sintomas.

Como Ventavis funciona

A nebulização permite transportar Ventavis até aos pulmões, onde possa atuar com maior eficácia na artéria entre o coração e os pulmões. A melhoria do fluxo sanguíneo conduz a um melhor fornecimento de oxigénio ao corpo e à redução do esforço cardíaco.

O que se deve tomar em consideração antes de utilizá-lo?

Não utilize Ventavis:

  • se tem alergia ao iloprost ou a qualquer outro componente de Ventavis (indicados na secção 6).
  • se está em risco de hemorragia – por exemplo, se tiver uma úlcera ativa, no estômago ou no

início do intestino delgado (úlceras duodenais), se tiver sofrido algum ferimento (traumatismo) ou se estiver em risco de hemorragias cerebrais.

  • se tem um problema cardíaco, tal como:
    • fluxo sanguíneo deficiente para os músculos do coração (doença coronária grave ou angina de peito instável). Os sintomas podem incluir dores de peito,
    • um ataque cardíaco nos últimos seis meses,
    • insuficiência cardíaca (insuficiência cardíaca descompensada) que não está sob vigilância médica apertada,
    • batimento cardíaco instável grave,
    • um problema numa válvula cardíaca (congénito ou adquirido) que faça com que o coração funcione com dificuldades (não relacionado com hipertensão pulmonar),
  • se teve um acidente vascular cerebral nos últimos 3 meses ou qualquer outra ocorrência que tenha reduzido o fornecimento de sangue ao cérebro (ex.: acidente isquémico transitório),
  • se a sua hipertensão pulmonar se deve a um bloqueio ou a uma veia obstruída (doença venosa oclusiva)

Advertências e precauções

Fale com o seu médico, farmacêutico ou enfermeiro antes de utilizar Ventavis:

  • A inalação de Ventavis pode desencadear dificuldades respiratórias (ver secção 4), especialmente em doentes com broncoespasmo (constrição muscular repentina das paredes das pequenas vias aereas) e pieira. Informe o seu médico se tiver uma infeção pulmonar, asma grave ou doença pulmonar crónica (doença pulmonar obstrutiva crónica). O seu médico fará uma vigilância apertada.
  • A sua pressão arterial será verificada antes do tratamento e se for demasiado baixa
    (inferior a 85 mmHg para o valor superior) então o tratamento com Ventavis não deve ser iniciado.
  • Regra geral, vai precisar de tomar especial cuidado para tentar evitar efeitos da pressão arterial baixa, como desmaios e tonturas:
    • Informe o seu médico se estiver a tomar qualquer outro medicamento, pois o efeito combinado com Ventavis poderá baixar ainda mais a sua pressão arterial (ver abaixo "Outros medicamentos e Ventavis").
    • Levante-se devagar quando sair de cadeiras ou da cama.
    • Se tiver tendência a desmaiar assim que sai da cama, pode ser útil tomar a sua primeira dose do dia enquanto ainda está deitado. Se tiver tendência para episódios de desmaio, evite esforços excecionais como, por exemplo, durante esforço físico; a inalação prévia de Ventavis poderá ser útil.
  • Os episódios de desmaio podem ser devidos a doença subjacente. Informe o seu médico caso se agravem. O seu médico poderá considerar o ajuste da dose ou a alteração do seu tratamento.
  • Se sofrer de patologia cardíaca, tal como uma insuficiência cardíaca direita, e sentir que a sua situação se está a agravar, por favor, consulte o seu médico. Os sintomas podem incluir inchaço nos pés e nos tornozelos, falta de ar, palpitações, urinar com maior frequência durante a noite e edema. O seu médico poderá alterar o seu tratamento.
  • Se sentir dificuldade em respirar, tossir com sangue e/ou se suar excessivamente, estes podem ser sinais que poderá ter água nos pulmões (edema pulmonar). Pare de tomar Ventavis e consulte o seu médico imediatamente. O seu médico verificará a causa e tomará as medidas apropriadas.
  • Se tiver problemas hepáticos ou problemas renais muito graves para os quais seja necessário diálise, informe o seu médico. A dose prescrita poderá ser gradualmente introduzida ou poderá ser-lhe prescrita uma dose mais baixa de Ventavis do que para outros doentes (ver secção 3 "Como utilizar Ventavis").

Contacto de Ventavis com a pele ou deglutição de Ventavis

  • NÃO deixe a solução de Ventavis contactar com a pele ou olhos. Caso tal aconteça, lave a pele ou os olhos imediatamente com água em abundância.
  • NÃO beba nem engula a solução de Ventavis. Em caso de engolir acidentalmente, beba muita água e informe o seu médico.

Crianças e adolescentes

A segurança e a eficácia do Ventavis não foi estabelecida em crianças com idades até 18 anos.

Outros medicamentos e Ventavis

Informe o seu médico ou farmacêutico se estiver a utilizar, tiver utilizado recentemente, ou se vier a utilizar outros medicamentos. O Ventavis e alguns outros medicamentos podem ter efeito uns sobre os outros na forma como atuam no seu organismo.

Informe o seu médico se estiver a tomar:

• Medicamentos utilizados para tratar a pressão arterial elevada ou doença cardíaca, tais

como  
- betabloqueantes,
- nitrovasodilatadores,
- inibidores da ECA.

A sua pressão arterial poderá baixar muito mais.

O seu médico poderá alterar a dosagem.

  • Medicamentos que tornam o sangue mais fluido ou inibem a coagulação sanguínea, incluindo
    • ácido acetilsalicílico (AAS - um composto encontrado em muitos medicamentos para baixar a febre e aliviar as dores),
    • heparina,
    • anticoagulantes tipo cumarínico, tais como varfarina ou fenprocoumon,
    • fármacos anti-inflamatórios não esteroides,
    • inibidores não seletivos da fosfodiesterase, tais como pentoxifilina,
    • inibidores seletivos da fosfodiesterase 3 (PDE 3), tais como cilostazol ou anagrelida,
    • ticlopidina,
    • clopidogrel,
    • antagonistas da glicoproteína IIb/IIIa, tais como
    • abciximab,
    • eptifibatida,
    • tirofibano,
  • defibrotido.

O seu médico vigiá-lo-á cuidadosamente.

Antes de tomar qualquer medicamento fale com o seu médico ou farmacêutico, que possuem mais informações sobre medicamentos com os quais há que ter cuidado ou mesmo evitar quando estiver a utilizar Ventavis.

Ventavis com alimentos e bebidas

Não se prevê que alimentos ou bebidas possam influenciar Ventavis. Contudo, deve evitar ingerir alimentos ou beber líquidos durante a inalação.

Gravidez

  • Se tem hipertensão pulmonar, evite ficar grávida uma vez que a gravidez pode conduzir a um agravamento da sua doença, podendo mesmo correr perigo de vida.
  • Se pode engravidar, use contracepção confiável a partir do momento em que iniciar o tratamento e durante o tratamento.
  • Se está grávida, se pensa estar grávida ou planeia engravidar, informe o seu médico imediatamente. Ventavis só deve ser utilizado durante a gravidez se o seu médico decidir que o possível benefício ultrapassa o possível risco para si e para o feto.

Amamentação

Desconhece-se se o Ventavis passa para o leite materno. Não pode ser excluído um possível risco para os bebés que estão a ser amamentados e é preferível evitar amamentar durante o tratamento com Ventavis.

Consulte o seu médico ou farmacêutico antes de tomar qualquer medicamento.

Recém-nascidos, lactentes e mulheres grávidas não deverão estar na mesma divisão enquanto estiver a inalar Ventavis.

Condução de veículos e utilização de máquinas

Ventavis baixa a pressão arterial e pode provocar tonturas ou vertigens em algumas pessoas. Não conduza nem opere quaisquer ferramentas ou máquinas se sentir estes efeitos.

Ventavis contém etanol:

Ventavis 20 microgramas/ml solução para inalação por nebulização contém 1.62 mg de álcool (etanol) em cada ml, que é equivalente a 0.162% (p/v). A quantidade de 1.62 mg de álcool deste medicamento é equivalente a menos de 1 ml de cerveja ou vinho.

A pequena quantidade de álcool neste medicamento não terá quaisquer efeitos percetíveis.

Quais são os possíveis efeitos secundários?

Como todos medicamentos, este medicamento pode causar efeitos secundários, embora estes não se manifestem em todas as pessoas.

Os seguintes efeitos secundários graves podem ocorrer. Neste caso fale imediatamente com o seu médico.

Muito frequentes (podem afetar mais do que 1 em 10 pessoas):

Acontecimentos hemorrágicos (principalmente hemoragia nasal (epistaxe) e tosse com sangue (hemóptise)) podem ocorrer com muita frequência, especialmente se tiver a tomar medicamentos para diluir o sangue (anticoagulantes). O risco de hemorragia pode aumentar nos doentes quando são administrados concomitantemente inibidores da agregação plaquetária ou anticoagulantes (ver também a secção 2). Muito raramente foram notificados casos fatais incluindo hemorragia no cérebro (hemorragia cerebral e intracraniana).

Frequentes (podem afetar até 1 em 10 pessoas):

  • Desmaio (síncope) é um sintoma da própria doença mas também pode ocorrer durante o tratamento com Ventavis (ver também secção 2, "Advertências e precauções", para se aconselhar o que pode fazer para evitar que tal aconteça).
  • Pressão arterial baixa (hipotensão)

Desconhecidos (não pode ser calculada a partir dos dados disponíveis):

Broncoespasmo (constrição muscular repentina das paredes das vias aéreas pequenas) e pieira (ver também secção 2 “Advertências e precauções”)

Abaixo apresentamos uma lista de outros efeitos secundários, de acordo com a sua probabilidade :

Muito frequentes: podem afetar mais de 1 em 10 pessoas

  • dilatação dos vasos sanguíneos (vasodilatação). Os sintomas podem ser rubor ou vermelhidão da face
  • Desconforto no peito / dor no peito
  • tosse
  • dor de cabeça
  • náuseas
  • dor no maxilar/espasmo dos músculos dos maxilares (trismo)
  • inchaço nos membros (edema periférico)

Frequentes: podem afetar até 1 em 10 pessoas

  • dificuldades respiratórias (dispneia)
  • tonturas
  • vómitos
  • diarreia
  • dor ao engolir (irritação faringolaríngea)
  • irritação da garganta
  • irritação na boca e na lingua, incluindo dor
  • erupção cutânea
  • batimento cardíado acelarado (taquicardia)
  • consciência dos batimentos cardíacos acelerados ou fortes (palpitações)

Desconhecido: a frequência não pode ser calculada a partir dos dados disponíveis.

  • redução do número de plaquetas sanguíneas (trombocitopenia)
  • hipersensibilidade (ex.: alergia)
  • perturbações do paladar (disgeusia)

Outros efeitos possíveis

O inchaço, principalmente dos tornozelos e pernas, deve-se à retenção de líquidos (edema periférico) é um sintoma muito comum da própria doença, mas também pode ocorrer durante o tratamento com Ventavis.

Comunicação de efeitos secundários

Se tiver quaisquer efeitos secundários, incluindo possíveis efeitos secundários não indicados neste folheto, fale com o seu médico. Também poderá comunicar efeitos secundários diretamente através do sistema nacional de notificação mencionado no Apêndice V. Ao comunicar efeitos secundários, estará a ajudar a fornecer mais informações sobre a segurança deste medicamento.

Como deve ser guardado?

Manter este medicamento fora da vista e do alcance das crianças.

Não utilize este medicamento após o prazo de validade impresso na embalagem e na ampola. Este medicamento não necessita de precauções especiais de conservação.

Qualquer resíduo de solução de Ventavis que permaneça no nebulizador após a inalação deve ser eliminado.

Não deite fora quaisquer medicamentos na canalização ou no lixo doméstico. Pergunte ao seu farmacêutico como deitar fora os medicamentos que já não utiliza. Estas medidas ajudarão a proteger o ambiente.

Mais informações

Qual a composição de Ventavis:

  • A substância ativa é o iloprost.
    1 ml de solução contém 20 microgramas de iloprost (na forma de iloprost trometamol). Cada ampola com 1 ml contém 20 microgramas de iloprost.
  • Os outros componentes são trometamol, etanol, cloreto de sódio, ácido clorídrico para o ajuste do pH e água preparações para injetáveis.

Qual o aspeto de Ventavis e conteúdo da embalagem:

Ventavis é uma solução incolor a ligeiramente amarelada para inalação por nebulização com o nebulizador Breelib ou o nebulizador I-Neb.

Ventavis 20 microgramas/ml é fornecido em ampolas incolores, contendo 1 ml de solução para inalação por nebulização.

Ventavis 20 microgramas/ml está disponível nas seguintes embalagens:

  • Embalagem contendo 30 ampolas ou 42 ampolas para utilização com o nebulizador Breelib e I-Neb.
  • Embalagem múltipla contendo 168 (4 x 42) ampolas para utilização com o nebulizador Breelib e I-Neb.
  • Embalagem múltipla contendo 168 (4 x 42) ampolas com kit de consumíveis de Breelib (contendo 1 aplicador bucal e 1 câmara de medicamento).

As ampolas contendo 1 ml são marcadas com dois anéis de cor (amarelo-vermelho).

É possível que não sejam comercializadas todas as apresentações.

Titular da Autorização de Introdução no Mercado:

Bayer AG

51368 Leverkusen Alemanha

Fabricante:

Berlimed S.A. Francisco Alonso 7

Poligono Industrial Santa Rosa 28806 Alcala de Henarez Madrid

Espanha

Para quaisquer informações sobre este medicamento, queira contactar o representante local do Titular da Autorização de Introdução no Mercado:

België / Belgique / BelgienLietuva
Bayer SA-NVUAB Bayer
Tél/Tel: +32-(0)2-535 63 11Tel. +37 05 23 36 868
Luxembourg/Luxemburg
Banep EOOIIBayer SA-NV
TeJI. +359 02-424 72 80Tél/Tel: +32-(0)2-535 63 11
Ceská republikaMagyarország
Bayer s.r.o.Bayer Hungária KFT
Tel: +420 266 101 111Tel.: +36 14 87-41 00
DanmarkMalta
Bayer A/SAlfred Gera and Sons Ltd.
Tlf: +45-45 23 50 00Tel: + 33 621 44 62 05
DeutschlandNederland
Bayer Vital GmbHBayer B.V.
Tel: +49 (0)214-30 513 4 48Tel: +31-(0)297-28 06 66
EestiNorge
Bayer OÜBayer AS
Tel: +372 655 8565Tlf. +47 23 13 05 00
Österreich
Bayer ABEEBayer Austria Ges. m. b. H.
Tna: +30 210 61 87 500Tel: +43-(0)1-711 46-0
EspañaPolska
Bayer Hispania S.L.Bayer Sp. Z o.o.
Tel: +34-93-495 65 00Tel.: +48 22 572 35 00
FrancePortugal
Bayer HealthCareBayer Portugal, Lda.
Tél(N° vert): +33-(0)800 87 54 54Tel: +351 21 416 42 00
HrvatskaRomânia
Bayer d.o.o.SC Bayer SRL
Tel: + 385-(0)1-6599 900Tel: +40 21 529 59 00
IrelandSlovenija
Bayer LimitedBayer d. o. o.
Tel: +353 1 216 3300Tel.: +386 (0) 1 58 14 400
ÍslandSlovenská republika
Icepharma hf.Bayer, spol. S r.o.
Sími: +354 540 8000Tel: +421 2 59 21 31 11
ItaliaSuomi/Finland
Bayer S.p.A.Bayer Oy
Tel: +39 02 397 81Puh/Tel:+35820785 21
KúzposSverige
NOVAGEM LimitedBayer AB
Tnt: +357 22 48 38 58Tel: +46 (0) 8 580 223 00
LatvijaUnited Kingdom (Northern Ireland)
SIA BayerBayer AG
Tel: +371 67 84 55 63Tel: +44-(0)118 206 3000

Está disponível informação pormenorizada sobre este medicamento no sítio da internet da Agência Europeia de Medicamentos: http://www.ema.europa.eu.Também existem links para outros sítios da internet sobre doenças raras e tratamentos.

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Substância(s) Iloprost
Admissão Portugal
Produtor Bayer AG
Narcótica Não
Data de aprovação 15.09.2003
Status de Dispensação Dispensa por uma farmácia (pública)
Status de prescrição Medicamentos para doseamento único com prescrição médica
Grupo farmacológico Agentes antitrombóticos

Partilhar

O seu assistente pessoal de medicamentos

afgis-Qualitätslogo mit Ablauf Jahr/Monat: Mit einem Klick auf das Logo öffnet sich ein neues Bildschirmfenster mit Informationen über Medikamio GmbH & Co KG und sein/ihr Internet-Angebot: medikamio.com/ This website is certified by Health On the Net Foundation. Click to verify.
Medicamentos

Pesquise aqui a nossa extensa base de dados de medicamentos de A-Z, com efeitos e ingredientes.

Substâncias

Todas as substâncias activas com a sua aplicação, composição química e medicamentos em que estão contidas.

Doenças

Causas, sintomas e opções de tratamento para doenças e lesões comuns.

O conteúdo apresentado não substitui a bula original do medicamento, especialmente no que diz respeito à dosagem e efeito dos produtos individuais. Não podemos assumir qualquer responsabilidade pela exactidão dos dados, uma vez que os dados foram parcialmente convertidos automaticamente. Um médico deve ser sempre consultado para diagnósticos e outras questões de saúde. Mais informações sobre este tópico podem ser encontradas aqui.