Dol-U-Ron Forte

Código ATC
N02BE51
Medikamio Hero Image

Bene Farmacêutica, Lda.

Narcótica Psicotrópica
Não Não
Grupo farmacológico Outros analgésicos e antipiréticos

Anúncio

Tudo para saber

Autor

Bene Farmacêutica, Lda.

O que é e como se utiliza?

Dol-u-ron Forte é uma associação de paracetamol com fosfato de codeína, utilizada nas situações dolorosas de média a grande intensidade, pelo que pertence ao grupo farmacoterapêutico dos analgésicos e antipiréticos.

Dol-u-ron Forte está disponível em embalagens de 20 cápsulas.

Grupo farmacoterapêutico: II-9: Analgésicos e antipiréticos

Indicações terapêuticas: Situações dolorosas de média e grande intensidade.

Anúncio

O que se deve tomar em consideração antes de utilizá-lo?

Não tome Dol-u-ron Forte e no caso de:

  • hipersensibilidade ao paracetamol, codeína ou a qualquer outro ingrediente do Dol-u-ron Forte,
  • insuficiência renal ou hepática agudas,
  • deficiência em desidrogenase da glucose-6-fosfato,
  • insuficiência respiratória,
  • casos de condição associada a pressão intracraneal aumentada,
  • doentes com alterações de consciência ou dependência de derivados ópeoides.

Tome especial cuidado com o Dol-u-ron Forte

Dol-u-ron Forte quando administrado por longos períodos de tempo, poderá induzir dependência ao fosfato de codeína.

Dol-u-ron Forte não deve ser utilizado durante longos períodos ou em doses elevadas sem prévia consulta médica.

Dol-u-ron Forte não deverá ser tomado continuamente por doentes com obstipação crónica.

Caso sofra de:

  • problemas no fígado (p.ex. devido ao abuso crónico de álcool ou inflamação do fígado),
  • aumento dos níveis de bilirrubina no sangue (síndrome de Gilbert),
  • problemas no rim, hemodialisadosconsulte o seu médico que irá ajustar adequadamente a dose e o intervalo das administrações.

No caso de abuso prolongado e em doses excessivas de analgésicos poderão aparecer dores de cabeça, não devendo este sintoma ser tratado com um aumento da dose. O uso regular de analgésicos, em especial com outros medicamentos da mesma classe terapêutica, poderão provocar lesão renal permanente o que poderá resultar em falência renal (nefropatia resultante do uso de analgésicos).

Tomar Dol-u-ron Forte com alimentos e bebidas:
Quando administrado após as refeições, Dol-u-ron Forte poderá ter um início de acção retardado, pelo que deve tomá-lo entre as refeições.
Durante o tratamento com Dol-u-ron Forte, o doente deve abster-se de consumir álcool.

Efeito em crianças
As cápsulas Dol-u-ron Forte estão contra-indicadas em crianças.

Gravidez e aleitamento
Consulte o seu médico ou farmacêutico antes de tomar qualquer medicamento.

Só deverá tomar Dol-u-ron Forte nestas situações após recomendação médica e sob vigilância clínica.

Condução de veículos e utilização de máquinas
Não conduza nem utilize máquinas porque o medicamento Dol-u-ron Forte pode alterar a sua capacidade para estas funções, sendo o seu efeito intensificado pela associação com o álcool.

Tomar Dol-u-ron Forte com outros medicamentos
Informe o seu médico ou farmacêutico se estiver a tomar ou tiver tomado recentemente outros medicamentos, incluindo medicamentos sem receita médica.

Os efeitos sedativo e depressor do centro respiratório exercidos pelo Dol-u-ron Forte podem ser potenciados pela utilização simultânea de outros medicamentos depressores do sistema nervoso central como sedativos, hipnóticos, analgésicos, anti-histamínicos (medicamentos usados no tratamento de alergias ou constipação), psicotrópicos (medicamentos usados no tratamento de problemas mentais ou emocionais) e álcool.

O uso simultâneo de medicamentos indutores do metabolismo do paracetamol (um dos dois componentes activos do Dol-u-ron Forte), tais como hipnóticos contendo barbitúricos, anti-epilépticos (ex. fenobarbital, fenitoína e carbamazepina) ou rifampicina (medicamento usado no tratamento da tuberculose), poderá induzir lesões hepáticas mesmo com doses terapêuticas de paracetamol. O mesmo se aplica relativamente ao abuso de álcool.

Quando usado simultaneamente com o cloranfenicol, a semi-vida deste poderá ser prolongada, aumentando o risco de toxicidade. A administração concomitante de paracetamol e zidovudina (AZT) pode aumentar a tendência para a redução do número de leucócitos (neutropénia), pelo que, apenas deverá fazer o tratamento mediante aconselhamento médico.

Alimentos ou medicamentos que diminuam a velocidade de esvaziamento do estômago (ex. propantelina), atrasam o início da actividade do Dol-u-ron Forte. A aceleração do esvaziamento gástrico, pela metoclopramida, por exemplo, acelera a absorção do paracetamol.

Como é utilizado?

Tome Dol-u-ron Forte sempre de acordo com as instruções do médico. Fale com o seu médico ou farmacêutico se tiver dúvidas.

A dose habitual é 1-2 cápsulas duras, até 3 vezes por dia.

Fale com o seu médico ou farmacêutico se tiver a impressão de que Dol-u-ron Forte é demasiado Forte ou demasiado fraco.

A dose máxima diária não deverá ultrapassar as 8 cápsulas por dia.

Nota: Caso sofra de:

  • problemas no fígado
  • aumento dos niveis de bilirrubina no sangue( síndrome de Gilbert)
  • problemas no rim consulte o seu médico, que irá ajustar adequadamente a dose e o intervalo das administrações.

Modo e via de administração

Dol-u-ron Forte destina-se exclusivamente ao uso por via oral.

As cápsulas de Dol-u-ron Forte devem ser tomadas inteiras com liquido suficiente.

Indicação do momento mais favorável à administração de Dol-u-ron Forte As Dol-u-ron Forte devem ser tomadas de preferência entre as refeições.

Duração do tratamento médio
A duração da utilização das cápsulas Dol-u-ron Forte deverá ser prescrita pelo médico. Salvo indicação em contrário, a administração deste medicamento não deverá exceder alguns dias.

Se tomar mais Dol-u-ron Forte do que deveria
A sobredosagem com Dol-u-ron Forte poderá causar lesões graves no fígado.

Contacte imediatamente o seu médico ou dirija-se ao hospital ou centro de saúde mais próximo no caso de toma de uma dose excessiva de Dol-u-ron Forte

As medidas que o seu médico deverá adoptar em caso de intoxicação são:

  • lavagem gástrica nas primeiras 6 horas;
  • diálise, de modo a reduzir a concentração de paracetamol no sangue;
  • administração intravenosa de antídotos do paracetamol, tais como, a cistamina ou N-acetilcisteína, sempre que possível, nas primeiras 8 horas após intoxicação, de modo a neutralizar os metabolitos responsáveis pelas lesões das células do fígado;
  • administração do antídoto da codeína, naloxona;
  • respiração artificial com oxigénio e terapia de choque, quando necessário.

Caso se tenha esquecido de tomar Dol-u-ron Forte
Retome o esquema posológico recomendado.
Não tome uma dose a dobrar para compensar a dose que se esqueceu de tomar.

Efeitos da interrupção do tratamento com Dol-u-ron Forte
Não são necessárias precauções especiais no caso da correcta administração de Dol-u-ron Forte. Após interrupção abrupta de analgésicos usados incorrectamente ou em doses elevadas e por longos períodos de tempo poderão aparecer dores de cabeça, cansaço, dor muscular, nervosismo e alguns sintomas vegetativos. Não deverão ser tomados outros analgésicos enquanto subsistirem os sintomas, os quais desaparecem normalmente, após alguns dias.

Quais são os possíveis efeitos secundários?

Como os demais medicamentos, Dol-u-ron Forte pode causar efeitos secundários.

Foram descritos os seguintes efeitos indesejáveis:

  • náusea e/ou vómito (frequente no início do tratamento),
  • prisão de ventre,
  • cansaço,
  • dor de cabeça moderada,
  • boca seca,
  • distúrbios do sono,
  • depressão respiratória (após doses elevadas e em doentes com pressão intracranial elevadaou traumatismo craniano),
  • sensação extrema de bem-estar (euforia) (doses elevadas),
  • deficiência visual (descoordenação visuomotora) (doses elevadas),
  • risco de dependência (doses elevadas e uso prolongado),
  • comichão,
  • vermelhidão da pele (rubor),
  • erupção cutânea de origem alérgica,
  • urticária,
  • respiração ofegante,
  • excesso de muco nos pulmões (edema pulmonar) (doses elevadas, principalmente emdoentes com disfunção pulmonar pré-existente),
  • queda brusca da tensão arterial,
  • inconsciência temporária (doses elevadas),
  • zumbido nos ouvidos,
  • alteração da visão (doses elevadas),
  • contracção espasmódica dos músculos das vias aéreas superiores associado a dificuldaderespiratória (asma induzida por analgésicos),
  • diminuição do número de plaquetas,
  • diminuição do número de glóbulos brancos,
  • diminuição do número de granulócitos,
  • intensa redução de granulócitos neutrófilos no sangue,
  • diminuição do número de todos os elementos celulares do sangue.
  • reacções de hipersensibilidade tais como inchaço facial (edema de Quincke), dificuldade em respirar, sudação, enjoo, queda brusca da tensão arterial incluindo choque.

Nota: Se tem hipersensibilidade ao paracetamol, fosfato de codeína ou a qualquer outro ingrediente do Dol-u-ron Forte deverá interromper de imediato a administração do medicamento e consultar o seu médico.

Caso detecte efeitos secundários não mencionados neste folheto, informe o seu médico ou farmacêutico.

Como deve ser guardado?

Manter fora do alcance e da vista das crianças.

Não conservar acima de 25ºC.

Não utilize Dol-u-ron Forte após expirar o prazo de validade indicado no rótulo e na embalagem.

Mais informações

Para qualquer informação adicional sobre este medicamento contacte, por favor, o responsável pela autorização de introdução no mercado:

Neo-Farmacêutica, Lda. Avenida D. João II, Lote 1.02.2.1 D-2º. 1990-090 Lisboa. Tel.: 21 430 83 00 Fax: 21 430 83 06

Este folheto foi aprovado em:

O seu assistente pessoal de medicamentos

Medicamentos

Pesquise aqui a nossa extensa base de dados de medicamentos de A-Z, com efeitos e ingredientes.

Substâncias

Todas as substâncias activas com a sua aplicação, composição química e medicamentos em que estão contidas.

O conteúdo apresentado não substitui a bula original do medicamento, especialmente no que diz respeito à dosagem e efeito dos produtos individuais. Não podemos assumir qualquer responsabilidade pela exactidão dos dados, uma vez que os dados foram parcialmente convertidos automaticamente. Um médico deve ser sempre consultado para diagnósticos e outras questões de saúde. Mais informações sobre este tópico podem ser encontradas aqui.

This website is certified by Health On the Net Foundation. Click to verify.