Autor: Ratiopharm - Comércio e Indústria de Produtos Farmacêuticos, Lda.


Informação longa

O que é e como se utiliza?

Os comprimidos de terbinafina são brancos ou quase brancos, redondos, biconvexos, ranhurados de um lado e com a marca "250" do outro lado.

A Terbinafina ratiopharm 250 mg comprimidos é um antifúngico ou seja, é um medicamento utilizado para tratar infecções causadas por fungos sensíveis à terbinafina.
Foi-lhe receitado a terbinafina pela seguinte razão, a qual poderá ser explicada pelo seu médico: Tratamento de infecções da pele causadas por fungos, tais como Tinea corporis (Tinha), Tinea cruris (Tinha crural) e Tinea pedis (Pé de atleta);
Tratamento de onicomicoses (infecções das unhas causadas por fungos).

Índice
O que se deve tomar em consideração antes de utilizá-lo?
Como é utilizado?
Quais são os possíveis efeitos secundários?
Como deve ser guardado?
Mais informações

O que se deve tomar em consideração antes de utilizá-lo?

Não tome Terbinafina ratiopharm 250 mg comprimidos:

Se tem hipersensibilidade (alergia) à terbinafina ou a qualquer ingrediente dos comprimidos;

se sofrer de insuficiência renal ou hepática grave.

Deve ter especial precaução na toma de Terbinafina ratiopharm 250 mg comprimidos:se sofre de psoríase;
se sentir algum dos seguintes sintomas: febre ou garganta inflamada, comichão, náuseas persistentes, perda de apetite ou cansaço, ou icterícia, vómitos, fadiga, dor abdominal ou urina escura, ou fezes claras, contacte o seu médico imediatamente;
Se sofre alteração da função renal (depuração da creatinina inferior a 50ml/min ou creatinina sérica superior a 300mmol/l) deve receber metade da dose normal.

Gravidez

Consulte o seu médico ou farmacêutico antes de tomar qualquer medicamento. Deve ser o seu médico a avaliar os riscos e benefícios do tratamento antes de lhe receitar terbinafina.

Aleitamento

Consulte o seu médico ou farmacêutico antes de tomar qualquer medicamento. Não deve tomar terbinafina se estiver a amamentar.

Condução de veículos e utilização de máquinas

A terbinafina pode afectar muito ligeiramente a capacidade de conduzir e utilizar máquinas.

Tomar Terbinafina ratiopharm 250 mg comprimidos com outros medicamentosInforme o seu médico ou farmacêutico se estiver a tomar ou tiver tomado recentemente outros medicamentos, incluindo medicamentos sem receita médica.

Informe o seu médico se estiver a tomar medicamentos contendo alguma das seguintes substâncias: rifampicina, cimetidina, antidepressivos tricíclicos, bloqueadores , inibidores selectivos da recaptação da seretonina, inibidores da mono-aminaoxidase do tipo B, ciclosporina, tolbutamina, terfenadina, triazolam e contraceptivos orais.

Como é utilizado?

Tomar sempre os comprimidos de Terbinafina ratiopharm 250 mg comprimidos de acordo com as instruções do médico. Fale com o seu médico ou farmacêutico se tiver dúvidas.

Adultos: 1 comprimido, uma vez por dia.
A duração do tratamento depende do tipo e do grau de gravidade da infecção.

Infecções da pele - (Tinha, Tinha crural e "Pé de atleta"): 2 a 4 semanas. Em casos de "Pé de atleta", o tratamento pode prolongar-se até 6 semanas.

Infecções das unhas: 6 ? 12 semanas (6 semanas micoses das unhas das mãos e 12 semanas para as micoses das unhas dos pés).

Onicomicose:

A duração do um tratamento com êxito, para a maioria dos doentes, é de 6 a 12 semanas. Onicomicose nas unhas das mãos: na maioria dos casos é suficiente um tratamento de 6 semanas.

Onicomicose nas unhas dos pés: na maioria dos casos é suficiente um tratamento de 12 semanas, no entanto, alguns doentes podem requer um tratamento até 6 meses. O crescimento deficiente das unhas nas primeiras semanas de tratamento pode permitir identificar quais os doentes que requerem uma terapêutica de maior duração. A completa resolução dos sinais e sintomas da infecção pode não ocorrer senão várias semanas após a cura micológica, e é só observada vários meses após interrupção do tratamento, que é o tempo necessário para o crescimento de uma unha saudável.

Crianças:

O uso de terbinafina não está recomendado em crianças.
Idosos:
Não é necessário um ajuste da posologia excepto em situações de diminuição da função renal.

Fale com o seu médico ou farmacêutico se tiver a impressão que Terbinafina ratiopharm 250 mg comprimidos é demasiado forte ou demasiado fraco.

Se tomar mais compridos de Terbinafina ratiopharm 250 mg comprimidos do que deveria:

Nunca deve tomar mais comprimidos do que os recomendados pelo seu médico. Em caso de uma sobredosagem contactar sempre um médico ou o hospital mais próximo. Leve este folheto e qualquer comprimido que ainda tenha para mostrar ao médico. Sintomas: cefaleias, náuseas, dor epigástrica e tonturas.
Tratamento: dependente dos seus sintomas, recomenda-se a eliminação do fármaco do organismo com a administração de carvão activado.

Caso se tenha esquecido de tomar Terbinafina ratiopharm 250 mg comprimidosSe se esquecer de tomar o comprimido à hora que devia, tome-a assim que se lembrar. Nunca tome uma dose dupla para compensar doses individuais esquecidas. Se for quase altura de tomar de tomar o próximo comprimido, espere até lá e proceda como antes.

Quais são os possíveis efeitos secundários?

Como os demais medicamentos, o Terbinafina ratiopharm 250 mg comprimidos, pode ter efeitos secundários.

Os efeitos secundários frequentes são: perda de apetite, dores de cabeça, distensão abdominal, dor abdominal, diarreia, azia, náuseas, exantema, urticária, dores nas articulações, dores musculares, fadiga e mal-estar.

Com menor frequência pode ocorrer ageusia e disgeusia.

Raramente pode ainda ocorrer reacção anafilática, reacção semelhante à doença do soro, tonturas, hipoestesia, parastesia, colestase, função hepática alterada, hepatite, icterícia, edema angioneurótico, aumento dos enzimas do fígado.

Os seguintes efeitos são muito raros: alteração das células do sangue (agranulocitose, neutropenia, trombocitopenia), manifestação ou agravamento de Lúpus eritematoso cutâneo ou sistémico, ansiedade, depressão, reacção de fotosensibilidade, exarcebação da psoríase, síndrome de Stevens?Johnson, necrose tóxica epidérmica, perda de cabelo, menstruação

irregular, metrorragias.

Caso detecte efeitos secundários não mencionados neste folheto, informe o seu médico ou farmacêutico.

Como deve ser guardado?

Manter fora do alcance e da vista das crianças.
Manter o blister na embalagem exterior.

Não utilize após expirar o prazo de validade indicado no blister e na embalagem exterior.

Mais informações

Para quaisquer informações sobre este medicamento, queira contactar o titular da autorização de introdução no mercado.

Este folheto foi aprovado em(data)

Cookies help us deliver our services. By using our services, you agree to our use of cookies. OK