O que é e como se utiliza?

QUE É UTILIZADO

O Zolpidem ratiopharm 10mg comprimidos revestidos é um comprimido para dormir pertencente a um grupo de medicamentos conhecidos como agentes idênticos às benzodiazepinas. É indicado para o tratamento de curta duração de distúrbios de sono.

Zolpidem ratiopharm 10mg comprimidos revestidos só deve ser prescrito para distúrbios de sono graves, incapacitantes ou que provoquem angústia extrema e disrupção da vida quotidiana.

Índice
O que se deve tomar em consideração antes de utilizá-lo?
Como é utilizado?
Quais são os possíveis efeitos secundários?
Como deve ser guardado?
Mais informações

O que se deve tomar em consideração antes de utilizá-lo?

Não tome Zolpidem ratiopharm 10mg comprimidos revestidos

  • se tem alergia (hipersensibilidade) ao zolpidem ou a qualquer outro componente de Zolpidemratiopharm 10mg comprimidos revestidos
  • se sofre de fraqueza muscular grave (miastenia gravis)
  • se pára de respirar por períodos curtos enquanto dorme (síndrome de apneia do sono)
  • se sofre de dificuldade respiratória grave
  • se sofre de danos graves no fígado

As crianças e os adolescentes com idade inferior a 18 anos não devem tomar Zolpidem ratiopharm 10mg comprimidos revestidos.

Tome especial cuidado com Zolpidem ratiopharm 10mg comprimidos revestidos Geral
Antes do tratamento com este medicamento
Deve ser esclarecida a causa dos distúrbios de sono

as doenças subjacentes devem ser tratadas.

Se o tratamento dos distúrbios de sono não tenha sucesso após 7-14 dias, isto pode ser indicação para uma doença básica psiquiátrica ou física, que deve ser verificada.

Informações gerais sobre os efeitos observados após a utilização deste medicamento ou de outros medicamentos para dormir semelhantes:
Habituação (criar um hábito)
Se após algumas semanas notar que os comprimidos já não estão a fazer tanto efeito como quando iniciou o tratamento, deve consultar o seu médico já que pode ser necessário um ajuste da dose.
Dependência
Quando se toma este tipo de medicamento existe um risco de desenvolver efeitos físicos ou mentais produzidos por uma compulsão habitual para continuar a tomar o medicamento. Este risco aumenta com a dose e duração do tratamento. O risco é superior em doentes com uma história de abuso de álcool ou de drogas. No caso de dependência, a descontinuação abrupta do tratamento é acompanhada por sintomas de abstinência (ver secção 3. ?Se para de tomar Zolpidem ratiopharm 10mg comprimidos revestidos?).
Insónia por ?rebound?
Após a descontinuação súbita do tratamento, a incapacidade de dormir pode regressar de forma mais intensa. Pode ser acompanhado por alterações de humor, ansiedade e agitação (ver secção 3. ?Se para de tomar Zolpidem ratiopharm 10mg comprimidos revestidos?).
Perda de memória (amnésia)
Este medicamento pode provocar perda de memória algumas horas após o ter tomado. Para minimizar este risco, deve assegurar a possibilidade de um sono ininterrupto de 7-8 horas. Reacções psiquiátricas e ?paradoxais?
Este medicamento pode provocar efeitos secundários tais como inquietação, agitação, irritabilidade, agressividade, delírios (psicoses), raiva, pesadelos, sentir coisas que não são reais (alucinações), sonambulismo, comportamentos inadequados, aumento dos distúrbios de sono e outros efeitos comportamentais adversos. Estas reacções são mais frequentes nos idosos. Caso detecte algum destes sintomas, informe o seu médico, já que o tratamento deverá ser descontinuado.
Sonanbulismo e comportamemtos associados
Existem relatos de doentes que após tomarem medicamentos para dormir, realizam actividades enquanto estão sonâmbulos, que, posteriormente, não se recordam quando estão acordados. Isto engloba conduzir a dormir, preparar e comer alimentos, fazer telefonemas ou ter relações sexuais. Contacte o seu médico, se alguém próximo de si observar tais reacções.

Grupos especiais de doentes
Tal como outros comprimidos para dormir semelhantes, Zolpidem ratiopharm 10mg comprimidos revestidos deve ser administrado com precaução em
Doentes idosos e debilitados
Devem tomar uma dose inferior (ver 3. ?Como tomar Zolpidem ratiopharm 10mg comprimidos revestidos?).
Este medicamento possui um efeito relaxante muscular. Por isso, especialmente os doentes idosos correm o risco de queda e de consequentes fracturas da anca ao sair da cama durante a noite. Doentes com insuficiência renal
Informe o seu médico se tem uma função renal debilitada. Pode demorar mais tempo para que o seu corpo elimine o Zolpidem. Embora não seja necessário ajustar a dose, deve ser tomada precaução.

Doentes com problemas respiratórios de longa duração
Alguns comprimidos para dormir podem provocar dificuldades respiratórias.
Doentes com história clínica de abuso de álcool e drogas
É necessária precaução extrema. Estes doentes devem ser cuidadosamente vigiados durante o tratamento com este medicamento, devido ao risco de habituação e dependência psicológica.

O Zolpidem ratiopharm 10mg comprimidos revestidos e comprimidos para dormir semelhantes não estão indicados em doentes com graves disfunções hepáticas. Existe um maior risco de danos cerebrais (encefalopatia).
Para o tratamento primário de doentes com delírios (psicoses).
Por si só, para o tratamento da depressão ou da ansiedade. Os sintomas depressivos podem piorar. Caso alguma vez se tenha sentido inútil ou sem valor e tenha pensado em matar-se, é muito importante informar o seu médico sobre esse facto pois ele poderá ajudá-lo.

Ao tomar Zolpidem ratiopharm 10mg comprimidos revestidos com outros medicamentos Informe o seu médico ou farmacêutico se estiver a tomar ou tiver tomado recentemente outros medicamentos, incluindo medicamentos obtidos sem receita médica.

Os outros medicamentos podem ser afectados por Zolpidem ratiopharm 10mg comprimidos revestidos. Por outro lado, os outros medicamentos podem influenciar a forma de actuação do Zolpidem ratiopharm 10mg comprimidos revestidos. Pode sentir um aumento de sonolência quando o Zolpidem ratiopharm 10mg comprimidos revestidos é tomado em conjunto com os medicamentos listados a seguir: medicamentos para tratamento de perturbações mentais (neurolépticos, antidepressivos, antipsicóticos) hipnóticos (comprimidos para dormir) medicamentos para tratar perturbações da ansiedade analgésicos muito eficazes. Pode ocorrer o aumento da euforia, resultando num aumento da dependência psicológica. relaxantes musculares medicamentos para tratar a epilepsia anestésicos medicamentos para tratar alergias ou constipações comuns com efeito sedativo simultâneo (anti-histamínicos sedativos).

Os medicamentos que intensificam a actividade de determinadas enzimas hepáticas podem reduzir o efeito deste medicamento: por exemplo, Rifampicina (para o tratamento da tuberculose).

Ao tomar Zolpidem ratiopharm 10mg comprimidos revestidos com alimentos e bebidas Não deve consumir qualquer tipo de álcool durante o tratamento, dado este alterar e intensificar o efeito do zolpidem de forma imprevisível. A capacidade de efectuar tarefas que exijam grande concentração será ainda mais prejudicada por esta combinação.

Gravidez e aleitamento
Consulte o seu médico ou farmacêutico antes de tomar qualquer medicamento.

Não se deve tomar Zolpidem ratiopharm 10mg comprimidos revestidos durante a gravidez, especialmente durante os primeiros três meses, já que não existem dados disponíveis suficientes para avaliar a segurança da administração deste medicamento durante o período de gravidez e aleitamento. Embora estudos em animais não demonstrem qualquer malformação ou qualquer efeito danificador do embrião devido ao Zolpidem ratiopharm 10mg comprimidos revestidos, a segurança em seres humanos não está estabelecida.

Informe o seu médico se desejar engravidar durante o tratamento com Zolpidem ratiopharm 10mg comprimidos revestidos ou se suspeitar que está grávida, para que o médico decida se o tratamento deve ser continuado ou alterado.

Se este medicamento for tomado, por razões médicas que o exijam, durante os últimos meses de gravidez, ou durante o parto, podem ocorrer sintomas de abstinência no recém-nascido, após o parto: temperatura corporal reduzida (hipotermia), pressão arterial baixa (hipotensão) e depressão respiratória moderada.

Dado que o zolpidem passa para o leite materno em quantidades pequenas, este medicamento não deve ser tomado durante o período de aleitamento.

Condução de veículos e utilização de máquinas
Não conduza nem utilize quaisquer ferramentas ou máquinas. A sonolência, os défices de memória, a menor concentração e a função muscular debilitada podem ter efeitos adversos sobre a capacidade de conduzir ou utilizar máquinas (Ver secção 2. ? Ao tomar Zolpidem ratiopharm 10mg comprimidos revestidos com alimentos e bebidas?).
Este facto aplica-se em maior grau após período de sono insuficiente.

Informações importantes sobre alguns componentes de Zolpidem ratiopharm 10mg comprimidos revestidos
Zolpidem ratiopharm 10mg comprimidos revestidos contém lactose. Se foi informado pelo seu médico que tem intolerância a alguns açúcares, contacte o seu médico antes de tomar este medicamento.

Como é utilizado?

Tomar Zolpidem ratiopharm 10mg comprimidos revestidos sempre de acordo com as indicações do médico. Fale com o seu médico ou farmacêutico se tiver dúvidas.

Os comprimidos revestidos por película devem ser tomados em conjunto com líquidos imediatamente antes de deitar. Assegure-se de que pode ter um sono ininterrupto de 7-8 horas.

A dose habitual é
Adultos
A dose diária recomendada para adultos é de 1 comprimido revestido por película (correspondente a 10 mg de tartarato de zolpidem/dia).

Doentes idosos e debilitados
A dose diária recomendada para doentes idosos ou debilitados é de 1/2 comprimido revestido por película (correspondente a 5 mg de tartarato de zolpidem/dia).
O médico pode decidir se a dose necessita de ser aumentada.
Doentes com insuficiência hepática
A dose diária recomendada para doentes com insuficiência hepática é de 1/2 comprimido revestido por película (correspondente a 5 mg de tartarato de zolpidem/dia).
O médico pode decidir se a dose necessita de ser aumentada.

Dose máxima
Não deve ser excedida a dose diária de 1 comprimido revestido por película (correspondente a 10 mg de tartarato de zolpidem/dia).

Crianças e adolescentes

Zolpidem ratiopharm 10mg comprimidos revestidos não deve ser utilizado em crianças e adolescentes com idade inferior a 18 anos.

Duração do tratamento com Zolpidem ratiopharm 10mg comprimidos revestidos A duração do tratamento deve ser tão curta quanto possível. Pode ser de alguns dias até 2 semanas e não deve exceder 4 semanas.
O seu médico irá indicar-lhe como e quando deve parar o tratamento.

Se tomar mais Zolpidem ratiopharm 10mg comprimidos revestidos do que deveria Contacte imediatamente o seu médico. Leve consigo este folheto e quaisquer comprimidos que tenham sobrado para mostrar ao seu médico.
No caso de sobredosagem unicamente com Zolpidem ratiopharm 10mg comprimidos revestidos têm sido relatados casos de depressão de consciência que vão desde sonolência extrema até coma ligeiro.

Caso se tenha esquecido de tomar Zolpidem ratiopharm 10mg comprimidos revestidos

Caso se tenha esquecido de tomar uma dose imediatamente antes de ir para a cama, mas caso se lembrar durante a noite, tome somente a dose omitida se ainda puder dormir 7-8 horas sem interrupções. Se não for este o caso, recomece na noite seguinte imediatamente antes de ir para a cama. Não tome uma dose a dobrar para compensar uma dose que se esqueceu de tomar.

Se parar de tomar Zolpidem ratiopharm 10mg comprimidos revestidos
Não pare de tomar este medicamento de forma abrupta. Caso contrário, a incapacidade para dormir pode regressar de forma mais intensa, provavelmente acompanhada de alterações do humor, ansiedade e inquietação.
No caso de dependência, podem ocorrer sintomas de abstinência tais como dores de cabeça, dores musculares, ansiedade e tensão graves, perturbações do sono, inquietação, confusão e irritabilidade. Em casos graves, outros efeitos podem incluir desrealização ou despersonalização (sentir-se ?divorciado? da sua própria identidade e do sentido da realidade), formigueiros nos membros, hipersensibilidade à luz, ao som e ao toque, alucinações ou crises epilépticas. Dado que o risco de sintomas de abstinência e de insónia por ?rebound? é superior após uma descontinuação abrupta do tratamento, o seu médico irá aconselhá-lo a parar o tratamento com uma redução gradual da dose. Ver secção 2. ?Dependência? e ?Insónia por ?rebound??.

Caso ainda tenha dúvidas sobre a utilização deste medicamento, fale com o seu médico ou farmacêutico.

Quais são os possíveis efeitos secundários?

Como todos os medicamentos, Zolpidem ratiopharm 10mg comprimidos revestidos pode causar efeitos secundários, no entanto estes não se manifestam em todas as pessoas.

Estes efeitos parecem estar relacionados com a sensibilidade individual e parecem surgir com maior frequência no período de uma hora após tomar o comprimido caso não vá logo para a cama ou não adormeça de imediato.

Frequentes (mais de 1 em 100 doentes tratados):

Sonolência durante o dia seguinte, entorpecimento emocional, redução do estado de alerta, confusão, cansaço, dores de cabeça, visão dupla, tonturas, perda de coordenação muscular (ataxia), fraqueza muscular

Pouco frequentes (mais de 1 em 1.000 e menos de 1 em 100 doentes tratados):
Reacções paradoxais: Inquietação, agitação psicomotora, irritabilidade, agressividade, ilusões, raiva, pesadelos, alucinações (sentir coisas que não são reais), psicoses, sonambulismo e comportamentos associados (ver secção 2 «Tome especial cuidado com Zolpidem ratiopharm 10mg comprimidos revestidos») comportamento inadequado e outros efeitos comportamentais adversos (estas reacções têm maior probabilidade de ocorrerem nos idosos), perda de memória (amnésia), que pode estar associada a comportamento inadequado, distúrbios gastrointestinais (diarreia, enjoo, vómitos), reacções cutâneas, diminuição da necessidade sexual (líbido).

Uma depressão pré-existente pode manifestar-se durante a utilização de Zolpidem ratiopharm 10mg comprimidos revestidos e de comprimidos para dormir semelhantes.
A utilização (mesmo em doses terapêuticas) pode conduzir a dependência física: a descontinuação da terapia pode provocar fenómenos de abstinência ou de ?rebound?. Pode ocorrer dependência psicológica. Têm sido relatados casos de abuso em indivíduos com história de abuso de várias drogas.

Para mais informação sobre habituação, dependência, insónia por ?rebound?, perda de memória e reacções psiquiátricas e ?paradoxais?, consulte 2. ?Tome especial cuidado com Zolpidem ratiopharm 10mg comprimidos revestidos?.

Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar quaisquer efeitos secundários não mencionados neste folheto, informe o seu médico ou farmacêutico.

Como deve ser guardado?

Manter fora do alcance e da vista das crianças.
Conservar na embalagem original.
Não utilize Zolpidem ratiopharm 10mg comprimidos revestidos após o prazo de validade impresso na embalagem exterior e na lâmina ?blister?, após Val. O prazo de validade corresponde ao último dia do mês indicado.

Os medicamentos não devem ser eliminados na canalização ou no lixo doméstico. Pergunte ao seu farmacêutico como eliminar os medicamentos de que já não necessita. Estas medidas irão ajudar a proteger o ambiente.

Mais informações

Qual a composição de Zolpidem ratiopharm 10mg comprimidos revestidos

A substância activa é 10 mg de tartarato de zolpidem.

Os outros componentes são
Núcleo do comprimido: Lactose mono-hidratada, celulose microcristalina, carboximetilamido sódico (Tipo A), estearato de magnésio, hipromelose

Revestimento do comprimido: Hipromelose, macrogol 400, dióxido de titânio (agente colorante E 171)

Qual o aspecto de Zolpidem ratiopharm 10mg comprimidos revestidos e conteúdo da embalagem Os comprimidos revestidos por película Zolpidem ratiopharm 10mg comprimidos revestidos são brancos, ovais, biconvexos com uma ranhura de divisão e marcados com ?ZIM e ?10? num dos lados.

Os comprimidos revestidos por película são embalados em ?blisters? numa embalagem de cartão contendo 4, 5, 7, 10, 14, 15, 20, 28, 30, 50, 100, 500 comprimidos revestidos por película. Os comprimidos Zolpidem ratiopharm 10mg comprimidos revestidos também estão disponíveis em frascos com 30, 100, 500 comprimidos, selados com um fecho à prova de crianças.

É possível que não sejam comercializadas todas as apresentações.

Titular da Autorização de Introdução no Mercado e Fabricante

ratiopharm Lda.
EDIFÍCIO TEJO - 6º piso
Rua Quinta do Pinheiro
2790 - 143 Carnaxide

Fabricante

Merckle GmbH
Ludwig-Merckle Strasse, 3
Blaubeuren
Alemanha

Este medicamento encontra-se autorizado nos Estados Membros do Espaço Económico Europeu (EEE) sob as seguintes denominações:

Alemanha Áustria Bélgica Dinamarca Espanha Finlândia Hungria Países Baixos Portugal Reino Unido República Checa Suécia Zolpidem-ratiopharm 10 mg Filmtabletten Zolpidem ratiopharm 10 mg - Filmtabletten Zolpidem-ratiopharm 10 mg Zolpidem ratiopharm, filmovertrukne tabletter, 10 mg Zolpidem ratiopharm 10mg comprimidos recubiertos EFG Zolpidem-ratiopharm 10 mg tabletti, kalvopäällysteinen Zolpidem-ratiopharm 10mg Zolpidemtartraat ratiopharm 10 mg, tabletten Zolpidem ratiopharm 10 mg comprimidos Zolpidem Tartrate 10 mg Tablets Zolpidem-ratiopharm 10mg Zolpidem ratiopharm 10 mg filmdragerade tabletter

Este folheto foi aprovado pela última vez em

Cookies help us deliver our services. By using our services, you agree to our use of cookies. OK