Ceftriaxona Hikma 500 mg Pó e Solvente Para Solução Injectável IV

Código ATC
J01DD04
Ceftriaxona Hikma 500 mg Pó e Solvente Para Solução Injectável IV

HIKMA Farmaceutica (Portugal)

Medicamentos padrão Humano
Substância(s)
Ceftriaxona
Narcótica
Não
Data de aprovação 31.10.1996
Grupo farmacológico Outros antibacterianos beta-lactâmicos

Anúncio

Tudo para saber

Titular da autorização

HIKMA Farmaceutica (Portugal)

O que é e como se utiliza?

Ceftriaxona Hikma é um antibiótico para adultos e crianças (incluindo bebés recém- nascidos). Este funciona matando as bactérias que causam infeções. Pertence a um grupo de medicamentos chamado cefalosporinas.

Ceftriaxona Hikma é utilizado para tratar infeções:

  • do cérebro (meningite).
  • dos pulmões.
  • do ouvido médio.
  • do abdómen e da parede abdominal (peritonite).
  • do trato urinário e dos rins.
  • dos ossos e das articulações.
  • da pele e dos tecidos moles.
  • do sangue.
  • do coração.

Pode ser administrado para:

APROVADO EM 12-10-2018 INFARMED

  • tratar infeções específicas transmitidas sexualmente (gonorreia e sífilis).
  • tratar doentes com uma contagem baixa de glóbulos brancos (neutropenia) que tenham febre devido a infeção bacteriana.
  • tratar infeções do peito em adultos com bronquite crónica.
  • tratar a doença de Lyme (causada por mordidas de carraça) em adultos e crianças

incluindo bebés recém-nascidos a partir dos 15 dias de idade. - prevenir infeções durante a cirurgia.

Anúncio

O que se deve tomar em consideração antes de utilizá-lo?

Não lhe pode ser administrado Ceftriaxona Hikma se:

  • Tem alergia à ceftriaxona ou a qualquer outro componente deste medicamento (indicados na secção 6).
  • Tiver tido uma reação alérgica súbita ou grave à penicilina ou a antibióticos semelhantes (tais como cefalosporinas, carbapenemes ou monobactamos). Os sinais incluem inchaço súbito da garganta ou da face que pode tornar difícil respirar ou engolir, inchaço súbito das mãos, pés e calcanhares, e erupção na pele grave que se desenvolve rapidamente.
  • Tem alergia à lidocaína e se Ceftriaxona Hikma for administrado por uma injeção no músculo.

Ceftriaxona Hikma não pode ser administrado a bebés se:

  • O bebé é prematuro.
  • O bebé é recém-nascido (até 28 dias de idade) e tem certos problemas de sangue ou

icterícia (amarelecimento da pele ou da zona branca dos olhos) ou se o bebé for receber pela veia um produto que contenha cálcio.

Advertências e Precauções

Fale com o seu médico, farmacêutico ou enfermeiro antes de lhe ser administrado Ceftriaxona Hikma se:

  • Recebeu recentemente ou está prestes a receber produtos que contenham cálcio.
  • Teve diarreia recentemente após ter tomado um antibiótico. Se alguma vez teve problemas com o seu intestino, particularmente colite (inflamação do intestino).
  • Tem problemas no fígado ou nos rins.
  • Tem cálculos biliares ou cálculos renais
  • Tem outras doenças, tais como anemia hemolítica (uma redução nos glóbulos vermelhos que pode tornar a sua pele amarela pálida e causar fraqueza ou dificuldade em respirar).
  • Estiver a fazer uma dieta pobre em sódio.

Se precisa de uma análise ao sangue ou urina

Se Ceftriaxona Hikma lhe for administrado durante muito tempo, poderá precisar de fazer análises ao sangue regularmente. Ceftriaxona Hikma pode afetar o resultado das análises ao açúcar na urina e uma análise ao sangue conhecida como teste de Coombs. Se estiver a fazer análises:

- Diga à pessoa que está a tirar a amostra de sangue que lhe foi administrado Ceftriaxona Hikma.

Crianças

Fale com o seu médico, farmacêutico ou enfermeiro antes de administrarem Ceftriaxona Hikma à sua criança se:

- Ele/ela recebeu recentemente ou se for receber pela veia um produto que contenha cálcio.

Outros medicamentos e Ceftriaxona Hikma

Informe o seu médico ou farmacêutico se estiver a tomar, ou tiver tomado recentemente ou se vier a tomar outros medicamentos.

Em especial, informe o seu médico ou farmacêutico se estiver a tomar algum dos seguintes medicamentos:

  • Um tipo de antibiótico chamado aminoglicosídeo.
  • Um antibiótico chamado cloranfenicol (utilizado para tratar infeções, especialmente as dos olhos).

Gravidez, amamentação e fertilidade

Se está grávida ou a amamentar, se pensa estar grávida ou planeia engravidar, consulte o seu médico antes de tomar este medicamento.

O médico irá considerar o benefício do tratamento com Ceftriaxona Hikma em relação ao risco para o seu bebé.

Condução de veículos e utilização de máquinas

Ceftriaxona Hikma pode causar tonturas. Se sentir tonturas, não conduza nem utilize ferramentas ou máquinas. Fale com o seu médico se tiver estes sintomas.

Ceftriaxona Hikma contém aproximadamente 3,6 mmol (ou 83 mg) de sódio por grama de ceftriaxona. Esta informação deve ser tida em consideração em doentes com ingestão controlada de sódio.

3. Como utilizar Ceftriaxona Hikma

Ceftriaxona Hikma é normalmente administrado por um médico ou enfermeiro. Pode ser administrado por um sistema de gotejamento (perfusão intravenosa) ou como uma injeção diretamente numa veia. Ceftriaxona Hikma é preparado pelo médico, farmacêutico ou enfermeiro e não irá ser misturado com nem administrado ao mesmo tempo de injeções que contenham cálcio.

Dose normal

O seu médico irá decidir a dose correta de Ceftriaxona Hikma para si. A dose irá depender da gravidade e do tipo de infeção; se estiver a tomar outros antibióticos; do seu peso e idade; da função dos seus rins e fígado. O número de dias ou semanas que lhe será administrado Ceftriaxona Hikmadepende do tipo de infeção que tenha.

Adultos, idosos e crianças com idade superior a 12 anos, com um peso corporal ≥ 50 kilogramas (kg):

- 1 a 2 g, uma vez por dia, dependendo da gravidade e do tipo de infeção. Nos casos de infeção grave, o seu médico irá dar-lhe uma dose maior (até 4 g, uma vez por dia). Se a sua dose diária é maior do que 2 g, pode recebê-la como uma única dose uma vez por dia ou como duas doses separadas.

Bebés recém-nascidos, lactentes e crianças com idade entre os 15 dias e os 12 anos, com um peso corporal < 50 kg:

  • 50-80 mg de Ceftriaxona Hikma por kg de peso corporal, uma vez por dia, dependendo da gravidade e do tipo de infeção. Nos casos de infeção grave, o seu médico irá dar-lhe uma dose diária até 100 mg por kg de peso corporal, até um máximo de 4 g uma vez por dia. Se a sua dose diária é maior do que 2 g, pode recebê- la como uma única dose uma vez por dia ou como duas doses separadas.
  • As crianças com um peso corporal de 50 kg, ou mais, devem recebem a dose normal de adulto.

Bebés recém-nascidos (0-14 dias)

  • 20-50 mg de Ceftriaxona Hikma por kg de peso corporal, uma vez por dia, dependendo da gravidade e do tipo de infeção.
  • A dose diária máxima não deve ser superior a 50 mg por kg de peso corporal do

bebé.

Pessoas com problemas no fígado e nos rins

Poderá receber uma dose diferente da dose normal. O seu médico irá decidir a quantidade de Ceftriaxona Hikma que irá precisar e irá observar de perto o seu estado, dependendo da gravidade da doença hepática ou renal.

Se utilizar mais Ceftriaxona Hikma do que deveria

Se acidentalmente receber uma dose superior à que lhe foi prescrita, contacte imediatamente o seu médico ou o hospital mais próximo.

Caso se tenha esquecido de utilizar Ceftriaxona Hikma

Se perdeu uma injeção, esta deverá ser-lhe administrada o mais rapidamente possível. No entanto, se estiver perto da altura de receber a sua próxima injeção, salte a injeção que perdeu. Não tome uma dose a dobrar (duas injeções ao mesmo tempo) para compensar uma dose que faltou.

Se parar de utilizar Ceftriaxona Hikma

Não pare de utilizar Ceftriaxona Hikma a não ser que o seu médico lhe diga para o fazer. Caso ainda tenha dúvidas sobre a utilização deste medicamento, fale com o seu médico ou enfermeiro.

Quais são os possíveis efeitos secundários?

Como todos os medicamentos, Ceftriaxona Hikma pode causar efeitos secundários, embora estes não se manifestem em todas as pessoas.

Os seguintes efeitos secundários podem ocorrer com este medicamento:

Reações alérgicas graves (desconhecido, a frequência não pode ser estimada com os dados disponíveis)

Se tiver uma reação alérgica grave, informe um médico imediatamente. Os sinais podem incluir:

  • Inchaço súbito da face, garganta, lábios e boca. Isto pode tornar difícil respirar ou engolir.
  • Inchaço súbito das mãos, pés e calcanhares.

Erupções na pele graves (desconhecido, a frequência não pode ser estimada com os dados disponíveis)

Se tiver uma erupção na pele grave, informe um médico imediatamente.

- Os sinais podem incluir uma erupção na pele grave que se desenvolve rapidamente, com bolhas ou descamação da pele e possivelmente bolhas na boca.

Outros efeitos secundários possíveis:

Frequentes (podem afetar até 1 em 10 pessoas)

- Anormalidade nos valores sanguíneos dos glóbulos brancos (tal como uma diminuição de leucócitos e um aumento de eosinófilos) e das plaquetas (diminuição dos trombócitos).

  • Fezes moles ou diarreia.
  • Alterações dos resultados da função hepática nas análises sanguíneas.
  • Erupção na pele.

Pouco frequentes (podem afetar até 1 em 100 pessoas)

  • Infeções fúngicas (por exemplo, candidíase).
  • Uma diminuição do número de glóbulos brancos (granulocitopenia).
  • Redução do número de glóbulos vermelhos (anemia).
  • Problemas na coagulação sanguínea. Os sinais podem incluir facilidade em fazer nódoas negras e dor e inchaço das articulações.
  • Dor de cabeça.
  • Tonturas.
  • Sentir-se doente ou estar doente.
  • Prurido (comichão).
  • Dor ou sensação de ardor ao longo da veia onde o Ceftriaxona Hikma for administrado. Dor no local da injeção.
  • Temperaturas altas (febre).
  • Teste da função renal anormal (aumento da creatinina no sangue).

Raros (podem afetar até 1 em 1.000 pessoas)

  • Inflamação do intestino grosso (cólon). Os sinais incluem diarreia, normalmente com sangue e muco, dor de estômago e febre.
  • Dificuldade em respirar (broncoespasmo).
  • Erupção na pele irregular (urticária) que pode cobrir uma grande parte do seu corpo, sensação de comichão e inchaço.
  • Sangue ou açúcar na urina.
  • Edema (acumulação de fluido).
  • Calafrios.

Desconhecido (a frequência não pode ser estimada com os dados disponíveis)

  • Uma infeção secundária que pode não responder aos antibióticos previamente prescritos.
  • Uma forma de anemia onde os glóbulos vermelhos são destruídos (anemia hemolítica).
  • Diminuição grave dos glóbulos brancos (agranulocitose).
  • Convulsões.
  • Vertigens (sensação de girar).
  • Inflamação do pâncreas (pancreatite). Os sinais incluem dor grave no estômago que se propaga para as suas costas.
  • Inflamação do revestimento mucoso da boca (estomatite).
  • Inflamação da língua (glossite). Os sinais incluem língua inchada, vermelha e dorida,
  • Problemas na bexiga, que podem causar dor, sentir-se doente e estar doente.
  • Uma condição neurológica que pode ocorrer em recém-nascidos com icterícia grave (kernicterus).
  • Problemas renais causados por depósitos de ceftriaxona-cálcio. Pode haver dor ao urinar ou baixa produção de urina.
  • Um resultado falso-positivo no teste de Coombs (um teste para alguns problemas

sanguíneos).

  • Um resultado falso-positivo para a galactosemia (acumulação anormal de galactose no sangue).
  • O Ceftriaxona Hikma pode interferir com alguns tipos de testes para analisar a

glucose no sangue – por favor confirme com o seu médico.

Comunicação de efeitos secundários

Se tiver quaisquer efeitos secundários, incluindo possíveis efeitos secundários não indicados neste folheto, fale com o seu médico, farmacêutico ou enfermeiro. Também poderá comunicar efeitos secundários diretamente ao INFARMED, I.F. através dos contactos abaixo. Ao comunicar efeitos secundários, estará a ajudar a fornecer mais informações sobre a segurança deste medicamento.

INFARMED, I.F.

Direção de Gestão do Risco de Medicamentos Parque da Saúde de Lisboa, Av. Brasil 53 1749-004 Lisboa

Tel: +351 21 798 73 73

Linha do Medicamento: 800222444 (gratuita) Fax: + 351 21 798 73 97

Sítio da internet: http://extranet.infarmed.pt/page.seram.frontoffice.seramhomepage E-mail: farmacovigilancia@infarmed.pt

Como deve ser guardado?

Manter este medicamento fora da vista e do alcance das crianças.

Conservar a temperatura inferior a 25ºC. Manter o recipiente original dentro da embalagem exterior para proteger da luz.

Após reconstituição: sob o ponto de vista físico-químico as soluções de ceftriaxona são estáveis durante 6 horas a temperatura inferior a 25°C; sob o ponto de vista microbiológico, o medicamento deve ser usado de imediato. Se não for usado imediatamente, os períodos de conservação e as condições antes de usar são da responsabilidade do utilizador e normalmente não deverão ser superiores a 24 horas entre 2ºC-8°C, a menos que a reconstituição/diluição seja efetuada num local controlado onde as condições de assepsia tenham sido validadas.

Não utilize este medicamento após o prazo de validade impresso na embalagem, após "VAL.". O prazo de validade corresponde ao último dia do mês indicado.

Não deite fora quaisquer medicamentos na canalização ou no lixo doméstico. Pergunte ao seu farmacêutico como deitar fora os medicamentos que já não utiliza. Estas medidas ajudarão a proteger o ambiente.

Mais informações

Qual a composição de Ceftriaxona Hikma

A substância ativa é a ceftriaxona na forma de sal sódico.

Um frasco para injetáveis contém substância seca equivalente a 500 mg ou 1000 mg de ceftriaxona (sob a forma de ceftriaxona sódica sesquater-hidratada).

O outro componente é a água para preparações injetáveis.

Ceftriaxona Hikma contém aproximadamente 83 mg (3,6 mEq) de sódio por grama de ceftriaxona.

Qual o aspeto de Ceftriaxona Hikma e conteúdo da embalagem

Ceftriaxona Hikma 500 Fó e Solvente para Solução Injetável IV: unidades de frascos para injetáveis de 5 ml contendo pó equivalente a 500 mg de ceftriaxona + ampolas com 5 ml de solvente IV.

Embalagens de 1, 2 e 50 unidades (embalagem hospitalar).

Ceftriaxona Hikma 1000 mg Fó e Solvente para Solução Injetável IV: unidades de frascos para injetáveis de 10 ml contendo pó equivalente a 1000 mg de ceftriaxona + ampolas com 10 ml de solvente IV.

Embalagens de 1, 2 e 50 unidades (embalagem hospitalar).

É possível que não sejam comercializadas todas as apresentações.

Titular da Autorização de Introdução no Mercado e Fabricante

Hikma Farmacêutica (Portugal), S.A.

Estrada do Rio da Mó nos 8, 8A e 8B – Fervença 2705-906 Terrugem SNT, Portugal

Tel.: 351-21-960 84 10 / Fax: 351-21-961 51 02

E-mail: Geral@hikma.pt

Este folheto foi revisto pela última vez em

A informação que se segue destina-se apenas aos médicos e aos profissionais dos cuidados de saúde:

Ceftriaxona Hikma deve ser administrada por injeção intravenosa, após reconstituição da solução. Não devem ser utilizados solventes que contêm cálcio (por ex. solução de Ringer ou solução de Hartmann) para reconstituir os frascos para injetáveis de ceftriaxona ou para diluir um frasco para injetável reconstituído para administração intravenosa, pois pode formar-se um precipitado. A precipitação do sal ceftriaxona-cálcio também pode ocorrer quando a ceftriaxona é misturada, na mesma via de administração endovenosa, com soluções contendo cálcio. Como tal, a ceftriaxona e as soluções com cálcio não podem ser misturadas ou administradas simultaneamente.

Em doentes de qualquer idade, a ceftriaxona não pode ser misturada ou administrada simultaneamente com quaisquer soluções endovenosas contendo cálcio, mesmo através de vias de perfusão diferentes ou em locais de perfusão diferentes. No entanto, em doentes com idade superior a 28 dias, a ceftriaxona e as soluções com cálcio podem ser administradas sequencialmente, se forem utilizadas vias de perfusão em locais diferentes, ou se as vias de perfusão forem substituídas ou cuidadosamente lavadas entre as perfusões, com solução salina fisiológica, para evitar a precipitação. Em doentes que necessitem de perfusão contínua com soluções de nutrição parentérica total (NPT) contendo cálcio, os profissionais de saúde poderão considerar a utilização de tratamentos antibacterianos alternativos que não tenham um risco semelhante de precipitação. Se a utilização de ceftriaxona for considerada necessária em doentes que requeiram nutrição contínua, as soluções de NPT e a ceftriaxona podem ser administradas simultaneamente, embora através de diferentes vias de perfusão em locais diferentes. Alternativamente, a perfusão da solução de NPT pode ser interrompida durante o período de perfusão da ceftriaxona, considerando a recomendação de lavagem das vias de perfusão entre as soluções.

Com base em notificações em literatura, a ceftriaxona é incompatível com amsacrina, vancomicina, fluconazol e aminoglicosídeos.

O seu assistente pessoal de medicamentos

Medicamentos

Pesquise aqui a nossa extensa base de dados de medicamentos de A-Z, com efeitos e ingredientes.

Substâncias

Todas as substâncias activas com a sua aplicação, composição química e medicamentos em que estão contidas.

Doenças

Causas, sintomas e opções de tratamento para doenças e lesões comuns.

O conteúdo apresentado não substitui a bula original do medicamento, especialmente no que diz respeito à dosagem e efeito dos produtos individuais. Não podemos assumir qualquer responsabilidade pela exactidão dos dados, uma vez que os dados foram parcialmente convertidos automaticamente. Um médico deve ser sempre consultado para diagnósticos e outras questões de saúde. Mais informações sobre este tópico podem ser encontradas aqui.

This website is certified by Health On the Net Foundation. Click to verify.