Dasatinib Zentiva

Código ATC
L01XE06
Dasatinib Zentiva

Zentiva Portugal

Medicamentos padrão Humano
Substância(s)
Dasatinib
Narcótica
Não
Data de aprovação 14.01.2020
Grupo farmacológico Outros agentes antineoplásicos

Anúncio

Tudo para saber

Titular da autorização

Zentiva Portugal

O que é e como se utiliza?

Dasatinib Zentiva contém a substância ativa dasatinib. Este medicamento é utilizado para o tratamento da leucemia linfoblástica aguda (LLA) positiva para o cromossoma Filadélfia (Ph+) em adultos, adolescentes e crianças com pelo menos 1 ano de idade. A leucemia é um cancro dos glóbulos brancos do sangue. Estes glóbulos brancos geralmente ajudam o organismo a combater infeções. Em pessoas com LLA, os glóbulos brancos chamados linfócitos multiplicam-se muito rapidamente e têm uma vida muito longa. Dasatinib Zentiva inibe o aumento destas células leucémicas.

Se tiver quaisquer questões sobre o modo de ação de Dasatinib Zentiva ou porque este medicamento lhe foi prescrito, consulte o seu médico.

Anúncio

O que se deve tomar em consideração antes de utilizá-lo?

Não tome Dasatinib Zentiva

- se tem alergia a dasatinib ou a qualquer outro componente deste medicamento (indicados na secção 6).

Se pode ser alérgico, consulte o seu médico para aconselhamento.

Advertências e precauções

Fale com o seu médico ou farmacêutico antes de tomar Dasatinib Zentiva se:

  • está a tomar medicamentos para fluidificar o sangue ou prevenir formação de coágulos (ver "Outros medicamentos e Dasatinib Zentiva")
  • tem problemas no fígado ou no coração, ou costumava ter
  • começar a ter dificuldade em respirar, dor no peito ou tosse enquanto toma Dasatinib Zentiva: podem ser sinais de retenção de líquido nos pulmões ou no peito (que pode ser mais frequente em doentes com 65 anos ou mais), ou devido a alterações nos vasos sanguíneos que fornecem os pulmões
  • alguma vez teve ou possa ter uma infeção pelo vírus da hepatite B. Dasatinib pode fazer com que a hepatite B volte a ficar ativa, o que pode levar à morte em alguns casos. Os doentes devem ser avaliados cuidadosamente pelo médico para identificar sinais desta infeção antes de iniciarem o tratamento.
  • apresentar nódoas negras (hematomas), sangramentos (hemorragias), febre, fadiga e confusão quando tomar Dasatinib Zentiva, contacte o seu médico. Este pode ser um sinal de danos nos vasos sanguíneos conhecido como microangiopatia trombótica (MAT).
    O seu médico irá verificar regularmente a sua situação para confirmar se Dasatinib Zentiva está a ter o efeito desejado. Durante o tratamento com Dasatinib Zentiva também lhe serão feitas regularmente análises ao sangue.

Crianças e adolescentes

Não administre este medicamento a crianças com menos de um ano. A experiência da utilização de dasatinib neste grupo etário é limitada. O crescimento e desenvolvimento ósseo serão cuidadosamente monitorizados em crianças que estejam a tomar Dasatinib Zentiva.

Outros medicamentos e Dasatinib Zentiva

Informe o seu médico se estiver a tomar, tiver tomado recentemente, ou se vier a tomar outros medicamentos.

Dasatinib é degradado principalmente pelo fígado. Certos medicamentos podem interferir com o efeito de Dasatinib Zentiva quando tomados em conjunto.

Os seguintes medicamentos não podem ser utilizados com Dasatinib Zentiva:

  • cetoconazol, itraconazol - são medicamentos antifúngicos
  • eritromicina, claritromicina, telitromicina - são antibióticos
  • ritonavir - é um medicamento antivírico
  • fenitoína, carbamazepina, fenobarbital - são tratamentos para a epilepsia
  • rifampicina - é um tratamento para a tuberculose
  • famotidina, omeprazol - são medicamentos que bloqueiam os ácidos do estômago
  • hipericão - uma preparação de plantas medicinais obtida sem receita médica utilizada para tratar a depressão e outras condições (também conhecida como Hypericum perforatum)
    Não tome medicamentos que neutralizam os ácidos do estômago (antiácidos como o hidróxido de alumínio ou hidróxido de magnésio) nas 2 horas antes ou 2 horas após tomar Dasatinib Zentiva. Informe o seu médico se estiver a tomar medicamentos para fluidificar o sangue ou prevenir a formação de coágulos.

Dasatinib Zentiva com alimentos e bebidas

Não tome Dasatinib Zentiva com toranja ou sumo de toranja

Gravidez e amamentação

Se está grávida ou pensa poder estar grávida, consulte imediatamente o seu médico. Dasatinib Zentiva não se destina a ser utilizado durante a gravidez a não ser que claramente necessário. O seu médico analisará consigo o risco potencial de tomar Dasatinib Zentiva durante a gravidez. Tanto os homens como as mulheres a tomar Dasatinib Zentiva serão aconselhados a utilizar um método contracetivo eficaz durante o tratamento.

Se estiver a amamentar, avise o seu médico. Deverá suspender a amamentação enquanto estiver a tomar Dasatinib Zentiva.

Condução de veículos e utilização de máquinas

Caso tenha efeitos secundários como tonturas e visão turva, deverá ter precaução particular quando conduzir ou utilizar máquinas.

Dasatinib Zentiva contém lactose e sódio.

Se lhe foi dito pelo seu médico que tem uma intolerância a alguns açúcares, avise o seu médico antes de tomar este medicamento.

Este medicamento contém menos do que 1 mmol (23 mg) de sódio por comprimido ou seja, é praticamente “isento de sódio”.

Como é utilizado?

Dasatinib Zentiva apenas lhe será prescrito por um médico com experência no tratamento de leucemia. Tome este medicamento exatamente como indicado pelo seu médico. Fale com o seu médico ou farmacêutico se tiver dúvidas. Dasatinib Zentiva é prescrito para adultos e para crianças com pelo menos 1 ano de idade.

A dose inicial recomendada para doentes adultos com LLA Ph+ é de 140 mg uma vez por dia. A posologia para crianças com LLA Ph+ baseia-se no peso corporal. Dasatinib é administrado por via oral uma vez por dia sob a forma de comprimidos de dasatinib ou pó para suspensão oral

de dasatinib. Os comprimidos de dasatinib não são recomendados para doentes com peso inferior a 10 kg. O pó para suspensão oral deve ser usado em doentes com um peso inferior a 10 kg e doentes que não consigam engolir comprimidos. Poderá verificar-se uma alteração na dose ao ser efectuada a troca de formulação (isto é, comprimidos e pó para suspensão oral), portanto, não deverá trocar de uma formulação para outra. O médico decidirá qual a formulação e dose corretas com base no seu peso, quaisquer efeitos secundários e resposta ao tratamento. A dose inicial de Dasatinib Zentiva para crianças é calculada com base no peso corporal como mostrado abaixo:

Peso corporal (kg)aDose diária (mg)10 a menos do que 20 kg40 mg20 a menos do que 30 kg60 mg30 a menos do que 45 kg70 mgPelo menos 45 kg100 mg

a O comprimido não é recomendado para doentes com peso inferior a 10 kg; o pó para suspensão oral deve ser utilizados para estes doentes.

Não existe uma dose recomendada de Dasatinib Zentiva para crianças com menos de 1 ano de idade.

Dependendo de como responder ao tratamento, o seu médico poderá sugerir uma dose superior ou inferior, ou mesmo interromper o tratamento por pouco tempo. Para doses superiores ou inferiores poderá necessitar de tomar a associação de comprimidos de diferentes dosagens.

Como tomar Dasatinib Zentiva

Tome os comprimidos sempre à mesma hora todos os dias. Tome os comprimidos inteiros. Não os esmague, corte ou mastigue. Não tome comprimidos dispersos. Não é certo que administre a dose correcta se esmagar, cortar, mastigar ou dispersar os comprimidos. Os comprimidos de Dasatinib Zentiva podem ser tomados com ou sem alimentos.

Precauções especiais de manipulação de Dasatinib Zentiva

É improvável que os comprimidos de Dasatinib Zentiva se partam. Mas, caso tal aconteça, as outras pessoas, para além dos doentes, devem utilizar luvas quando manipularem Dasatinib Zentiva.

Durante quanto tempo tomar Dasatinib Zentiva

Tome Dasatinib Zentiva diariamente até que o seu médico lhe diga para parar. Assegure-se de que toma Dasatinib Zentiva durante o período prescrito (receitado).

Se tomar mais Dasatinib Zentiva do que deveria

Se acidentalmente tomar demasiados comprimidos, avise o seu médico imediatamente. Poderá precisar de cuidados médicos.

Caso se tenha esquecido de tomar Dasatinib Zentiva

Não tome uma dose a dobrar para compensar um comprimido que se esqueceu de tomar. Tome a próxima dose à hora prevista.

Caso ainda tenha dúvidas sobre a utilização deste medicamento, fale com o seu médico ou farmacêutico.

Quais são os possíveis efeitos secundários?

Como todos os medicamentos, este medicamento pode causar efeitos indesejáveis, embora estes não se manifestem em todas as pessoas.

As seguintes situações podem ser sinais de efeitos secundários graves:

  • caso tenha dor no peito, dificuldade em respirar, tosse e desmaio.
  • caso tenha hemorragias inesperadas ou formação de nódoas negras sem ter tido uma lesão.
  • caso note sangue no vómito, nas fezes ou urina ou tenha as fezes escuras.
  • caso tenha sinais de infeção como febre, arrepios fortes.
  • caso tenha febre, boca ou garganta inflamada, formação de bolhas ou descamação da pele e/ou das mucosas.
    Contacte o seu médico imediatamente se notar alguma das situações acima referidas.

Efeitos secundários muito frequentes (podem afetar mais de 1 em 10 pessoas):

  • Infeções (incluindo bacteriana, viral e fúngica).
  • Coração e pulmões: falta de ar.
  • Problemas digestivos: diarreia, sensação de doença ou doença (náuseas e vómitos).
  • Pele, cabelo, olhos, gerais: erupção na pele, febre, inchaço em volta da face, das mãos e dos pés, dores de cabeça, sensação de cansaço ou fraqueza, hemorragia.
  • Dor: dores musculares (durante ou após a descontinuação do tratamento), dor de barriga (abdominal).
  • Os exames podem mostrar: valor baixo de número de plaquetas, valor baixo de número de glóbulos brancos (neutropenia), anemia, líquido em volta dos pulmões.

Efeitos secundários frequentes (podem afetar até 1 em 10 pessoas):

  • Infeções: pneumonia, infeção pelo vírus herpes (incluindo citomegalovírus - CMV), infeção do trato respiratório superior, infeção grave do sangue ou dos tecidos (incluindo casos pouco frequentes com desfechos fatais).
  • Coração e pulmões: palpitações, batimento cardíaco irregular, insuficiência cardíaca congestiva, músculo do coração fraco, pressão arterial elevada, pressão sanguínea aumentada nos pulmões, tosse.
  • Problemas digestivos: alteração do apetite, alteração do paladar, barriga (abdómen) inchada ou distendida, inflamação do cólon (intestinos), prisão de ventre, azia, ulceração na boca, aumento de peso, diminuição de peso, gastrite.
  • Pele, cabelo, olhos, gerais: sensação de formigueiro, comichão, pele seca, acne, inflamação da pele, ruído persistente nos ouvidos, queda de cabelo, transpiração excessiva, alterações da visão (incluindo visão turva e visão distorcida), secura ocular, nódoas negras, depressão, insónia, vermelhidão, tonturas, contusão (nódoa negra), anorexia (falta de apetite), sonolência, edema generalizado.
  • Dor: dor nas articulações, fraqueza muscular, dor no peito, dor em volta das mãos e dos pés, arrepios, rigidez nos músculos e nas articulações, espasmos musculares.
  • Os exames podem mostrar: líquido em volta do coração, líquido nos pulmões, arritmia, neutropenia febril, hemorragia gastrointestinal, níveis elevados de ácido úrico no sangue.

Efeitos secundários pouco frequentes (podem afetar até 1 em 100 pessoas):

  • Coração e pulmões: ataque cardíaco (incluindo desfechos fatais), inflamação da membrana que reveste o coração (saco fibroso), ritmo cardíaco irregular, dor no peito por falta de fornecimento de sangue ao coração (angina), pressão arterial baixa, estreitamento das vias respiratórias que pode provocar dificuldades em respirar, asma, pressão sanguínea aumentada nas artérias (vasos sanguíneos) dos pulmões.
  • Problemas digestivos: inflamação do pâncreas, úlcera péptica, inflamação do tubo digestivo, barriga (abdómen) inchada, rasgo na pele do canal anal, dificuldade em engolir, inflamação da vesícula biliar, bloqueio dos ductos biliares, refluxo gastro-esofágico (uma doença em que o ácido ou outros conteúdos do estômago voltam a subir para a garganta).
  • Pele, cabelo, olhos, geral: reações alérgicas, incluindo nódulos vermelhos e moles na pele (eritema nodoso), ansiedade, confusão, alterações do humor, diminuição do desejo sexual, desmaios, tremor, inflamação do olho que provoca vermelhidão ou dor, uma doença na pele caracterizada por manchas vermelhas, moles e bem definidas, acompanhadas de febre de início rápido e valor alto do número de células brancas no sangue (dermatose neutrófila), perda de audição, sensibilidade à luz, insuficiência visual, aumento de formação de lágrima, alteração na coloração da pele, inflamação do tecido gordo sob a pele, úlceras na pele, bolhas na pele,

alterações nas unhas, alterações no cabelo, alterações nos pés e mãos, insuficiência renal, frequência em urinar, aumento dos seios nos homens, perturbação menstrual, desconforto e fraqueza geral, função da tiroide diminuída, perda de equilíbrio quando caminha, osteonecrose (uma doença com redução do fluxo sanguíneo nos ossos, que podem causar perda de osso e morte do osso), artrite, inchaço na pele em qualquer zona do corpo.

  • Dor: inflamação das veias que pode provocar vermelhidão, sensibilidade ao toque e inchaço, inflamação do tendão.
  • Cérebro: perda de memória.
  • Os exames podem mostrar: resultados anormais nos testes sanguíneos e possível diminuição da função dos rins, provocado pelos resíduos do tumor a morrer (síndrome de lise tumoral), níveis baixos de albumina no sangue, níveis baixos de linfócitos (um tipo de glóbulos brancos) no sangue, níveis altos de colesterol no sangue, nódulos linfáticos inchados, hemorragia no cérebro, atividade elétrica irregular do coração, aumento do coração, inflamação do fígado, presença de proteínas na urina, creatina fosfoquinase aumentada (uma enzima normalmente encontrada no coração, no cérebro e nos músculos esqueléticos), troponina elevada (uma enzima encontrada no coração e músculo esquelético), gama-glutamiltransferase aumentada (uma enzima encontrada no fígado).

Efeitos secundários raros (podem afetar até 1 em 1000 pessoas):

  • Coração e pulmões: aumento do ventrículo direito no coração, inflamação do músculo do coração, conjunto de condições que resultam do bloqueio do fornecimento de sangue ao músculo cardíaco (síndrome coronário agudo), paragem cardíaca (paragem do fluxo sanguíneo do coração), doença arterial coronária (do coração), inflamação do tecido que cobre o coração e pulmões, coágulos sanguíneos, coágulos sanguíneos nos pulmões.
  • Problemas digestivos: perda de nutrientes vitais do seu sistema digestivo tais como as proteínas, obstrução do intestino, fístula anal (uma abertura anormal do anus para a pele à volta do anus), insuficiência da função renal, diabetes.
  • Pele, cabelo, olhos, geral: convulsões, inflamação do nervo ótico que pode provocar perda total ou parcial da visão, manchas azul-arroxeadas na pele, função da tiroide anormalmente alta, inflamação da glândula da tiroide, ataxia (uma doença associada com falta de coordenação muscular), dificuldade em andar, aborto, inflamação dos vasos sanguíneos da pele, fibrose da pele.
  • Cérebro: AVC (acidente cerebrovascular), episódio temporário de disfunção neurológica provocado por perda de fluxo sanguíneo, paralisia do nervo facial, demência.
  • Sistema imunitário: reação alérgica grave
  • Musculosqueléticos e dos tecidos conjuntivos: fusão atrasada das extremidades arredondadas que formam articulações (epífises); crescimento mais lento ou atrasado.

Outros efeitos secundários que foram comunicados com frequência desconhecida (não podem ser calculados a partir dos dados disponíveis):

  • Inflamação dos pulmões.
  • Hemorragia no estômago e intestinos que pode causar morte.
  • Recorrência (reativação) da infeção pelo vírus da hepatite B caso tenha tido hepatite B no passado (uma infeção do fígado).
  • Uma reação com febre, formação de bolhas na pele, e ulceração das mucosas.
  • Doença dos rins com sintomas que incluem edema e resultados anormais nos testes laboratoriais tais como proteína na urina e nível reduzido de proteína no sangue.

- Danos nos vasos sanguíneos conhecidos como microangiopatia trombótica (MAT), incluindo diminuição da contagem de glóbulos vermelhos, diminuição das plaquetas e formação de coágulos sanguíneos.

O seu médico verificará alguns destes efeitos durante o tratamento.

Comunicação de efeitos indesejáveis

Se tiver quaisquer efeitos indesejáveis, incluindo possíveis efeitos indesejáveis não indicados neste folheto, fale com o seu médico, farmacêutico ou enfermeiro. Também poderá comunicar efeitos indesejáveis diretamente ao INFARMED, I.F. através dos contactos abaixo. Ao comunicar efeitos indesejáveis, estará a ajudar a fornecer mais informações sobre a segurança deste medicamento.

Sítio da internet: http://www.infarmed.pt/web/infarmed/submissaoram (preferencialmente)

ou através dos seguintes contactos:

Direção de Gestão do Risco de Medicamentos Parque da Saúde de Lisboa, Av. Brasil 53 1749-004 Lisboa

Tel: +351 21 798 73 73

Linha do Medicamento: 800222444 (gratuita) E-mail: farmacovigilancia@infarmed.pt

Como deve ser guardado?

Manter este medicamento fora da vista e do alcance das crianças.

Não utilize este medicamento após o prazo de validade impresso no rótulo do frasco, blister ou embalagem exterior, após EXP. O prazo de validade corresponde ao último dia do mês indicado.

O medicamento não necessita de quaisquer precauções especiais de conservação.

Não deite fora quaisquer medicamentos na canalização ou no lixo doméstico. Pergunte ao seu farmacêutico como deitar fora os medicamentos que já não utiliza. Estas medidas ajudarão a proteger o ambiente.

Mais informações

Qual a composição de Dasatinib Zentiva

  • A substância ativa é dasatinib. Cada comprimido revestido por película contém 20 mg, 50 mg, 80 mg, 100 mg ou 140 mg de dasatinib
  • Os outros componentes são: Núcleo do comprimido: lactose mono-hidratada; celulose microcristalina; croscarmelose sódica; hidroxipropilcelulose; estearato de magnésio. Revestimento: lactose mono-hidratada; hipromelose; dióxido de titânio (E171); triacetina.

Qual o aspeto de Dasatinib Zentiva e conteúdo da embalagem Dasatinib Zentiva 20 mg comprimidos revestidos por película

Comprimido revestido por película branco a esbranquiçado, biconvexo, redondo com um diâmetro de aproximadamente 5,6 mm, com marcação “D7SB” num dos lados e “20” no outro. Dasatinib Zentiva 50 mg comprimidos revestidos por película

Comprimido revestido por película branco a esbranquiçado, biconvexo, oval com um comprimento de aproximadamente 11,0 mm e uma largura de aproximadamente 6,0 mm, com marcação “D7SB” num dos lados e “50” no outro.

Dasatinib Zentiva 80 mg comprimidos revestidos por película

Comprimido revestido por película branco a esbranquiçado, biconvexo, triangular com um comprimento de aproximadamente 10,4 mm e uma largura de aproximadamente 10,6 mm, com marcação “D7SB” num dos lados e “80” no outro.

Dasatinib Zentiva 100 mg comprimidos revestidos por película

Comprimido revestido por película branco a esbranquiçado, biconvexo, oval com um comprimento de aproximadamente 15,1 mm e uma largura de aproximadamente 7,1 mm, com marcação “D7SB” num dos lados e “100” no outro.

Dasatinib Zentiva 140 mg comprimidos revestidos por película

Comprimido revestido por película branco a esbranquiçado, biconvexo, redondo com um diâmetro de aproximadamente 11,7 mm, com marcação “D7SB” num dos lados e “140” no outro.

Dasatinib Zentiva 20 mg e 50 mg comprimidos revestidos por película

Embalagens contendo 60 comprimidos revestidos por película em blisters, ou embalagens contendo 60 x 1 comprimidos revestidos por película em blisters de dose unitária. Embalagens com um frasco contendo 60 comprimidos revestidos por película.

Dasatinib Zentiva 80 mg, 100 mg e 140 mg comprimidos revestidos por película Embalagens contendo 30 comprimidos revestidos por película em blisters, ou embalagens

contendo 30 x 1 comprimidos revestidos por película em blisters de dose unitária. Embalagens com um frasco contendo 30 comprimidos revestidos por película.

É possível que não sejam comercializadas todas as apresentações.

Titular da Autorização de Introdução no Mercado e Fabricante

Zentiva Portugal, Lda

Miraflores Premium I

Alameda Fernão Lopes, 16 A - 8º piso A 1495-190 Algés

Fabricante

Synthon Hispania, S.L. Calle Castello 1 Poligono Las Salinas

08830 Sant Boi de Llobregat Barcelona

Espanha

ou

Synthon BV

Microweg 22

6545 CM Nijmegen

Holanda

Este medicamento está autorizado nos Estados Membros do Espaço Económico Europeu e no Reino Unido (Irlanda do Norte) com os seguintes nomes:

Holanda, República Checa, França, Polónia, Portugal, Roménia, Reino Unido (Irlanda do Norte), Croácia, Dinamarca, Hungria, Suécia, Letónia, Lituânia, Bulgária, Estónia, Itália, Eslováquia

Dasatinib Zentiva

Este folheto foi revisto pela última vez em

Última actualização: 29.06.2022

Fonte: Dasatinib Zentiva - Inserção da embalagem

O seu assistente pessoal de medicamentos

Medicamentos

Pesquise aqui a nossa extensa base de dados de medicamentos de A-Z, com efeitos e ingredientes.

Substâncias

Todas as substâncias activas com a sua aplicação, composição química e medicamentos em que estão contidas.

Doenças

Causas, sintomas e opções de tratamento para doenças e lesões comuns.

O conteúdo apresentado não substitui a bula original do medicamento, especialmente no que diz respeito à dosagem e efeito dos produtos individuais. Não podemos assumir qualquer responsabilidade pela exactidão dos dados, uma vez que os dados foram parcialmente convertidos automaticamente. Um médico deve ser sempre consultado para diagnósticos e outras questões de saúde. Mais informações sobre este tópico podem ser encontradas aqui.

This website is certified by Health On the Net Foundation. Click to verify.