Azitromicina Germed

Código ATC
J01FA10
Azitromicina Germed

Germed Farmacêutica

Medicamentos padrão Humano
Substância(s)
Azitromicina
Narcótica
Não
Data de aprovação 24.04.2007
Grupo farmacológico Macrólidos, lincosamidas e estreptograminas

Anúncio

Tudo para saber

Titular da autorização

Germed Farmacêutica

O que é e como se utiliza?

Azitromicina Germed pertence ao grupo farmaco-terapêutico 1.1.8 – Medicamentos anti- infecciosos. Antibacterianos. Macrólidos.

Azitromicina Germed está indicado no tratamento de infecções do tracto respiratório inferior, incluindo bronquite e pneumonia, infecções da pele e tecidos moles, otite média e infecções do trato respiratório superior, incluindo sinusite, e faringite/amigdalite. (A penicilina é o fármaco de escolha habitual no tratamento de faringites a Streptococcus pyogenes, incluindo a profilaxia da febre reumática. A azitromicina é geralmente eficaz na erradicação de estreptococos de orofaringe, contudo, dados que estabeleçam a eficácia da azitromicina na subsequente prevenção da febre reumática, não estão disponíveis no momento).

Azitromicina Germed está indicado no tratamento de doenças sexualmente transmissíveis não complicadas, devidas a Chlamydia trachomatis e a Neisseria gonorrhoeae não multi-resistente, no homem e na mulher; deverá ser excluída a hipótese de infecção concomitante a Treponema pallidum.

2. ANTES DE TOMAR AZITROMICINA GERMED

APROVADO EM 22-05-2020 INFARMED

Não tome Azitromicina Germed

- Se tem hipersensibilidade à azitromicina, a qualquer outro antibiótico macrólido ou a qualquer um dos excipientes.

Tome especial cuidado com Azitromicina Germed

Como acontece com a eritromicina e outros macrólidos registaram-se raras reacções alérgicas graves, incluindo angioedema e anafilaxia (raramente fatais). Algumas destas reacções com a azitromicina resultaram em sintomatologia recorrente e requerem um longo período de observação e tratamento.

Não se dispõe de dados sobre a utilização de azitromicina em doentes com depuração da cratinina <40 ml/min, pelo que se deverá ser prudente na prescrição de Azitromicina Germed nestes doentes.

Uma vez que o fígado é a via principal de eliminação da azitromicina, o uso desta deverá ser ponderado nos doentes com doença hepática grave.

Em doentes medicados com derivados de ergotamina, a co-admnistração de alguns antibióticos macrólidos poderá precipitar o ergotismo. Não existem dados relativos à possibilidade de interacção entre a ergotamina e a azitromicina. No entanto, e devido à possibilidade teórica de ergotismo, não deverão ser co-administrados os derivados de ergotamina e azitromicina.

Como acontece com qualquer preparação antibiótica, é recomendada a observação de sinais de superinfecção com microrganismos não sensíveis, incluindo os fungos.

A administração de Azitromicina Germed a crianças com idade inferior a 6 meses, não pode ser recomendada, uma vez que a sua segurança, naquele grupo etário, não foi ainda estabelecida.

Tomar Azitromicina Germed com outros medicamentos

Antiácidos

Num estudo farmacocinético que investigou os efeitos da administração simultânea de antiácidos e azitromicina, não se observou qualquer efeito na biodisponibilidade total, tendo-se, no entanto, verificado uma redução nos picos séricos de até 30%. Em doentes medicados com azitromicina e antiácidos, os dois fármacos não deverão ser administrados em simultâneo.

Carbamazepina

Num estudo de interacção farmacocinética realizado em voluntários saudáveis, não se observaram efeitos significativos nos níveis plasmáticos de carbamazepina ou do seu metabolito activo em doentes que receberam concomitantemente azitromicina.

Cimetidina

Num estudo farmacocinético que investigou os efeitos da administração de uma dose única de cimetidina, 2 horas antes da azitromicina, não se registou alteração na farmacocinética da azitromicina.

Ciclosporina

Na ausência de dados conclusivos de estudos farmacocinéticos ou clínicos sobre a possibilidade duma potencial interacção entre a azitromicina e a ciclosporina, deverá ponderar-se

APROVADO EM 22-05-2020 INFARMED

cuidadosamente a administração concomitantemente dos dois fármacos. Se se tornar necessária a sua co-administração, os níveis de ciclosporina deverão ser minitorizados e a dose ajustada em conformidade.

Digoxina

Em determinados doentes alguns dos macrólidos afectam o metabolismo microbiano da digoxina (no intestino). Em doentes medicados concomitantemente com azitromicina e digoxina a possibilidade de um aumento nos níveis da digoxina deverá ser tida em consideração.

Esgotamina

Devido à possibilidade teórica de ergotismo não é recomendada a utilização concomitante de azitromicina com derivados da ergotamina.

Metilprednisolona

Num estudo de interacção farmacocinética realizado em voluntários saudáveis, a azitromicina não teve efeito significativo na farmacocinética da metilprednisolona.

Teofilina

Não há indicação de qualquer interacção farmacocinética entre a azitromicina e a teofilina quando co-administrados a voluntários saudáveis.

Recomenda-se, no entanto, a monitorização dos níveis plasmáticos da teofilina, uma vez que, os macrólidos, em geral, provocam o aumento daqueles níveis.

Terfenadina

Estudos de farmacocinética não evidenciaram qualquer interacção entre a azitromicina e a terfenadina. Encontram-se descritos raros casos em que a possibilidade de uma interacção deste tipo não pode ser inteiramente excluída; no entanto, não existem evidências de que tal interacção tenha ocorrido.

Anticoagulantes Orais do Tipo Cumarínico

Num estudo de interacção farmacocinética, a azitromicina não alterou o efeito anticoagulantes duma dose única de 15 mg de varfarina, administrada a voluntários saudáveis. Durante o período de pós comercialização foram referidos casos de anticoagulação potenciada na sequência da co- administração de azitromicina a anticoagulantes orais do tipo cumarínico. Embora não tenha sido estabelecida uma relação causal, deverá considerar-se a frequência de monitorização do tempo de protrombina.

Zidovudina

Doses únicas de 1 000 mg e múltiplas de 1 200 mg ou 600 mg de azitromicina não afectaram a farmacocinética plasmática ou a excreção urinária da zidovudina ou dos seus metabolitos glucoronados. Contudo, a administração de azitromicina aumentou as concentrações da zidovudina fosforilada, metabolito este clinicamente activo, nas células hemáticas mononucleares periféricas. O significado clínico deste achado é pouco claro, mas pode ser benéfico para o doente.

Didanosina

A co-administração de doses diárias de 1 200 mg de azitromicina com didanosina a 6 doentes pareceu não afectar a farmacocinética da didanosina comparativamente ao placebo.

APROVADO EM 22-05-2020 INFARMED

Rifabutina

A co-administração da azitromicina e rifabutina não alterou as concentrações séricas de qualquer um dos fármacos.

Foi observada neutropenia em indivíduos recebendo, concomitantemente, tratamento com azitromicina e rifabutina. Apesar de a neutropenia ter sido associada ao uso de rifabutina ao auso de rifabutina, a relação cuasal da associação com a azitromicina não foi estabelecida.

Informe o seu médico ou farmacêutico se estiver a tomar ou tiver tomado recentemente outros medicamentos, incluindo medicamentos obtidos sem receita médica.

Tomar Azitromicina Germed com alimentos e bebidas

Os comprimidos podem ser administrados juntamente com os alimentos.

Gravidez e aleitamento

Estudos de reprodução no animal demonstraram que a azitromicina atravessa a placenta não evidenciando, no entanto, alterações no feto. Não existem dados sobre a secreção no leite materno e não foi ainda estabelecida a sua inocuidade durante a gravidez e a amamentação no ser humano. A azitromicina só deverá ser administrado a mulheres grávidas ou lactentes quando não existam alternativas adequadas.

Consulte o seu médico ou farmacêutico antes de tomar qualquer medicamento.

Condução de veículos e utilização de máquinas

Não existem dados que sugiram que o uso de azitromicina possa afectar a capacidade de condução de veículos ou de operar com máquinas.

Informações importantes sobre alguns componentes de Azitromicina Germed

Este me dicamento contém lactose. Se foi informado pelo seu médico que tem intolerância a alguns açúcares, contacte-o antes de tomar este medicamento.

3. COMO UTILIZAR AZITROMICINA GERMED?

Tomar Azitromicina Germed sempre de acordo com as indicações do médico. Fale com o seu médico ou farmacêutico se tiver dúvidas.

Azitromicina Germed deverá ser administrado numa única toma diária.

A duração do tratamento no que se refere à infecção é descrita de seguida. Os comprimidos podem ser administrados juntamente com os alimentos.

Adultos

No tratamento de doenças sexualmente transmissíveis, causadas por Chlamyda trachomatis, ou por Neisseria gonorrhoeae sensível, a posologia é de 1000 mg administrado como dose oral única. No tratamento de todas as outras indicações, a dose total de 1500 mg, deverá ser administrada em fracções de 500 mg, diariamente, durante 3 dias.

APROVADO EM 22-05-2020 INFARMED

Doentes Idosos

Pode ser utilizada a mesma dose usada nos doentes adultos.

Doentes com Insuficiência Renal

Nos doentes com insuficiência renal ligeira (clearence da creatinina >40 ml/min), pode ser utilizado o mesmo esquema posológico dos doentes com função renal normal. Não se dispõe de dados sobre o uso da azitromicina em doentes com insuficiência renal mais grave.

Doentes com Insuficiência Hepática

Nos doentes com insuficiência hepática ligeira a moderada, pode ser utilizado o mesma esquema posológico dos doentes com função hepática normal.

Crianças

Os comprimidos de 500 mg só devem ser administrados a crianças com mais de 45 kg.

Se tomar mais Azitromicina Germed do que deveria

Os acontecimentos adversos registados com doses superiores às recomendadas foram semelhantes aos observados com doses normais. Em caso de sobredosagem, estão indicadas, se necessário, medidas gerais de suporte e tratamento sintomático.

Caso ainda tenha dúvidas sobre a utilização deste medicamento, fale com o seu médico ou farmacêutico.

4. EFEITOS SECUNDÁRIOS POSSÍVEIS

Como os demais medicamentos, Azitromicina Germed pode causar efeitos secundários em algumas pessoas.

Azitromicina Germed é bem tolerado, com baixa incidência de efeitos secundários.

Gastrointestinal – Aneroxia, náuseas, vómitos/diarreia (raramente conduzindo a desidratação), fezes moles, dispepsia, mal-estar abdominal (dores/cólicas), obstipação, flatulência, colite pseudomembranosa e casos raros de descoloração da língua.

Sentidos Especiais – Alterações da audição associadas à administração de antibióticos da classe dos macrólidos. Foram relatados casos de alterações de audição, incluindo perda de audição, surdez e/ou acufenos em alguns doentes tratados com azitromicina. Muitos destes casos foram associados ao uso prolongado de doses elevadas em estudos clínicos. Nos casos em que estão disponíveis dados sobre a evolução, a maioria destes efeitos foram reversíveis.

Foram descritos casos raros de alteração no paladar.

Genitourinário – Nefrite intersticial e insuficiência renal aguda.

Hematopoiético – Trombocitopenia

APROVADO EM 22-05-2020 INFARMED

Hepático/Biliar – Foram relatados casos de alteração da função hepática incluindo hepatite e icterícia colestática, bem como casos raros de necrose hepática e insuficiência hepática, que resultaram, raramente, em morte. Contudo, não foi estabelecida uma relação causal.

Músculo-esquelético – Artralgia.

Psiquiátrico – Agressividade, nervosismo, agitação e ansiedade.

Reprodutivo – Vaginite.

Sistema Nervoso Central e Periférico – Tonturas/vertigens, convulsões (à semelhança do que acontece com outros macrólidos), cefaleias, sonolência, parestesia e hiperactividade.

Glóbulos Brancos/SRE – Episódios de neutropenia ligeira transitória foram, ocasionalmente, observados nos ensaios clínicos, apesar de não ter sido estabelecida uma relação causal com a azitromicina.

Pele/Anexos – Ocorreram reacções alérgicas tais como prurido, rash, fotossensibilidade, edema, urticária e angioedema.

Verificaram-se, embora raramente, casos de reacções cutâneas graves incluindo eritema multiforme, Síndrome de Stevens Johnson e necrólise epidérmica tóxica.

Cardiovascular – Foram descritos casos de palpitações e arritmias, incluindo taquicardia ventricular (à semelhança do que acontece com outros macrólidos), embora não esteja definida a existência de uma relação causal com a azitromicina.

Gerais – Foram descritos casos de astenia, embora não se encontre estabelecida uma relação causal, monilíase e anafilaxia (raramente letal).

Reações cutâneas graves

Raros: erupção cutânea caracterizada pelo aparecimento rápido de áreas com vermelhidão na pele cobertas de pequenas pústulas (pequenas bolhas cheias de líquido branco/amarelo).

Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar quaisquer efeitos secundários não mencionados neste folheto, informe o seu médico ou farmacêutico.

Anúncio

Como deve ser guardado?

O medicamento não necessita de quaisquer precauções especiais de conservação.

Manter fora do alcance e da vista das crianças.

Não utilize Azitromicina Germed após o prazo de validade impresso no rótulo, a seguir a Val.

Os medicamentos não devem ser eliminados na canalização ou no lixo doméstico. Pergunte ao seu farmacêutico como eliminar os medicamentos de que já não necessita. Estas medidas irão ajudar a proteger o ambiente.

6. OUTRAS INFORMAÇÕES

Qual a composição de Azitromicina Germed

A substância activa é a Azitromicina, cada 524 mg de di-hidrato de azitromicina corresponde a 500 mg de Azitromicina anidra.

Os outros componentes são:

Excipientes do núcleo: Amido pré-gelatinizado; Crospovidona; Hidrogenofosfato de cálcio anidro; Laurilsulfato de sódio e Estearato de magnésio.

Excipientes do revestimento: Hidroxipropilmetilcelulose; Dióxido de titânio; Lactose e Triacetato de glicerol.

Qual o aspecto de Azitromicina Germed e conteúdo da embalagem

Azitromicina Germed apresenta-se sob a forma de comprimidos em Blisters de PVC/Alumínio contendo 3 unidades.

Titular da Autorização de Introdução no Mercado GERMED FARMACÊUTICA, Lda

Rua Alfredo da Silva, 8A, Edif. Stern, 1ºC, Alfragide

2610-016 Amadora Portugal

Fabricante

Kern Pharma S.A.

C7 Polígono Industrial Colón II, Vénus 72, 08228 Terrassa, Barcelona

Espanha

Este folheto foi aprovado pela última vez em

Última actualização: 27.06.2022

Fonte: Azitromicina Germed - Inserção da embalagem

O seu assistente pessoal de medicamentos

Medicamentos

Pesquise aqui a nossa extensa base de dados de medicamentos de A-Z, com efeitos e ingredientes.

Substâncias

Todas as substâncias activas com a sua aplicação, composição química e medicamentos em que estão contidas.

Doenças

Causas, sintomas e opções de tratamento para doenças e lesões comuns.

O conteúdo apresentado não substitui a bula original do medicamento, especialmente no que diz respeito à dosagem e efeito dos produtos individuais. Não podemos assumir qualquer responsabilidade pela exactidão dos dados, uma vez que os dados foram parcialmente convertidos automaticamente. Um médico deve ser sempre consultado para diagnósticos e outras questões de saúde. Mais informações sobre este tópico podem ser encontradas aqui.

This website is certified by Health On the Net Foundation. Click to verify.